segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Quem é o Além da poupança - Parte 2


Este post é a continuação do Quem é o Além da poupança - Parte 1

 

Na parte 1 deste post descrevi meus passos desde criança até a palestra que assisti sobre ações, fato que atiçou minha curiosidade para outros investimentos além da poupança.

Após a palestra, fiquei maravilhado com a possibilidade de obter ganhos mais rápidos. Peguei o nome do livro que o palestrante utilizava, comprei e devorei cada linha. Consegui programas que auxiliavam na Análise Técnica. Ao mesmo tempo em que estudava, observava dia a dia o que acontecia com a bolsa de valores, que estava no auge da crise de 2008, praticamente no fundo. Depois de algumas simulações, fiquei confiante e me aventurei na compra e venda de ações.


Fiquei na compra e venda de 2008 até meados de 2010, época que estava para ser transferido para outro estado, além de estar enamorado com minha atual esposa. Comparei minha performance com a do índice da bolsa. Enquanto o iBovespa estava recuperado, meus investimentos em ações estavam estacionados. Após um ano e meio, eu estava no zero a zero.

Demorei a perceber que tinha alguma coisa errada. Aproveitei minha mudança para outro estado e me desliguei da bolsa. Muitos desistiriam ao saber que até a poupança ganhou de seu investimento pessoal em ações. Mas como sou muito persistente, resolvi estudar outras formas de investimento.

Fiquei durante o fim de 2010 navegando por diversos blogs na internet à procura de um sistema simples, porém que traga retornos respeitáveis. Testei muitos sistemas diferentes, fiz diversas simulações, e finalmente encontrei um do qual me identifiquei.

Resolvi investigar melhor o sistema de Investimento Gradual em ações. Como eu achava estressante acompanhar frequentemente as cotações da bolsa, esse sistema me garantiria liberdade e tranquilidade para investir. O requisito é o investimento em boas empresas, que possuem uma margem de segurança adequada. Conforme descrevi no post "Iniciante: Invista em empresas saudáveis, não em empresas saldáveis", precisei aprender a selecionar as empresas que entrariam para minha carteira. Nunca me baseei pelo que os analistas de corretoras recomendavam. Sou de fazer minhas próprias análises, colhendo os frutos ou assumindo a responsabilidade dos meus erros. E não adiantou, precisei estudar contabilidade para entender o significado dos balanços empresariais.

 

De um livro básico de contabilidade, passei a livros de análise fundamentalista, de biografias de investidores, de investimentos em small caps e de operações com opções. O que começou com um simples livro, se transformou em uma coletânea de algumas dezenas deles.

 

A seleção de minhas ações foi a parte mais desgastante dos meus investimentos. Finalmente terminei a seleção em dezembro de 2010. Depois disto foi só investir mensalmente, a começar por janeiro de 2011.

 

Criei este blog por vários motivos. O primeiro deles foi a admiração que eu tenho por outros investidores individuais divulgarem suas carteiras. O segundo motivo foi a de trocar experiências com outros internautas, recebendo sugestões, críticas e observações sobre minha carteira, pois é difícil ter por perto alguém para conversar sobre investimentos e ações. E o terceiro motivo foi a de eu registrar minha carteira e acompanhar passo a passo sua evolução.

 

Hoje tenho 25 anos, casado, e não tenho filhos. Como precisei ser transferido, estou morando de aluguel, o que exige de mim um controle de gastos maior do que antes. Meu objetivo é comprar uma casa própria, mas sem pressa. Ao contrário do que muito brasileiro acha, não vejo o aluguel como um dinheiro jogado fora. Por isso, invisto em ações e caso apareça uma boa oportunidade de comprar um imóvel, faço a transação. Enquanto não aparece, vou seguindo religiosamente minha estratégia.

Abraços

5 comentários:

  1. Antonio Gonçalves20 de outubro de 2011 16:27

    Excelente texto, parabéns. Sucesso.

    ResponderExcluir
  2. legal gostei muito da sua história e metas, estou lendo todos seus posts, é uma leitura intrigante e descontraida... parabéns e saiba que confiante em Deus tudo é possível

    ResponderExcluir

Anônimos, contribuem e deixem um nome para que seja possível outras pessoas fazerem referências, estabelecendo melhor a troca de ideias. Educação é sempre bem vista.
Mensagens de trolls serão moderadas.