quarta-feira, 1 de julho de 2015

Fechamento - Junho de 2015

Apesar dos solavancos derivados das turbulências internacionais e principalmente das notícias sobre a situação politicoeconômica brasileira, o mês terminou estável para a bolsa. Junho também foi marcado pelo meu retorno ao Tesouro Direto após 1 ano e 2 meses ausente desta modalidade de investimento.

No tocante ao Ibovespa, as maiores altas do mês foram de MRFG3 (39,8%), CIEL3 (9,5%) e ENBR3 (9,5%). Na ponta negativa estão USIM5 (-19,2%), GOAU4 (-18,3%) e OIBR4 (-17,2%).

Caso queira escutar uma música durante a leitura da postagem:


Vamos aos números:
Seção Tesouro Direto – TD
Como relatei no comecinho desta postagem, voltei a investir no Tesouro Direto. Os recursos que utilizei foram retirados do caixa que eu tinha em Fundos Imobiliários. O motivo de eu ter feito esta operação foi (1) minha indecisão de escolher qual FII comprar e (2) a maior atratividade que o Tesouro Direto vem apresentando. Comprei um pouquinho de Tesouro Selic, com vencimento em 2021 (o que não quer dizer necessariamente que carregarei até este ano) baseado na demonstração de que o Copom aparentemente manterá a escalada da Taxa Selic para conter a inflação.

Seção Fundos Imobiliários - FII
Esta seção mostra detalhes dos FII que compõem a carteira.
A tabela abaixo contém uma visão geral dos FII, mostrando o seu código, o preço médio de aquisição, o preço de fechamento do mês atual, os aluguéis históricos por cota e a valorização atual, que é o cálculo levando em consideração o preço médio, preço de fechamento e aluguéis históricos recebidos.


Aluguéis recebidos:


Alocação da carteira:


Conforme relatado, transferi recursos para compra de títulos públicos, o que minguou meu caixa destinado a compra de FII. Ainda decidirei o que farei (por enquanto) com os proventos que receberei com os aluguéis, se os mantenho em caixa, recompro FII ou faço compras de títulos públicos.

Seção de ações
Esta seção mostra detalhes das ações que compõem a carteira.
A tabela abaixo contém uma visão geral das ações, mostrando o seu código, o preço médio de aquisição, o preço de fechamento do mês atual, os dividendos históricos por ação e a valorização atual, que é o cálculo levando em consideração o preço médio, preço de fechamento e dividendos.


Dividendos recebidos:

Ainda consegui receber um resíduo de proventos da Cemig provenientes da época que ainda era sócio da empresa.

Compras realizados no mês:


Abaixo a valorização de cada ação no mês e no ano:






Abaixo está a tabela de remanejamento de ações, contendo a porcentagem atual e a porcentagem pretendida.



Conclusão da seção de ações
Neste mês, a carteira de ações obteve uma rentabilidade de -0,5%, acumulando -0,76% no ano. Enquanto isso o Ibovespa obteve rentabilidade de 0,61% no mês, acumulando 6,15% no ano.

Abaixo um gráfico comparando o desempenho da carteira de ações com o Ibovespa, o CDI e o ISE desde seu ponto inicial no final de dezembro de 2010.



Resultado Consolidado
Esta seção reúne o FII e as ações, fazendo uma consolidação dos resultados.

Carteira de investimentos com valorização 1,2% no mês, acumulando 3,86% no ano.



Frase para reflexão:
"A maioria das pessoas preferiria morrer a pensar. Muitas o fazem." Bertrand Russell

Seguindo com disciplina e determinação!

Veja também

De nenhuma forma esta postagem destina-se a explanar recomendações ou dicas de compra, venda ou manutenção de qualquer um dos ativos listados. Lembre-se que esta postagem foi feita por uma pessoa comum, assim como você. A responsabilidade pelo resultado de seus investimentos é exclusivamente sua. Então estude, dedique-se e tire suas próprias conclusões. Com certeza você tem capacidade para isso.

47 comentários:

  1. Fala ADP Também estou posicionado no TD, e minha posição é pesada! os FII estão subindo muito e parece que o TD já bate o rendimento de alguns FII facilmente.
    Bem possível que se a coisa continuar indo para as alturas eu va comprar ações e TD.
    Tenho um preço de corte do investimento e o retorno esperado com dividendos, não lhe incomoda uma possível redução de rendimentos da Cemig por intervenção estatal?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Mestre,
      Sim, os FII estão subind bastante e o Yield fica menos atrativo. Mais um motivo de eu investir em TD, pelo menos por enquanto.
      Eu não tenho mais ações da Cemig há algum tempo. O que acontece é que antes da venda eu consegui obter os direitos de recibimento de alguns proventos da empresa. Como ela demora para pagar, só agora que recebi.
      Abraços

      Excluir
  2. Boa carteira ADP!

    Estou começando a te acompanhar agora então não sei direito sobre seus planos mas não seria interessante diversificar um pouco mais?

    Acho que tem bastante papéis interessantes de fora da sua carteira!

    Um grande abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Gabriel, seja bem vindo.
      Eu não tenho um valor expressivo. Se você voltar um pouco no blog, verá que comecei com menos de 15 mil reais e consegui, através od tempo, passar de 100 mil reais. Depois disso parei de divulgar os valores, mas não estou longe deste valor. Se eu for diversificar muito, tendo por exemplo mais de 10 ações, mais de 10 FII e ainda ter um pézinho no Tesouro Direto, vou investir menos de 5 mil reais em cada ativo. Particularmente acho este valor baixo, então prefiro concentrar mais.
      Abraços e sucesso

      Excluir
  3. Também comprei CGRA e ALUP este mês...
    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa, sócio, espero que nossa compra seja benéfica ao longo do tempo. Prevejo mais solavancos em CGRA4. O setor está complicado.
      Abraços

      Excluir
    2. Se a CGRA for respeitar o canal histórico vai chegar em breve nos 10,50...
      https://plus.google.com/u/0/101876485339678246536/posts/KXbZj29iWTc?pid=6168461602379863426&oid=101876485339678246536

      Excluir
  4. MRFG3 só deu alegrias nesse mês. USIM5 continua maltratando. Parabéns pela rentabilidade de 1.2% nesse mês!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Acumular Patrimônio,
      São duas empresas que não invisto por não gostar de seus subsetores.
      Abraços

      Excluir
  5. Olá ADP,
    Sabia decisão sua em ter títulos pós-fixados na carteira. Com o patamar de juros atual e a expectativa de elevação, fica difícil bater a renda fixa.

    www.nzofinancas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Nzo,
      Esta foi a minha ideia ao adicioná-los.
      Abraços

      Excluir
  6. Boa compra de Alupar, preço bem atrativo, logo teremos distribuição de dividendos dela , bom também assim como alguns colegas disseram acima, também acho sua carteira de ações e fundos demasiadamente concentrada, más cada um tem que investir da forma que te leva a mais tranquilidade. Abraço bom mês a vc e sua família.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Beto, mais um que se junta ao coro, rs.
      É como eu disse, não gosto de aplicar pouco em muitos ativos. Prefiro concentrar um pouquinho mais, pelo menos enquanto tenho uma carteira com poucos recursos.
      Abraços e sucesso para você e sua família.

      Excluir
  7. Parabéns ADP!

    Obter uma valorização na carteira em mês com tantas noticias ruim, não é fácil.

    Tenho pensado e lido bastante sobre renda passiva, dividendos, diversificação de investimentos, etc...

    Então, creio que o investimento em TD é bem feito em busca da diversificação dos investimentos.

    Uma abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá InM,
      Veremos se o investimento em TD foi acertado. Mesmo assim, a grana investida nele não é alta e nã opretendo levá-lo até o final.
      Abraços

      Excluir
  8. Olá ADP,

    Vc já leu a nova postagem do Dimarcinho?
    Está falando também sobre seus investimentos.
    http://di-finance.blogspot.com.br/2015/07/o-longo-prazo-que-quase-sempre-e-curto.html

    Comente lá. Quero saber seu ponto de vista. Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá ID,
      Eu li sim. Eu acompanho todos os blogs, apesar de nem sempre comentar.
      É natural que, por vários motivos, um investidor faça mudanças em sua carteira ao longo do tempo. Tirando minha própria e curta trajetória como exemplo, comecei com um capital de cerca de 12 mil reais, iniciando a compra de 4 ativos, mas com o objetivo de aumentar este leque. Conforme o tempo foi passando, o tamanho da carteira foi multiplicado por 10, adquiri maior conhecimento em minhas leituras, adquiri maior experiência de mercado e surgiram/sumiram oportunidades no ambiente dinâmico da bolsa. Agora me diz, qual o sentido de eu ter as mesmas 4 ações iniciais? E de onde ele tirou que no investimento de longo prazo a carteira de ações tem que ser a mesma em 100% do tempo? Sinceramente, e com o devido respeito, acho esta abordagem dele sensacionalista, apenas para causar polêmica.
      Agora, se ele acha que o investimento de longo prazo é aquela carteira que está 100% pronta desde o início, ou seja, aquela carteira cujo gestor fica inerte, faça chuva ou faça sol, seja a carteira valendo 10k, 100k ou 1M, mesmo que ele adquira mais experiência de mercado, as ações dele tem que estar 100% do tempo lá, sendo que nem ao menos o investidor pode fazer o exercício sadio de reavaliar ou monitorar suas próprias ações para não poder fazer mudanças, então paciência. Se for avaliar por este critério, ninguém na bolsa aplica para o longo prazo.
      Abraços

      Excluir
    2. ADP, mas ele não disse que você tem que ficar 100% ou morrer com as empresas pelo contrário...disse que sua tática como a dos demais blogueiros está certíssima!!! O que ele quis fazer...ele adora fazer isso, com o sensacionalismo que lhe é peculiar, é quebrar mais um paradigma...mais uma dessas frases de efeito, mais um senso comum, que reina em nosso meio...."que o resultado de uma boa empresa reflete-se no Longo Prazo!" Não que concorde ou discorde dessa frase...não estou no meio do muro mas acho que depende muito, para exemplificar, você mesmo, achei que você vendeu alguma ótimas empresas...mas para o seu PERFIL que sabe o que está fazendo concentrando e sente melhor assim, faz todo o sentido! Já eu teria esperado mais alguns balanços para me desfazer ou não...mas isso tudo, é relativo no geral espero alguns balanços que sejam consistentemente negativos em virtude da governança da empresa, se for algo setorial ou sistêmico, e a empresa tiver uma boa administração, mesmo com resultados negativos, não me desfaço....agora em função de algo grave principalmente relativo `a Governança um balanço pode ser o suficiente para me desfazer...por exemplo caso tivesse ações de uma empresa no centro e responsável por um escândalo como a ODEBRECHT(era uma excelente empresa, ótimos fundamentos, amiga do Rei,bem administrada, orgulho dos funcionários, case raro mesmo), venderia na hora! e como proteção ao risco diversifico muito em outras boas empresas com bons resultados e fundamentos sólidos, assim a venda de uma ou outra ação não pesa na carteira.
      Um abraço a você e ao Dimarcinho!
      Luiz Alves

      Excluir
  9. Ola Adp! Com relacao ao investimento em TD, pq nao optou por um papel com IPCA + juros?
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá BaTtD
      Por que se os juros desses títulos aumentarem, os títulos sofrerão uma desvalorização.
      Abraços

      Excluir
  10. AdP,

    Tesouro Selic 2021 tá muito atrativo. Tanto é que todos os meus investimentos agora estão sendo nesse título kkkkkk.
    Claro, com o objetivo de curtíssimo prazo.
    Na comparação com o CDI a diferença tá começando a aumentar hein? Bem-vindo ao meu mundo kkkk.

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá PR,
      Meu objetivo nele também é de curto prazo, rs.
      Sim, o CDI está se distanciando. Onde assino o cadastro do clube, rs?
      Abraços

      Excluir
  11. Esse negocio de diversificar não tá com nada, dependendo do valor investido, a unica coisa que irá fazer e deixar uma % maior nas mão dos intermediários. Mas isso não quer dizer que tem q ser no all-in, pq isso é estupidez.

    Escolhe boas empresas, que dê para acompanhar e vai.

    Parabens pelo blog ADP!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá SS. Bem vindo ao blog.
      É assim que penso. Se o valor da carteira não é grande, não vou diversificar. Não sou de investir migalha em vários ativos apenas para diversificar.
      Abraços e sucesso

      Excluir
    2. Concordo com vocês a respeito em não diversificar tanto enquanto não tiver um valor grande na carteira, infelizmente aprendi isso na pratica e agora só estou esperando o melhor momento para me desfazer de certos investimentos.
      Mas na opinião de vocês, a partir de quanto em termos de valor já poderíamos partir para um próximo investimento, uma diversificação?

      Excelente blog ADP!

      Excluir
    3. Olá Zé,
      Particularmente acho que no comecinho, o investidor pode até ter uns 6 atios diferentes, mesmo com valor baixo. Mas depois disso, só quando atingir pelo menos 10 mil em cada.
      Abraços

      Excluir
  12. Muito bacana! Estou estudando o TD para me posicionar melhor. De fato, para quem não pretende levar até o vencimento, os títulos andam de lado e pra trás (quando há perspectiva de aumento da inflação).
    Coloquei no meu blog a rentabilidade de alguns títulos picados que andei comprando.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá IpA
      Os títulos atrelados a SELIC não andam para trás, a não ser se a taxa básica de juros for negativa, o que está muito longe de ser o nosso caso. Para aplicações de curto prazo, pode ser uma boa escolha.
      Abraços

      Excluir
    2. AdP, mas na condição de venda antecipada (antes do vencimento), poderíamos dizer que um título andou para trás, não ? Ficamos sujeitados ao preço do dia, iof e ir. Foi isso que eu quis dizer.

      Grande abraço!

      Excluir
    3. Eu ainda não entendi o que você quer dizer com o "andar para trás". Acho que você está se referindo à possibilidade de vender o título com perda.
      Os títulos prefixados e atrelados ao IPCA possuem risco sim de você vender abaixo do valor comprado, mas os títulos atrelados a SELIC é mais difícil. Creio que só se você vender em data bem próxima do dia da compra ou se a SELIC for negativa, o que não é o caso. Se alguém perceber que existe outro possibilidade que esqueci, favor comente aqui.
      Abraços

      Excluir
  13. Fala ADP,

    Você vai achar que é mentira, contudo, eu estava escrevendo esse comentário no seu blog quando recebi o e-mail avisando do seu no meu, rs. Em todo o caso, eu também quero pedir desculpas caso eu tenha ofendido você e o seu blog.

    Eu sou assim mesmo, meio bruto, turrão, é personalidade de taurino, apesar de eu não acreditar em horóscopo, hehehe. Parabéns pelo desempenho no mês! E essa BBAS3, vai ser limada da carteira quando?

    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grande IL,
      Vou limar com o tempo. Como não tenho pressa, vou esperar um preço mais apropriado para tal operação, lá pela casa dos 27, 28.
      Abraços

      Excluir
  14. Mestre ADP, que vale mais a pena: LCI a 97,5% do CDI ou LFT? Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá anon,
      Não sou mestre e estou muito longe de ser um.
      Por serem isentos de IR, creio que uma taxa de 97,5% de CDI é mais atrativa que o LFT (atual Tesouro Selic). Mas tem que ver questões como liquidez e qual a confiabilidade do banco emissor de realizar o pagamento no vencimento.
      Uns cara mais informado na blogosfera sobre o assunto é o Dividendos (http://bonsdividendos.blogspot.com/) e o Guardião (http://guardiaodomobral.blogspot.com/). Deixe seu comentário por lá também.

      Abraços e sucesso.

      Excluir
  15. Num país tal qual o Brasil, o poupador, não pode se dar ao luxo de ficar fora da RF. O tesouro Selic foi uma boa escolha. Tem também excelentes oportunidades nas LCIs, LCAs, LCs e CDBs inclusive tem um do PRBC que paga 115% do CDI. Pense, também, em começar a aplicar em títulos com vencimento mais longo pois quando houver a reversão do ciclo eles iram se valorizar muito.
    Agora, estou achando o preço da EZTC atrativo, não esta não.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é. Não resisti e reabri posição na renda fixa.
      EZTC3 está ficando bem atrativa e falta pouco para ela apontar compra de acordo com minha alocação desejada.
      Abraços

      Excluir
  16. Parabéns pelo resultado! A sua carteira está muito boa! Um abraço,

    ResponderExcluir
  17. AdP, primeiramente, parabéns pelo resultado, sempre nos motivando a seguir com paciência e disciplina. Com relação ao TD, utilizou alguma calculadora para comparar a rentabilidade com outras modalidades de renda fixa? ou apenas fez a escolha dentre as opções do TD?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não fiz isso. Apenas fiz a escolha entre os tipos de TD.
      Há outras opções no mercado, como por exemplo as LCI, que muitas vezes são mais vantajosas que o TD. Entretanto, escolhi o TD por estar mais familiarizado e pela liquidez diário. Não pretendo ficar com Tesouro Selic por muito tempo.
      Abraços

      Excluir
  18. ADP, não seria interessante fazer a atualização (poupança, CDB) os dividendos que foras destinados para esse fim?
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Paitax,
      Na realidade não entendi muito bem a sua pergunta. Tem como refazê-la? Não invisto em poupança nem CDB.
      Abraços

      Excluir
  19. ADP,

    Parabéns pelo Blog, está muito bom!

    Como faz aquele gráfico comparativo com o ibov, cdi etc.?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu cheguei a fazer uma planilha para ajudar nisso:
      http://alemdapoupanca.blogspot.com.br/2013/08/planilha-de-controle-de-patrimonio.html

      Abraços

      Excluir
  20. mais um belo post.

    CDI batendo o IBOV... tá complicado hehe
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é. Mas vamos seguindo sempre de olho.
      Abraços

      Excluir
  21. Parabéns pelo resultado, honorável ADP.

    O senhor é um luminar em nosso meio.

    ResponderExcluir

Anônimos, contribuem e deixem um nome para que seja possível outras pessoas fazerem referências, estabelecendo melhor a troca de ideias. Educação é sempre bem vista.
Mensagens de trolls serão moderadas.