domingo, 2 de dezembro de 2018

Fechamento – Novembro de 2018

Mês sem grandes surpresas, de diferente apenas as definições dos ministros do governo. O mercado está eufórico, com a bolsa batendo 90 mil pontos e com muita gente otimista para o ano que vem.

No campo do Ibovespa, CIEL3, USIM5 e KLBN11 foram os destaques negativos, com respectivos -27,88%, -9,05% e -8,72% de queda. No campo positivo estão SMSL3, CPLE6 e NATU3 com respectivos 25,53%, 23,9% e 18,66%.

Vamos aos números:

segunda-feira, 12 de novembro de 2018

Destrinchando a margem líquida. Tipos de empresas e considerações importantes


Aviso: esta postagem é grande, com cerca de 2600 palavras. Leia-a com calma quando tiver um tempinho sobrando (25 minutos).
Na minha metodologia de escolha das empresas que comporão meu portfólio de ações, considero a avaliação da margem líquida um dos seus pilares fundamentais. Na minha opinião, esta variável é um forte indicador da vantagem competitiva perante seus pares, bem como mostra o grau de sobrevivência que a empresa poderá ter em mercados recessivos. Este indicador é um dos que me fornece boas suposições de que a empresa poderá se tornar lucrativa no longo prazo. Baseado nisto, esta postagem tem por objetivo compartilhar com vocês os 4 tipos existentes de empresas de acordo com sua margem líquida, bem como algumas considerações extras.
Antes de adentrarmos nestes grupos, é importante esclarecer o que é margem líquida.

quarta-feira, 31 de outubro de 2018

Fechamento – Outubro de 2018


Neste mês tivemos a definição da pessoa que governará o Brasil pelos próximos quatro anos. O candidato do PSL, Jair Bolsonaro, será o próximo presidente do Brasil. Ele enfrentará muitos problemas crônicos do país, muitos deles referentes à economia, à corrupção e à violência. O mercado gostou do resultado, fazendo o índice Ibovespa disparar no mês.
No campo do Ibovespa, SUZB3, SMLS3 e RADL3 foram os destaques negativos, com respectivos -21,28%, -18,52% e -13,27% de queda. No campo positivo estão GOLL4, CMIG3 (privatização no médio prazo?) e ELET3 com respectivos 66,52%, 54,05% e 51,52%.

Vamos aos números: 

quarta-feira, 24 de outubro de 2018

[OFF] O que o próximo presidente pode fazer pelo Brasil?


Sou partidário de que as verdadeiras mudanças não virão de políticos, mas sim dos cidadãos. Mas não podemos fugir da realidade: Brasília concentra atualmente parte significativa do poder do país e suas ações são determinantes para modificar o nível de prosperidade da nação.

Estamos às vésperas das eleições e vou expressar brevemente minha humilde opinião sobre o que o próximo presidente deveria ter como prioridade.

Considerando a liberdade econômica, se dividíssemos os países em 6 grupos, sendo eles os totalmente livres, bem livres, parcialmente livres, parcialmente fechados, bem fechados e totalmente fechados, em qual grupo você acredita que o Brasil se enquadraria? Acertou quem respondeu que o Brasil faz parte do grupo totalmente fechado. Tá certo que o país não é uma bolha isolada ao estilo Coreia do Norte, mas se pegarmos a classificação dos países e dividíssemos por seis grupos, o Brasil estaria no último.

quinta-feira, 11 de outubro de 2018

Previsão de divulgação das demonstrações - 3T18

Segue abaixo tabela com previsão de divulgação das demonstrações de 3T18. Para fins de organização, a tabela apresenta as informações em ordem cronológica e em ordem alfabética das empresas.

Lembrando que as datas abaixo são as previsões que as próprias empresas enviam para a Bovespa, estando sujeitas a alterações de última hora.

segunda-feira, 1 de outubro de 2018

Fechamento – Setembro de 2018



Neste mês as campanhas presidenciais estão a todo vapor e o mercado altera seu humor na proporção do andamento das pesquisas. Tudo indica que no segundo turno teremos o candidato do PT contra o candidato do PSL, e no próximo fechamento do mês já saberemos quem terá a caneta presidencial pelos próximos 4 anos.

No campo do Ibovespa, FLRY3, CIEL3 e VVAR11 (de novo) foram os destaques negativos, com respectivos -17,12%, -15,33% e -11,72% de queda. No campo positivo estão BRAP4, VALE3 e KROT3 com respectivos 19,31%, 11,56% e 11,55%.

Vamos aos números:

terça-feira, 18 de setembro de 2018

Quer aprender a investir? Comece comprando livros!


Ao navegar pelas páginas de internet voltadas ao público investidor, não é raro deparar-se com cursos em formato de vídeo e manuais com o propósito de “ensinar” como investir em Tesouro Direto, como analisar ações, a fórmula mágica de enriquecer e uma série de outras propostas. Porém normalmente  há um padrão nestes cursos. Ou são absurdamente caros (por exemplo, um curso em vídeo custando 600 reais), ou são “gratuitos”, mas no fim das contas há o direcionamento para algo que você vai ter que mexer no bolso.

Mas esses nem são os verdadeiros problemas já que, no final das contas, todos estes cursos não possuem a profundidade necessária para assegurar que o investidor fique em segurança no mercado. Além disso, muitos desses autores não possuem qualquer histórico que diga que eles são bons investidores. Quando procuramos por um profissional, sempre tendemos a procurar por seus trabalhos anteriores, seja ele um advogado, um professor ou até um pedreiro. Mas não entendo por que no mundo dos investimentos, basta uma foto com gravata e um site bonitinho para as pessoas sentirem confiança. Esse é um dos motivos que fazem as pessoas caírem na lábia dos gerentes de bancos e de alguns gurus da internet. É quase como se fosse uma regra não inscrita: confie seu suado dinheiro naqueles que aparentam ser bons, mesmo que não há nada concreto que diga que são.

terça-feira, 4 de setembro de 2018

Fechamento – Agosto de 2018


Mês de setembro começou e já deixou um desgosto, o incêndio do Museu Nacional, que tive a oportunidade de visitar alguns poucos anos atrás. O Brasil não dá uma folga!


No campo do Ibovespa, MRFG3, QUAL3 e VVAR11 foram os destaques negativos, com respectivos -30,24%, -21,4% e -20,62% de queda. No campo positivo estão CSNA3, BRKM5 e FIBR3 com respectivos 10,07%, 8,23% e 7,0%.

Vamos aos números: 

segunda-feira, 20 de agosto de 2018

Liquidei minha posição em criptomoedas. Saiba o porquê


Há 8 meses fiz uma postagem chamada “Acredite, o Bitcoin vale 1 trilhão”, no qual, de fato, o “valor de mercado” do Bitcoin tinha alcançado a marca de um trilhão de reais. Nesta postagem, relatei o que aconteceu com o dinheiro que tinha separado para aplicar nessas criptomoedas, o qual se multiplicou rapidamente. Entretanto, o que não sabia era que naquele momento, o Bitcoin tinha atingido seu pico de valor de mercado. De lá para cá, a moeda perdeu muito de seu valor. No momento ela está como preço de 435 bilhões de reais, o que é ainda um valor muito alto, mas bem abaixo do que valia 8 meses atrás.
Na época, também tinha comprado uma moeda chamada Raiblocks (hoje chamada Nano) pois ela não tinha custo de transação, é escassa e com transação extremamente rápida. Essa moeda estava se valorizando rapidamente pois o Bitcoin estava enfrentando severos problemas de congestionamento, com transação lenta e com custo de transação elevadíssimo. A valorização foi tamanha que minha carteira de criptomoedas chegou a valer cerca de 70 mil reais.
Entretanto, aconteceu uma grande questão. O Bitcoin passou por melhoras significativas no qual a velocidade de transação ficou bem mais rápida a custos bem menores do que era 8 meses atrás, de forma que fez com que uma moeda no formato da Nano não era tão especial assim, pois apesar de ainda Bitcoin ter custos envolvidos, esses no momento são ínfimos, mas a abrangência e o reconhecimento do Bitcoin valem mais. Alguns afirmam que a Nano é uma moeda melhor que o Bitcoin, e eu ainda concordo com isso. Mas ser melhor não basta, tem que ter usabilidade. Acho que um paralelo bom para descrever isso seria comparar o Telegram e o Whatsapp. Dizem que o primeiro é melhor, mas o segundo ainda é mais utilizado e cumpre bem sua função, além de ter sido o pioneiro.
O resultado é que a Nano viu seu valor cair vertiginosamente, junto com minha carteira.
Por que vendi?

sábado, 4 de agosto de 2018

Fechamento – Julho de 2018 e homenagem ao VDC



Neste mês a blogosfera de finanças está de luto pois tivemos a perda do nosso amigo Viver de Construção, que sofreu um mal súbito durante uma costumeira partida de futebol. Pouco tempo atrás ele estava comemorando o que ele chamou de “Tranquilidade Financeira”, que é a etapa quando seus rendimentos são iguais ao salário. O atingimento deste marco com certeza é difícil de ser alcançado, então deve ser comemorado.

Entretanto, aconteceu com ele o pior temor que todo investidor frugal possui: não poder usufruir de seu investimento.

Ficamos sabendo através desta notícia através da esposa dele, que se deu ao trabalho de logar na conta e relatar através de uma postagem o que aconteceu.

De minha parte, minha ficha demorou a cair e li a postagem com horror. Não é a primeira vez que tivemos alguém morrendo na blogosfera e sempre que isso acontece ocorre um grande sentimento de consternação.

É duro receber uma notícia destas de um blogueiro que postava com alta frequência. Entretanto, percebi que há pessoas que estão até repensando em modificar seus hábitos e até deixar de aportar. Lembre-se que temos que trabalhar com a expectativa de vida, que é a faixa de idade quando provavelmente o além irá nos chamar. Não podemos trabalhar baseados na exceção (morte subida em uma partida de futebol?!). Além disso, se o VDC estiver nos olhando de algum lugar, ele com certeza iria querer que nossa meta de aportes e investimentos fosse seguida à risca. Então meus queridos, apesar da grande perda, sigamos em frente. No campo dos investimentos não podemos marcar passo. Retroceder jamais!


Ademais, a blogosfera sentirá saudades do nosso amigo Viver de construção.


No campo do Ibovespa, EMBR3, CIEL3 e UGPA3 foram os destaques negativos, com respectivos -20,65%, -12,53% e -11,53% de queda. No campo positivo estão ELET6, ELET3 e GOLL4 com respectivos 42,29%, 41,67% e 32,53%.



Vamos aos números:

segunda-feira, 23 de julho de 2018

Previsão de divulgação das demonstrações - 2T18

Segue abaixo tabela com previsão de divulgação das demonstrações de 2T18. Para fins de organização, a tabela apresenta as informações em ordem cronológica e em ordem alfabética das empresas.

Lembrando que as datas abaixo são as previsões que as próprias empresas enviam para a Bovespa, estando sujeitas a alterações de última hora. 

sábado, 14 de julho de 2018

Aluguel é dinheiro jogado fora?



Para quem costumeiramente visita os blogs financeiros e se informa sobre o assunto, sabe que a resposta para a pergunta do título é não. Entretanto, o senso comum acredita que alugar um imóvel para morar é um ato de jogar dinheiro fora, e que o inquilino na verdade dá um dinheiro fácil para o dono do imóvel malvadão.
Ao contrário do que se pensa, essa visão não é típica do brasileiro. Digite no Google “Renting is throwing money away” (Aluguel é jogar dinheiro fora) e você verá os inúmeros artigos falando sobre o caso. Mas claro, o Brasil não estaria fora dessa lista de pensamento.
As pessoas comuns sempre remetem a ideia de que, ao alugar um imóvel, você dá dinheiro fácil para o proprietário do imóvel, cujo único trabalho é recolher o dinheiro. Além disso, o dinheiro que é dado poderia ser utilizado para o parcelamento da casa própria. Então, por que alugar? Abaixo veremos algumas razões.