segunda-feira, 24 de setembro de 2012

Não tenha medo do mercado de ações


Conforme falei com vocês nesta postagem, raramente converso com colegas de trabalho sobre investimento em ações. Porém nos raros em que converso, percebo nos olhos dos colegas o horror de pensar em investir em uma aplicação que varia de preço.

Certa vez, na época das notícias das ações do Facebook, dois colegas estavam conversando sobre investimentos em imóveis (um deles está financiando um apErtamento caríssimo), quando um deles me puxou para a conversa:

Colega 1: O ADP que deve estar rico investindo em ações. (foi um chamado pra conversa)
Colega 2: Você investe em ações, ADP?
ADP: Invisto sim um pouco.
Colega 2: Mas como você faz?
ADP: Eu utilizo as ações como poupança. Cada mês eu separo um pouquinho do salário e compro mais ações.
Colega 2: Como assim? Poupança? Mas como pode isso se elas variam toda hora?
ADP: É que eu invisto em empresas bem administradas e lucrativas. Acredito que no longo prazo elas irão mais subir do que cair.
Colega 1: Ele tá fazendo certo. Uma vez eu estava escutando aquele cara da CBN, qual o nome dele mesmo...?
ADP: Mauro Halfeld.
Colega 1: Sim. Ele falou que ações tem que ser pra longo prazo.
Colega 2: Mas eu não suportaria ver meu dinheiro cair 50% em um dia. É muita especulação.
ADP: Essa variação de preço deve ser encarada com naturalidade. Vamos supor que você decida alugar este seu apartamento por 1k reais. Hoje ele vale 150k. Se amanhã surgir um corretor falando que agora o apartamento vale 50k, mas você ainda está o alugando por 1k reais, vai fazer alguma diferença para você?
Colega 2: Acho que não.
ADP: Então por que faria diferença com as ações?
Colega 2: Mas as ações dão aluguéis?
ADP: As ações distribuem parte dos lucros. Isso se chama dividendos. Vamos supor que uma empresa distribua 20 centavos por ação. Ela vai distribuir este valor tanto faz se a ação subir e cair. E conforme a empresa for ficando lucrativa, este valor vai aumentando.
Colega 2: Mas se a empresa falir?
ADP: Se a empresa falir você não recebe nada e suas ações não vão valer nada.
Colega 2: Viu. É muito arriscado!
ADP: Calma, cara. Também não é assim. Eu estudo os balanços das empresas para estimar a saúde delas. Dificilmente eu vou acordar um dia e de uma hora para outra ver a notícia de que minha empresa faliu. Antes de uma empresa falir, ela dá sinais. De 3 em 3 meses as empresas são obrigadas a publicar sua contabilidade, e assim dá pra acompanhar. E ler um balanço não é um bicho de 7 cabeças.
Colega 1: Tá vendo cara. O ADP daqui a alguns anos vai ser que nem Eike Batista. Kkkkkkkkk.
Colega 2: Sei não. É muito arriscado.

E assim a conversa acabou. O colega 1 só não foi tão pessimista porque ele escutou o Mauro Halfeld na rádio.

Infelizmente este horror é recorrente quando o termo "ações" é falado no trabalho. Esta foi a conversa mais longa que tive lá, pois normalmente o assunto é trocado rapidamente.
Saiba que 99% do que é falado na mídia sobre ações possui um caráter sensacionalista, sem credibilidade, como esta reportagem abaixo:



O mercado de ações é tratado como uma aventura onde se consegue ganhos rápidos e fáceis. Quando a visão não é esta, a mídia ataca o mercado nos momentos de queda e desespero. Ações despencando é um prato cheio para os jornalistas, e infelizmente esta informação se torna um mantra que afasta as pessoas deste mercado. Os casos de pessoas que ficaram ricas na bolsa em décadas não ganham espaço na mídia. Quem ganha destaque são os pseudocasos de pessoas que caíram de paraquedas e que estão ganhando lucro fácil.
Dificilmente você verá um jornalista falando que uma ação é um pedaço de uma empresa e que o movimento de seu preço muitas vezes não condiz com a sua realidade. Que não é necessário um grande montante de dinheiro para aplicar na bolsa, e que as quedas fazem parte da negociação, devendo ser encaradas com naturalidade.


Dependendo de sua forma de operar, os preços das ações não serão sua prioridade de investimento. O que muitos encaram como desespero, outros encaram como oportunidade. A bolsa de valores é apenas um local onde as ações são negociadas de forma frenética, fazendo seus preços variarem. As quedas fazem parte do jogo. Entretanto, o importante é o retorno que o investidor pode ter neste mercado, que em outros mercados dificilmente terá. Enquanto um imóvel fornece apenas o aluguel, uma empresa dinâmica poderá ampliar seus negócios de variadas formas, aumentando seus lucros e recompensando seus acionistas.


A mensagem que eu quero transmitir é para que você não tenha medo do mercado de ações. Se você tem seu colchão de segurança e quer investir parte do seu salário, dê uma estudada sobre este mercado. Ser sócio das maiores empresas do Brasil pode ser um bom negócio. Não é necessário ser um gênio ou aprender metodologias mirabolantes para ter retornos respeitáveis. Não tenha medo, mas respeite-o. Perder também faz parte do jogo, logo é importante estabelecer um método com controle de risco e desenvolvê-lo ao longo do tempo. Se você fizer certinho, é possível que você tenha um retorno maior do que o meu colega que financiou o apartamento na planta.

“Vinte anos neste negócio me convenceram de que qualquer pessoa normal, usando os costumeiros 3% de capacidade do cérebro, pode selecionar ações tão bem quanto, senão melhor, que o profissional médio de mercado.” Peter Lynch

35 comentários:

  1. Excelente post, ADP! Concordo contigo!

    A mídia em geral é imediatista e raramente se presta à dar uma informação completa.. o foco é ibope e não informação.

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O imediatismo e o sensacionalismo dá mais ibope, seja qual for o assunto que a mídia esteja falando.

      Abraços

      Excluir
  2. o medo de perder nos tira a coragem de ganhar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, não só no mercado de ações. Em qualquer coisa nesta vida.

      Abraços

      Excluir
  3. "Colega 2: Sei não. É muito arriscado."

    Parece minha mãe!
    hauahuahuahuahauhauha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkk. Já ouvi isso diversas vezes.

      Excluir
    2. O problema é concepção de comprar td uma vez. As pessoas só enxergam a rentabilidade q sai no jornal nacional.

      Mas cara, vou ti falar, qdo o otimismo bate vem a época do oba-oba, todo mundo entra.

      Ti falo, pois em 2008 praticamente TODOS os meus amigos entraram na bolsa. Não q seja um dado estatístico confiável, mas acho q reflete legal o efeito manada.

      Agora, depois da crise, ti pergunto: qtos ainda estão investindo?

      Creio q pelo seu conhecimento, vai acertar fácil.

      []s!

      Excluir
  4. Parabéns AdP! Isso não vale só para ações, as pessoas tem aversão a qualquer investimento que não seja poupança pra quem tem pouco e imóvel pra quem tem muito.

    Abraço!

    Corey

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade. Empreender então é um pavor para a maioria.

      Excluir
  5. Oi AdP,
    O apego ao dinheiro é tão grande que não ajuda muito no raciocinio das pessoas, sem falar na pregui que dá tentar aprender um pouquinho a respeito de investimentos não é? Aí fica esse discurso de que mercado de ações é arriscado e perigoso, pois muitos qdo entram na primeira queda saem vendendo com prejuizo e juram nunca mais voltar.
    Maioria das pessoas não tem medo do mercado de ações e sim de viver :)
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Infelizmente muitas pegam o que a mídia propaga e assumem como verdade, sem ao menos pesquisar. Não sei por quanto tempo a poupança ainda vai ser a preferida.

      Abraços

      Excluir
  6. Fala AdP. Muito bom o texto. Gostei muito do vídeo também. Essa realmente é uma tendência que deve aumentar: mais pessoas interessadas em investir na renda variável. Pena que esses cursos estão inacessíveis para que mora distante dos grandes centros, mas vamos pra frente. Felicidades.

    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. olá IF,
      Mas você entendeu que retratei o curso do vídeo como um curso sensacionalista, não? Estes cursos pregam a bolsa como um cassino, ou local de lucro rápido e fácil. Sou totalmente contra estes cursos. Dá pra contar nos dedos os cursos realmente responsáveis, coisa que o do vídeo não é.

      Excluir
    2. Entendi sim. São justamente os cursos de boas corretoras que só abrem nas capitais (preferencialmente) que não tenho acesso. A leitura técnica sem a explicação do palestrante é que dificulta o iniciante - eu. É muito complicado. Tem até uns do youtube, mas é bem diferente do presencial, pois a dúvida é solucionada rapidamente.

      Excluir
  7. GRande ADP sempre surpreendendo nos posts!!

    ResponderExcluir
  8. Olá AdP,

    penso que o medo da bolsa irá perdurar por muitos anos. Infelizmente não temos uma boa cultura sobre finanças pessoais e muitos se guiam por notícias da mídia como por exemplo investir em poupança por pregarem que ela é muito segura (leia-se portanto que não rende nada ou quase nada).

    Se as pessoas querem um bom rendimento nos investimentos terão que arriscar mais e aí não há fórmula mágica. Muitos de nós aprendemos isto na marra:

    a). Estudar sobre finanças pessoais e investimentos.
    b). Poupar para investir.
    c). Perder algumas vezes para aprender que isto faz parte do jogo.
    d). Aprender a controlar os riscos.

    E por aí vai...

    Quando deixarmos a preguiça de lado, como disse a Ostra, e queimarmos a pestana em boas leituras, seremos melhores e aplicaremos de maneira mais acertiva o suado dinheiro.

    Não tenhamos dúvida: a bolsa é um investimento arriscado, porém há uma maneira de minimizar e controlar o risco - estudando.

    Bons investimentos.

    ResponderExcluir
  9. pow, o vídeo é meio bizarro, chegaram a dizer que ela tava tendo renda mensal de 6 mil reais com as operações no mercado financeiro..que tava pagando as contas com os lucros. Sinistro!!! Além do mais, cursos de corretoras dizem que buy and hold é uma porcaria, que tem que fazer trader, pagando mais e mais taxas..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já entrei no site da Youtrade e até hj não recebi resposta!

      Excluir
  10. Ótimo artigo, AdP!
    Aliás, esse casa legal com aquele "cagadas que fazemos quando estamos começando", sobre o lance com as ECOD3 hehehe

    Abraços!

    ResponderExcluir
  11. Eh isso ae vamos sem medo, estudando sempre e com disciplina! rsrsrs

    Estou mudando minha alocação de 20-20-60 para 10-20-70 tesouro direto - FII - AÇÕES.

    Abraços

    ResponderExcluir
  12. Excelente post!...a explicação feita sobre as ações para os colegas foi simples e direta!...parabens!!

    Abrass

    ResponderExcluir
  13. Rapaz, o que você indica pra quem só tem conta poupança ?

    Quais são os primeiros passos ?
    Preciso criar uma conta corrente?
    E o valor da manutenção da conta corrente, como diminuir ?
    Devo começar com o que ? TD, CDB, LCI ?

    Valeu .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Japonês,
      Investimentos não possuem uma receita de bolo que diz onde se deve começar e o que fazer. O investimento depende do seu perfil, do seu objetivo e do prazo que você pretende resgatá-lo.
      Recomendo comprar alguns livros que te ajudarão a conhecer o mundo dos investimentos. No blog há a seção "livros", que poderão te auxiliar. Vá acumulando dinheiro na poupança até você decidir qual caminho você pretende seguir.
      O que eu te recomendo mesmo é não seguir gerentes de banco, pois eles te oferecerão produtos vantajosos para o banco, e não para você.

      Abraços

      Excluir
  14. AdP, qual tipo de ETF lhe parece melhor? Vc gosta desta modalidade de aplicação?
    AnoniJoe

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não gosto de ETF's. Prefiro investir diretamente em ações.
      Mas se eu fosse forçado a escolher algum, acho que escolheria DIVO. Mas já te digo que não sou conhecedor de ETF's, não invisto neles, e minha "preferência" não deve ser levado a sério.

      Abraços

      Excluir
  15. Pra vcs investidores, é melhor que tenha mais gente neste mercado de ações ou não?

    vlw

    Paulo M

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que seria bom sim mais gente por alguns motivos:
      (1) Conheço pessoalmente pouquíssimas pessoas que investem. Gosto de conversar investimentos, mas conheço quase ninguém.
      (2) Acho que com mais pessoas investindo em ações, algumas empresas fechadas se abririam com o objetivo de angariar mais fundos. Mais empreas significaria um leque maior de esolhas.
      (3) Liquidez aumenta. Há empresas boas mas com liquidez muito baixa.

      Abraços

      Excluir
  16. Oi ADP boa tarde!

    Sou novata por aqui e no mundo das ações... mas gostaria de começar a investir.
    Gostaria de investir R$ 10.000,00 mais R$ 1.500,00 todo mes.
    O que vc me sugere? Por onde eu começo? Que corretora usar??
    Att.

    Cristiane

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá mamãe
      Seria irresponsabilidade minha te indicar um tipo de investimento, pois depende muito do seu perfil, do seu objetivo e de seu prazo de resgate.
      Você quer investir para que? Comprar uma casa própria, um carro, ter uma reserva de emergência, ou para buscara independência financeira? Qual o prazo? Depende muito.

      Te indico um livro que poderá te ajudar a entender melhor o mundo dos investimentos:
      http://alemdapoupanca.blogspot.com.br/2011/11/livro-arvore-do-dinheiro.html

      Te darei alguns coselhos:
      Não confie em analistas de mercado ou naquele amigo qeu conhece muito.
      Não tenha pressa de investir.
      Compre livros. Espero que goste de ler.
      Não tenha pressa de investir.
      Faça sua própria análise de investimentos.
      Não tenha pressa de investir.
      Comece pequeno. Não invista uma grande quantia de uma vez só.
      Não tenha pressa de investir.

      Abraços

      Excluir
  17. 1. comece pequeno (uns 1000 por mes)
    2. veja qual corretora atende seus requisitos (quase todas tem test drive por um mes)

    3. Vai comprar ETF ou Ação individual?
    4. Qual a porcentagem destinada em renda fixa, variavael, FII (50% 50%? 4-3-2-1?)
    5. Qual valor voce consegue perder que não faz falta pra sua vida hoje?
    6. Já tem colchão de segurança de pelo menos 6 meses, que supra suas despesas?

    tem muita coisa que deve estar pronta antes de começar direto no mercado de ações. toda casa precisa de um alicerce.

    ass. goiano

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não tinha lido sua resposta Goiano. Obrigado pela contribuição.

      Abraços

      Excluir

Anônimos, contribuem e deixem um nome para que seja possível outras pessoas fazerem referências, estabelecendo melhor a troca de ideias. Educação é sempre bem vista.
Mensagens de trolls serão moderadas.