sábado, 9 de março de 2019

Você já declarou seu Imposto de Renda para o Leãozinho neste ano?

Começou a temporada de declaração de Imposto de Renda. Lembre-se que Paulo Guedes e sua equipe econômica querem saber tudo sobre seu patrimônio e seus rendimentos. 

Se você possui investimentos, sabe a importância de declará-los. Ao fazer isso ano-a-ano, você mostra para o Leão que seu patrimônio está crescendo paulatinamente e dentro dos limites de seus rendimentos. Com isso, o leãozinho ficará satisfeito apenas com as mordidas frequentes que ele já faz nos nossos amados investimentos.

Mas se você não declarar seu investimentos e lá na frente o leãozinho detectá-lo, ele ficará curioso em saber de onde você raios tirou esse investimento e por que cometeu a heresia de não declará-los. Como você ousa construir patrimônio investindo em ações, Tesouro Direto, CDB, ETF e Fundos Imobiliários e não informar? Com isso, o leão ficará chateado e se tornará uma fera implacável.

Por isso, meus amigos, gostando ou não, abra sua vida e declare seus investimentos todos os anos.

Par ajudar na tarefa, fiz há um tempo um Guia de Declaração de Imposto de Renda, que ajuda muito o público alvo deste blog, que é o investidor que aplica frequentemente em investimentos Além da Poupança. Apesar de ser um pouco antigo, o conteúdo da postagem está bem atual.

Tenha o costume de guardar os comprovantes de investimento e notas de corretagem de suas operações. Além disso, registrá-los em uma planilha também ajuda a estar ciente de onde está cada centavo investido, mantendo o investidor mais disciplinado.

De novidade relevante deste ano, vi que dependentes precisam obrigatoriamente de CPF. Então, se for seu caso, leve a certidão de nascimento de seu herdeiro e sua identificação, bem como cópias delas e 7 reais no bolso, para a Agência dos Correios mais próxima de sua casa, e peça para fazer seu CPF.

Qualquer dúvida e informações, deixe nos comentários.

22 comentários:

  1. Uma das coisas que eu mais fico puto na declaração é o fato dos prejuízos acumulados em ações, fiis e afins não já vir preenchido quando vc importa a declaração do ano anterior. Eu acho isso uma fida da putice sem tamanho e proposital, justamente pro investidor esquecer de colocar e acabar pagando IR sobre operações quando eventualmente tiver prejuízos acumulados.

    E também o fato deles perguntarem TUDO sobre os dados de imoveis possuidos agora, numero da matricula, iptu, endereço do cartorio, e o escambau... caramba, escolhe uma coisa só e pronto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se pode complicar, para que facilitar? E cada ano complica cada vez mais.
      Abraços

      Excluir
  2. Bom dia, estou passando aqui para divulgar a nova postagem do meu blog:

    Paternidade (Fatherhood)

    Aguardo sua visita e seu comentário Além da Poupança;

    futuramenterico.blogspot.com

    Abraço.

    ResponderExcluir
  3. Já fiz a parte que vêm da empresa. Como eu perdi os arquivos do ano passado, vou ter que fazer do zero a parte de bens, um saco... Crianças, tenham um backup da declaração!!

    Abraço e sucesso!

    ICV.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acesse o sistema e-CAC do site da Receita. Existe lá o arquivo da declaração de anos anteriores.

      Excluir
  4. Vi cada lugar de um jeito, como vocês declaram JCP creditados e não pagos. Pelo que vi a maioria declarar em Redimentos Tributáveis e em bens e direitos (como manda a instrução Normativa 41). Mas no próximo ano como fica? Só zera Bens e Direitos, ou vocês adicionam novamente em redimentos tributáveis.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tenho a mesma dúvida. Eu acrescentei em rendimentos tributáveis pois entendo que você deve declarar tudo o que recebeu. As corretoras não colocam estes valores que estavam a receber no ano anterior como recebidos no ano. Acho entranho. O manual do Abacus liquid fala que não PRECISA informar novamente.

      Excluir
  5. Anonimo o que vai receber em 2019 declara em bens e direito cod 99 e proximo ano em rend. subj. trib. exlusiva se for jscp.

    O que mais me incomoda são as fontes pagadoras dos fiis que ainda tem obrigação de mandar pelo correio quando em plena era digital seria somente entrar no site da B3 e puxar tudo pronto e as vezes até chega errado e tem que pedir 2a via esperando a boa vontade do escriturador ou administrador do fundo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se você tiver conta no banco escriturador pode emitir pela internet no caso das ações. No caso de FII não sei, pois não tenho este investimento.

      Excluir
  6. JCP creditados e não pagos:
    Primeiramente, declara o TOTAL líquido de JCP em rendimentos sujeitos à tributação e a parte que NÃO foi paga em 2018 vc DEVE declarar em bens e direitos, como crédito em trânsito referente a JCP a receber em 2019 da Empresa XYZ, CNPJ xxxxxx. Se tiver algum saldo de 2017 irá aparecer no seu informe de rendimentos, caso seja uma ação nova em carteira a situação em 2017 ficará zerada e 2018 irá constar a parte que não foi paga no ano passado.
    Basta observar no seu informe de rendimentos o que foi pago em 2018 e o que será pago em 2019. Não tem mistério.

    ResponderExcluir
  7. Da Declaração de IR 2017 para IR 2018 meu patrimônio aumentou 50%. Rumo à independência financeira!!! Minha meta é chegar lá em 10 anos. :)

    ResponderExcluir
  8. Comecei esse ano a aplicar meu suado dinheirinho em renda variável.
    Por enquanto não vão entrar na minha declaração, mas prometo acompanhar para não perder nada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E cada ano o bolo cresce. Acompanhe para manter a disciplina.
      Abraços e suicesso

      Excluir
  9. "Embora todos os meses tenhamos de lidar com o monstro "retendo na fonte" uma considerável fatia da nossa renda, é no final do mês de abril que o imposto de renda se torna uma forma de espoliação ainda mais explícita e ainda mais insultuosa para o cidadão, que é obrigado a entregar ao governo — tal qual um cidadão da Alemanha Oriental perante o STASI — um relato minucioso de todas as suas movimentações e fontes de renda.

    A declaração do imposto de renda tanto de pessoa física quanto de pessoa jurídica é um exercício que mostra perfeitamente por que somos duplamente escravos do governo: além de termos de entregar parte da nossa renda para os burocratas, o governo ainda nos força a fazer todo o trabalho de declaração gratuitamente, sob ameaça de encarceramento caso algum detalhe seja esquecido"

    Lew Rockwell

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá anon,
      É exatamente isso mesmo. Você trabalha de graça para fornecer todas as suas informações. E cada ano eles pedem mais.
      Abraços

      Excluir
  10. Seu Guia da Declaração de Imposto de Renda, ajuda bastante, é um excelente passo a passo.

    Abraço e bons investimentos.

    ResponderExcluir
  11. kd as carteiras ? B&H? formula magica ? ...

    ResponderExcluir
  12. Boa noite. Vendi ações com lucro de cerca de R$ 42.000,00, em um total de venda superior a R$ 120.000,00 no mês. Terei de recolher um IR de cerca de R$ 9.000,00 (R$ 1.800,00 em multas). Nao tenho prejuízo anterior a compensar, somente posterior, o que não é admitido. Como faço para sonegar?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá anon,
      Paulo Guedes vai precisar de seu imposto para investir em saúde, educação e segurança gratuita e de alta qualidade. Então pague.
      Abraços

      Excluir
    2. Nos EUA? kkkkkk

      Excluir

Anônimos, contribuem e deixem um nome para que seja possível outras pessoas fazerem referências, estabelecendo melhor a troca de ideias. Educação é sempre bem vista.
Mensagens de trolls serão moderadas.