sexta-feira, 13 de agosto de 2021

Uber Adventures no Canada – “Eu acho justo porque você tem c0r”


Fala sua burguesada! Tudo bem?

Como alguns de vocês sabem, faço Uber aqui no Canadá e, por isso, de vez em quando acontecem certas coisas.

99% das corridas são regulares. Mas vez ou outra tenho uma surpresa.

Hoje venho contar uma das várias histórias que pertencem ao 1%.

Lembrando que o que vou descrever aqui é verdade, sem aumentar nem diminuir.

Certa vez estava andando pela cidade quando o aplicativo tocou. Chegando ao local, um homem entrou no carro, banco de trás, como de costume. Vamos chamá-lo aqui de Mike. Homem caucasiano, típico canadense, mas com cabelo moreno, na casa dos 45 anos de idade.

Assim que ele entrou, senti o cheiro de álcool. Era noite, por volta das 21h, e peguei ele na região de restaurantes aqui de London.

Mike: “Oi, como vai você?”

Eu: “Tudo bem. E com você?”

Mike: “Tudo bem. Está de saco cheio de dirigir para bêbados?”

Eu: “Não. Eu acho que todo mundo tem o direito de se divertir bebendo.”

Mike: “Você é um cara legal. É bom ver que as coisas estão voltando ao normal mas temos que usar máscaras.”

Eu: “Você já foi vacinado?”

Mike: “Fui sim. Completamente. Eu sou trabalhador de linha de frente. Trabalho em um hospital.”

Lembrando que isso aconteceu quando as pessoas ainda estavam começando a se vacinar. Não era fácil encontrar uma pessoa que tinha tomado ainda a primeira vacina, quanto mais as duas. Eu, por exemplo, não tinha.

Eu: “Então você pode tirar a máscara, se quiser.”

Mike: “Ah que bom. Graças a Deus. Eu não gosto de usar máscara”.

Eu: “Eu também não. Posso tirar a minha?”

Mike: “Claro. Você é daqui de London?”

Essa pergunta “Você é daqui de London?” é uma forma educada de perguntar “De onde você é?”, porque é óbvio que não sou de London, nem do Canadá. Por mais que eu vez ou outra fale bem, eu tenho um forte e perceptível sotaque estrangeiro.

Eu: “Sou brasileiro.

Mike: “Brasileiro? Que legal. Mas porque você veio para o Canadá”.

Eu: “É complicado. Nós temos muitos problemas por lá”.

Mike: “Eu tenho ideia. Nós temos problemas aqui também, mas aqui as pessoas reclamam de coisas como frio e o meio ambiente. Lá as coisas são diferentes.

Detalhe. Ele estava bêbado e estava falando de forma estranha, pausada, descoordenada.

Eu: “Sim. Aqui reclamam de meio ambiente. Lá temos problemas como violência, corrupção, fome, essas coisas.”

Mike: “Entendo. Mas você nos ama ou nos odeia?”

Eu fiquei meio confuso quando ele perguntou isso. Como assim, você nos ama ou nos odeia? O que ele quis dizer com isso?

Eu: “Eu amo vocês. Vocês me deram oportunidade para vir para cá e estudar. Eu estou adorando seu país.

A partir desse momento, ele começou a falar de forma bem confusa. Ele próprio estava ciente que estava confuso. Ele falava coisas como:

Mike: “As pessoas têm que prestar atenção ao que eles assistem”.

Mike: “Em resumo, eu acho que as pessoas têm que parar de assistir Fox News”.

Nesse momento eu entendi o que ele estava querendo dizer. Para quem não sabe, a Fox News é considerada, por alguns, como uma emissora politicamente de direita. Se ele estava reclamando disso, logo é porque ele se posiciona na esquerda.

A gente já estava próximo ao local de chegada.

Mike: “Você é casado?”

Eu: “Sim, e tenho um filho”

Mike: “Eu também sou casado. E você sabe, minha esposa é branca, e eu tenho duas filhas, brancas e de olhos verdes”.

Mas ele disse isso aí em cima com um tom de lamentação. Releia a frase acima como uma pessoa que tem uma espécie de remorso, de arrependimento, do tipo “Meu Deus, estou fazendo tudo errado...”.

Eu: “Então suas filhas são bonitas.”

Ele ficou quieto.

Nos momentos seguintes, o GPS mandava ir para uma rua que estava em obra. Ele então foi me indicando o melhor caminho para chegar ao destino.

Chegando na casa dele, ele me acende a luz do carro, abre a carteira e puxa um bolinho de notas de 20 dólares (tinha umas 15 notas). Eu pensei "Será que é maluco e vai me oferecer esse bolinho? Acho que não". Ele pega uma e oferece.

Eu: “Você não precisa fazer isso.”

Mike: “Não, tudo bem. Eu insisto. Eu sempre ofereço gorjeta. Além disso, eu acho justo porque você tem cor.”

Eu me senti mal nessa hora.

Eu: “Mas isso não importa. (But, it doesn't matter.)”

Mike: “Mas pode pegar. Sem problema.”

Eu peguei.

Eu: “Obrigado”

Mike: “De nada. Tenha uma boa noite.”

Ele saiu. Enquanto estava manobrando o carro, fiquei pensando sobre o ocorrido.

Ele é um cara bacana. Mas é um tipo de cara que está politicamente cego. Tudo ele interpreta politicamente. Quando você expõe, mesmo que indiretamente, suas convicções políticas para o Uber, alguma coisa não está certa.

Aquela hora que ele perguntou se eu amo ou odeio eles é se eu tinha algum ressentimento pelos brancos? Whatfuck. Se eu falasse que odeio, ele ia tratar isso com naturalidade.

Ele deve ser o tipo de cara que adora Black Lives Matter, assiste canais de esquerda, pensa que o branco explora o negro, e se sente mal por isso, a ponto de lamentar a própria família que tem.

O engraçado é que por lutar por um mundo com menos preconceito, ele acaba causando preconceito. Afinal, racismo, mesmo que positivo, ainda é racismo.

Essa é a primeira vez que me senti diretamente tratado de forma diferente aqui no Canadá por ser negro.

Eu espero que ele acorde a tempo, pois alguma pessoa pode se aproveitar dessa visão dele. Pessoas são pessoas. Independente de cor, sexo, religião, orientação sexual, há os bons e há os ruins.

O ideal é quando as pessoas esquecem que são brancas, negras, amarelas, seja o que for, tratando isso apenas como um detalhe, e se tratem pelo que elas são: pessoas.

Mas de qualquer forma, não reclamo da gorjeta. Vintão (o que equivale a 80 reais) me ajuda, kkkkkk.

Essa com certeza foi a viagem mais diferente daquele dia.

Bem, é isso. O que acharam? Deixem nos comentários.

40 comentários:

  1. Vc é negro, AdP?
    Ou “de cor” apenas por ser brasileiro ?

    ResponderExcluir
  2. Racismo ou não pelo menos deu os vintão kkkkk, mas é engraçado, eu nunca daria 20 reais pra nenhum uber de gorjeta por causa da cor, mas daria se fosse um serviço top

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá anon,
      Minha corrida foi bem normal, nada top. Vai entender.
      Abraços

      Excluir
  3. O que o álcool não faz...

    ResponderExcluir
  4. Radicalismo ideológico, de direita ou de esquerda, deixa as pessoas mentalmente doentes, incapazes de ter uma visão crítica da realidade, passam a enxergar e a julga a tudo e a todos pelo ótica da ideologia.
    E o pior é que as redes sociais reforçam esse radicalismo ao criar bolhas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá anon,
      Concordo contigo.
      identifico-me com a direita, mas sou crítico.
      Abraços

      Excluir
  5. este é o efeito pretendido pela Teoria Crítica Racial: fazer com que brancos sintam culpa por serem brancos.
    "plac, plac, plac. Parabéns TRC, vocês estão conseguindo!"

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá anon,
      Não conhecia está teoria, mas parece que está surgindo seu efeito em alguns.
      Abraços

      Excluir
    2. Depois dê uma procurada. Ela é bem forte no Canadá e EUA.
      Gostaria do seu ponto de vista, se tiver tempo para isso.
      O negócio é bem complexo, viu

      Excluir
  6. Oi, AdP. Te acompanho há anos e nem sabia que você era negro. Sinceramente, acho isso meio que irrelevante.

    ResponderExcluir
  7. Olá, ADP.

    Esse está totalmente desviado. Hoje a mídia joga as pessoas contra as outras. E muitos não percebem que estão sendo usados. Eu não sei hoje, mas quando eu morava na roça todo mundo era tratado igual, independente de cor. Hoje vejo gente com receio de falar que a outra pessoa é negra, por exemplo. Chama-se de moreninho. Eu sou pardo e convivo com gente de todo tipo e nunca importei com a cor ou raça.

    Que bom que as coisas estão dando certo por aí.

    Cowboy Investidor

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Cowboy,
      Hoje as pessoas estão cheias de "não me toque". Tudo ofende.
      Aqui está indo tudo bem.
      Abraços

      Excluir
  8. Acho engraçado/triste como alguns enxergam "cor" (seja para o bem ou para o mal) em vez de enxergarem apenas pessoas.

    ResponderExcluir
  9. vc é negro?
    sempre imaginei que vc fosse amarelo e tivesse o formato da letra "A", hehe
    preto e daí? pais racista, hein?
    boa sorte!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Scant,
      Uma letra A amarela seria uma raça interessante, kkkk.
      Até que o país não é racista não. Me tratam da mesma forma que tratariam outra pessoa.
      Abraços

      Excluir
  10. Esse tipo de gente são aqueles que acham que estão lutando contra o racismo, mas acabam te tratando diferente apenas pela cor. Um personagem bem caricato que representa esse tipo de pessoa é a Srta. Morello do seriado Todo Mundo Odeia o Cris.

    Infelizmente as pessoas estão cada vez mais idiotizadas e radicalizadas nas suas bolhas políticas.

    Grande abç ADP. Sou seu fã.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá anon,
      Lembrou bem da Srta Morello.
      Tem gente que não percebe que mais causam problemas do que solucionam.
      Abraços

      Excluir
  11. Ganhou 20 doletas! Turbina o aporte rsrs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Rafael,
      Por enquanto vai para as despesas normais do dia a dia mesmo. Quem sabe no futuro.
      Abraços

      Excluir
  12. Temos problemas de racismo, mas é bem diferente em país rico e que recebe muito estrangeiro. Talvez BLM tenha um apelo maior nesses países

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá anon,
      Aqui esta cultura do BLM é mais forte.
      Faço Uber entregando comida também (Uber Eats) e não é raro eu estar entregando em uma casa e eles ter uma placa na porta escrito Black Lives Matter. Já vi pessoas segurando cartazes e até escrevendo no carro. E no geral são pessoas brancas fazendo isso. O apelo é aqui é maior. Eu simplesmente não dou bola.
      Abraços

      Excluir
    2. Um dia um nativo vai implorar para vc copular com a filha dele só para ele poder ganhar um neto colorido

      Excluir
  13. Pô ADP você tirou a máscara sem ter a vacina? Por favor não me diga que você é um negacionista....... será a maior decepção :-) Você é da linha dos bolsominion?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pelas postagens mais antigas dele e pelos blogs recomendados dá pra notar que ele simpatiza com conservadorismo religioso na política. Então provavelmente votou no Bolsonaro e ainda deve preferi-lo no poder em vez de alguém de esquerda. A evasiva dele em falar sobre covid e atitudes como essa de tirar a máscara também leva-nos a interpretar que ele duvida das recomendações médicas ou simplesmente assume o risco e não se importa com o contágio. Mesmo que seja decepcionante, melhor ignorar e manter o respeito. Se saber disso for muito revoltante, melhor nem ler mais o blog apenas. Eu, particularmente, revolto-me com essas imprudências pois minha mãe quase morreu devido à doença. Ainda assim, passo aqui no blog por hábito... Fazer o que...

      Excluir
    2. Vocês são tão politizados quanto o cara desta postagem do Uber.
      Irrelevante o que politicamente penso e meu viés político. Você estão aqui para saber em quem votei ou para trocar ideia sobre investimentos (e agora sobre Canadá?).
      Não simpatizo com nenhum político. Nenhum. Luladrão, Solnorabo, Coroné Gomes, democracia é a escolha do menos pior.
      Arthur, dá trela não porque aqui tem um hater que adora gastar seu tempo aqui. Só respondi a postagem em respeito a você, não ao anon.
      Abraços

      Excluir
    3. Olá, ADP. Com certeza venho para absorver outras visões sobre o mundo dos investimentos. O comentário envolveu política, então te enquadrei num espectro político apenas pra mensagem que eu queria passar: respeito às pessoas independente de em quem elas votaram. Se você sentiu-se desrespeitado pela suposição, peço desculpas.

      Excluir
    4. Que nada, amigo. Me expressei mal. O comentário fiz direcionado ao anon, que é provavelmente o hater do blog.
      Abraços e sucesso

      Excluir
  14. Esse tal do racismo é um negócio complicado, as vezes a gente é e não percebe. Da mesma forma também em relação a outras questões, a gente meio que repete tudo que a gente vê quando é criança... e depois de adulto a gente começa perceber que algumas coisas que a gente viu/aprendeu são erradas, mas as vezes sem querer a gente acaba falando alguma bobagem e só percebe depois, estes dias eu quase fiz isso.

    Fui jantar com alguns amigos, e um deles era gay, uma hora ele estava mostrando umas fotos que ele tirou todo maquiado fantasiado de malévola, e eu quase que disse: "mas que gay!" me segurei na hora quando me lembrei que ele era mesmo, aí depois fiquei pensando que as vezes eu sou machista e nem percebo, se tivesse entre amigos héteros e visse aquela foto provavelmente diria essa frase sem perceber o erro.

    Sucesso ai no Canadá! Abs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Bilionário,
      Pois é. Tem que se policiar. Mas no máximo seria uma ofensa sem intenção. Sei que você nada tem contra eles, seria amigo, fecharia negócios, etc.
      Abraços

      Excluir
  15. Que bizarro, meu Deus, as pessoas perderam o bom senso, tudo hoje é político. Saudades da época em que o brasileiro era alienado e sabiam o nome dos 11 jogadores da seleção e não o nome dos 11 ministros do STF, kkkkk

    ResponderExcluir
  16. Bom, não precisa ser de esquerda pra saber que a Fox News é um canal de direita e conservador. A própria emissora se coloca assim . Durante décadas o chefão da empresa foi um cara ligado aos governos Reagan e Bush-pai. Morando no Canadá vc já deveria ter percebido que essa esquizofrenia política que é incapaz de enxergar a direita e vê qse tudo como marxismo é bem própria do Brasil.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá anon,
      Acho que no fundo tanto faz. Povão mesmo não está nem aí pra essas coisas.
      Abraços

      Excluir
  17. Cara, seu post foi sensacional, AdP. TUDO politizado. Black Lives Matter, hum. All Lives Matter! If anyone needs to put a color in such a frase, what a racist they are!
    Outra coisa, não aguento mais essas pessoas que ficam criticando você porque não quer usar máscara em todo local, ou porque não confia na picada que supostamente imuniza. Recentemente escrevi um posto sobre tudo isso lá no meu blog, AdP, se puder, dá uma passada lá. Só rpa deixar claro, eu me vacinei, e recomendo a vacinação. O que não suporto é ver esse pessoal relegando ao cancelamento e xingando de negacionista uma pessoa só porque ela não confia na vacina, que diga-se de passagem, TODAS estão em fase de testes.

    ResponderExcluir
  18. Nao sabe o que é teria critica racial, Adp?
    vai vendo...

    Pennsylvania professor teaches White people committing suicide can be an 'ethical' act

    https://www.foxnews.com/us/professor-white-people-committing-suicide-ethical-act

    ResponderExcluir
  19. Perfeito AdP: "O ideal é quando as pessoas esquecem que são brancas, negras, amarelas, seja o que for, tratando isso apenas como um detalhe, e se tratem pelo que elas são: pessoas."

    Abs.

    ResponderExcluir

Seja educado. Mensagens de trolls serão moderadas.