sexta-feira, 28 de setembro de 2012

Fechamento - Setembro de 2012

O mercado não quis esperar outubro e já quis mostrar seu "efeito calendário". Para quem não sabe, há estudos que mostram que os meses de setembro e outubro são os meses que acontecem as maiores quedas da história. Muitas crises e extensas baixas da bolsa eclodiram nesses dois meses. Não só na bolsa americana, como em outras bolsas também.
Há outros estudos relacionados com o calendário, como por exemplo o da segunda feira como o pior dia da semana e janeiro como o melhor mês para as mid caps (ações de "pequenas" empresas), mas são apenas estudos. Outubro do ano passado fortaleceu esta tese. Vamos ver se este outubro também repetirá a baixa performance da bolsa.
Minha carteira estava indo bem até esta última semana. O mercado resolver brincar com algumas das minhas ações do setor financeiro e elétrico, o que contribuiu com minha baixa performance.

segunda-feira, 24 de setembro de 2012

Não tenha medo do mercado de ações


Conforme falei com vocês nesta postagem, raramente converso com colegas de trabalho sobre investimento em ações. Porém nos raros em que converso, percebo nos olhos dos colegas o horror de pensar em investir em uma aplicação que varia de preço.

Certa vez, na época das notícias das ações do Facebook, dois colegas estavam conversando sobre investimentos em imóveis (um deles está financiando um apErtamento caríssimo), quando um deles me puxou para a conversa:

sexta-feira, 21 de setembro de 2012

1 ano de blog

Hoje o blog está fazendo o seu primeiro aniversário e por isso resolvi fazer esta pequena postagem.
A criação deste blog foi motivada pelo desejo de compartilhar meus investimentos, e eventualmente algumas ideias. Hoje o foco está na divulgação de informações que são mais pertinentes aos investidores iniciantes.
É uma grande satisfação verificar que este blog obteve no seu primeiro ano cerca de 90 mil visualizações, o equivalente a 1 visualização a cada 6 minutos. Os cerca de 1850 comentários deixados são de excelente qualidade, com trocas de ideias interessantes.
As maiores recompensas que obtive foram (1) a minha participação desta comunidade de investidores blogueiros e (2) o apoio que tenho de diversos investidores iniciantes e veteranos. Sendo sincero, eu aprendo muito toda vez que eu faço uma postagem respondendo alguma dúvida ou deixando um tema mastigado. Eu acabo aprendendo mais do que explicando.
Espero contribuir e aprender muito com os visitantes do blog. E agora é hora de repartir o bolo da imagem.

Que venham os próximos anos!

sexta-feira, 14 de setembro de 2012

Você pergunta, o blog responde - 6


Hoje a pergunta é do colega Bruno:

"Olá!
Tenho a seguinte dúvida: Investimento a curto prazo na previdência privada rende mais que a poupança? Vou explicar melhor o meu caso.
Tenho um capital inicial de R$130.000,00 e aportes mensais de R$2.500,00 e pretendo dar entrada em um apartamento em aproximadamente 3 anos (36 meses).
Este montante investido na poupança renderia, aproximadamente 0,47%/mês ou 6%/ano, correto? Logo, ao final de 36 meses teria um total líquido de R$252.939,28 e um rendimento líquido de R$122.939.28 (fiz uma planilha no excel).
Este montante investido na previdência privada rendeira aproximadamente 0,79%/mês ou 9%/ano.  Logo, ao final de 36 meses teria um total bruto de R$276.186,85. Descontando 10% do IR sobre o rendimento (276.186,85 - 130.000,00 = 146.186.85), o rendimento líquido seria de R$131.568,17.
De acordo com meus cálculos, o rendimento da previdência privada está R$8.628,89 maior que a poupança.
Quem me passou os valores de rendimento foi a gerente da minha conta.
Meus cálculos estão corretos? Se não, onde está o erro? Previdência privada NO MEU CASO vale mesmo mais a pena que a poupança?"

domingo, 9 de setembro de 2012

Livro – O jeito Warren Buffet de investir


O livro “O jeito Warren Buffett de investir” tem por objetivo mostrar e descrever os princípios que levam Warren Buffet a escolher uma empresa. Considerado por muitos o maior investidor que já existiu, Warren Buffett transformou uma defasada empresa têxtil, chamada Berkshire Hathaway, em uma holding com mais de 100 empresas de diferentes ramos.

O autor do livro é Robert G. Hagstrom. Segundo seu próprio livro, Hagstrom é vice-presidente sênior da Legg Mason Capital Management e administrador da carteira Legg Mason Growth Trust. Seu interesse por  Warren Buffett surgiu quando estava em treinamento para se tornar um corretor de investimentos da Legg Mason. Como parte do material de treinamento, ele deveria ler um relatório anual da Berkshire Hathaway, escrito por Buffet. Ele ficou impressionado com a clareza de Buffet ao dissertar sobre o mercado de ações.

quinta-feira, 6 de setembro de 2012

Aportes mensais te ajudam a perder para o mercado

É isso mesmo que você leu! Dependendo de como você compara seus rendimentos com o mercado, você poderá ficar decepcionado. Duvida? Então vamos verificar a planilha.
Na imagem abaixo existem duas tabelas: Mercado e Investidor. Cada planilha ilustra a evolução em um período de 240 meses (ou 20 anos).
Vamos considerar que o Mercado é um índice ao estilo iBovespa, com uma marca inicial de 10.000 pontos.  Apesar de seus altos e baixos, ele conseguiu uma valorização mensal de 1%.
Em contrapartida, o investidor fez aportes mensais de R$100,00. Além disso, ele conseguiu superar consistentemente o mercado, obtendo ma rentabilidade de 1,2% ao mês.