quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

Empresas boas x Empresas ruins


Muito se fala de empresas boas e empresas ruins, mas pouco se detalha. Reuni algumas informações de diversos livros e um pouquinho da minha experiência para compilar uma tabela com comparativos entre empresas boas e ruins.

As características abaixo não incluem dados de balanços ou palavras complicadas. São termos simples, de fácil entendimento, contendo também fatores óbvios, mas algumas vezes esquecidos ou negligenciados por muitos investidores. São características não apenas das empresas da bolsa, mas de empresas fora dela e até das empresas que esbarramos no nosso dia a dia.

Claro que encontraremos empresas boas com características que a tabela abaixo declara como sendo ruins e viceversa. É importante destacar que esta tabela é apenas uma pequena lista de ideias, mas para toda regra há a sua exceção. Não levem ao pé da letra o que está escrito. Estamos falando de empresas. Diante de sua dinamicidade, não encontraremos um manual de características imutáveis e inquestionáveis. Mesmo assim, a tabela abaixo poderá nos fazer refletir.

Espero que apreciem as comparações abaixo. Não se esqueça de deixar seu comentário com complementações, oposições, ideias, dúvidas ou exemplos.




Caso seja de interesse, a planilha poderá ser baixada clicando AQUI.

53 comentários:

  1. resumiu muito benas as boas empresas, quando lia o post pensava em ambev, natura, eternit(sem amianto), eztec, vale ... todas boas empresas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Aprendiz. Que bom que gostou da postagem.

      Abraços

      Excluir
    2. Li pensando na Positivo - empresa que estou avaliando, ela acabou ficando mais pro lado vermelho.. rs
      Mas é isso. Ótimo Post.

      Ass. TOMMY

      Excluir
    3. Realmente a Positivo fica mais pro lado vermelho, mas isso não quer dizer que não se pode investir nela. Mas eu preferiria olhar outras empresas.
      Abraços

      Excluir
  2. Parafraseando alguém que gostava de falar q é difícil diferenciar as empresas boas das ruins:

    "Que lógica simples e cristalina."

    Obviamente, não são todas as características, mas é bem por aí mesmo.

    Bem legal, AdP, fez uma boa compilação mesmo!

    []s!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu gosto de ver as coisas pelo lado mais simples, mas tem gente que gosta de ver pelo lado mais complicado.

      Abraços

      Excluir
  3. "Apresentam mais promessas do que fatos".

    Essa é ótima!

    Bela análise ADP, parabéns.

    www.pobrepoupador.com

    ResponderExcluir
  4. Tai um blog que merece ser seguido, lido e comentado!

    otimo tema meu caro.

    abraço

    V. Fox

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá V Fox. Obrigado por apreciar o blog.

      Abraços

      Excluir
  5. Certo, mas isso não é valuation. O que é melhor, pagar muito caro numa empresa muita boa ou pagar barato numa empresa normal (nem muito boa, nem ruim)? A questão principal que vejo é o valuation. Pagar R$ 50.000 numa Ferrari é uma pechincha. Pagar R$ 40.000 num Fusca (mesmo que o novo) é uma burrice...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo, mas antes de começar o valuation vc precisa filtrar as boas empresas.

      De que adianta fazer um valuation da MILK11 ?

      Excluir
    2. Nesse caso, nem começa o valuation. Empresa que só dá prejuízo só pode levar se a pessoa te pagar pra você ficar com o pepino na mão. Como não existe esse tipo de operação, não dá pra comprar rs

      Excluir
    3. Exato!

      Por isso primeiro identifica-se a empresa boa.

      Depois avalia se ela está barata ou não.

      Esse negócio de mercado eficiente não existe. Só no mundo acadêmico.

      []s!

      Excluir
    4. Acho que depende do tempo.
      O próprio Buffet já dizia: se você sabe que se a empresa for liquidada vale 10 milhoes e está custando 8, e ela for liquidada em 1 mês, você fez um excelente negócio. Se for liquidada em 20 anos, por 10 milhões, foi péssimo

      Quanto maior o horizonte, mais as empresas boas levam vantagem, independentemente do preço.

      Thiago Alves

      Excluir
    5. Sim, com certeza depende do tempo. Por isso tio Buffett gosta de margens de segurança bem altas.

      Mas para uma empresa ser liquidada ela já deve estar em processo de falência.

      Veja o exemplo da Petrobras hoje: seu P/VP está abaixo de zero, mas muito dificilmente era irá falir. E mesmo que venha à falência, seria bom pro acionista!!! rsrsrsrsrs

      Mas não ocorre. É um indicador de que PODE estar barata. Além do que despesas podem ir diminuindo o VP e, assim sendo, aumentando o P/VP.

      []s!

      Excluir
    6. Não é valuation e a postagem nem teve esta intenção. A p´ropria postagem diz que não menciona informações de balanços. Esta etapa é outra. É um passo de cada vez. O processo de escolha das ações é baseado pela filtragem. Vai peneirando até encontrar o time que mais te agrada.

      Abraços

      Excluir
  6. Somente seguindo o primeiro item você já consegue excluir um "caminhão de lixo" da Bovespa.

    Abcs,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Comecei pelo mais simples, kkkkkk.
      Com experiência é até possível identificar uma empresa que conseguiu sair do prejuízo e que deu a volta por cima. Mas há tantos investidores que investem nas já consolidadas e que apresentam resultados satisfatórios, que é um caso a se pensar se vale a pena ou não correr o risco de investir nas empresas não boas.

      Abraços

      Excluir
  7. AdP,

    Boa iniciativa. Vamos ver os comentarios.

    Minha modesta opiniao: Muito se fala sobre analise fundamentalista, Warren Buffett e tal mas a esmagadora maioria de nos, investidores sardinha, nao faz nada sequer parecido com uma analise fundamentalista.

    Quem e' por exemplo que ja tentou descontar todo o fluxo de caixa futuro de uma empresa e comparou com a quotacao da acao?

    Nos meus velhos tempos de stock picker nos EUA eu costumava ler o Value Line que chegava em papel na biblioteca da minha cidade. As atualizacoes eram quinzenais mas somente de umas poucas acoes. Para toda a pasta ser atualizada gastava-se um ano. Com o Value Line eu fazia analise fundamentalista e podia dizer nao so quais empresas eram boas mas tambem quais eram BB boa e barata, nada a ver com Banco do Brasil.

    De volta ao Brasil com a fraquissima governanca corporativa que temos me vejo limitado a investir em ETFs. No Brasil nao da para saber quem e' a bola da vez. Uma pena o investimento em acoes estrangeiras ser ainda tao limitado e dificil.

    A turma do PT esta acabando com o Mercado de Capitais do Brasil. Isto e' gravissimo e tera consequencias de longo alcance.

    O que eu posso dizer e' tenham muito cuidado e lembrem se destes desgostos na hora de votar.

    Um abraco,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não tenho qualquer experiência de mercado internacional, mas acredito que qualquer ambiente possui os bons e os maus exemplos. O PT não é de hoje e posso até imaginar o rebuliço no mercado de ações quando o Sr. Lula assumiu a presidência. Entretanto a bolsa disparou.
      Abraços e sucesso

      Excluir
  8. Uma empresa com tudo isso e que esteja barata é um sonho que só em tempos de crise sistêmica, tenho minhas dúvidas se vale pagar o preço atual por Ambev (uma empresa que passa em todos os critérios acima).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É um sonho sim. Seria a empresa perfeita. Mas o mercado costuma precificar tudo e normalmente se paga mais por qualidade.
      Ambev na minha opinião está cara, mas é inegável que ela tem ótimos fundamentos.
      Olhando para trás, não faz muita diferença ter comprado Ambev antes ou depois da crise. No topo anterior à crise ela custava o equivalente hoje a 20 reais. Na crise ela caiu pra 15. 5 reais é uma boa diferença, mas nem tanto quando se compara à cotação atual de 90 reais.

      Abraços

      Excluir
    2. 5 reais não é nada, mas 5 reais em 20 são 25%. Isso num investimento de R$ 100.000 significa o equivalente a R$ 25.000. Dinheiro pra cac***!

      Excluir
    3. Sim, amigo, mas para isso ele teria que acertar o fundo exato. Claro que é dinheiro, mas quem comprou a 30 reais também se deu muito bem. E se o investidor faz compras mensais, ele comprou um pouco na região dos 25 também.

      Abraços

      Excluir
  9. Olá AdP,

    Excelente compilação de informações, ajuda bastante para o investidor que está procurando de onde começar suas análises fundamentalistas.
    Uma sugestão: Transforme essa informação em uma planilha e assim podemos ir marcando as características da empresa que estamos analisando. Pegou a ideia?

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa ideia, General. A intenção não era fazer uma planilha pois eu mesmo não gosto de ter variadas planilhas. Acaba mais confundindo do que ajudando. Mas essa daí está praticamente pronta. Vou providenciar.

      Abraços

      Excluir
    2. Eu tenho uma planilha parecida com esta.
      Elaborei também com base em diversos livros que li e um pouco da minha experiencia.
      Cada critério (pergunta) possui duas opções para marcação Sim e Não.
      Por exemplo: A empresa apresentou lucro nos últimos 10 anos?

      No final eu vejo qual a proporção de "Sim" a empresa tem.
      E assim faço como se fosse uma nota. Se 70% das respostas forem sim, a note da empresa é 7.

      Tenho usado isto como uma forma de análise qualitativa em conjunto com minhas contas fundamentalistas.
      Eu vejo se a empresa está cara ou barata de acordo com os fundamentos e se é uma empresa boa ou ruim de acordo com a nota.

      Não sei se me expressei bem...

      Abraços

      Excluir
    3. Sua planilha já contem critérios dos balanços. Acho muito válida esta opção. Inclusive, para os iniciantes, eu aconselho ter um bloco de notas para registrar ideias interessantes encontradas nos livros. Um método de escolha de ações que sigam seus próprios critérios tem uma chance muito maior de sucesso do que um método que não siga poucos critérios ou critérios alheios.

      Abraços

      Excluir
    4. O download da planilha já está disponível no final da postagem.

      Abraços

      Excluir
  10. Parabéns pela simplicidade da colocação. Acho que é por aí, tem que ser simples e prático para ser eficaz. De nada adianta diversas planilhas incríveis se você tem viver para alimentá-las. Esse é o primeiro passo, empresa boa ou ruim. Se gostou, e aqui tem o lado pessoal/subjetivo, você continua para a próxima fase, quais os valores que a empresa mostra. Seria interessante um post sobre essa próxima fase, como olhar os números da empresa. Abraço e mais uma vez parabéns.

    ResponderExcluir
  11. Olá AdP,

    Primeiramente parabéns pelo blog, que além de um ótimo conteúdo é muito didático.

    Através dele iniciei meus investimentos em renda variável.

    Essa, como as outras postagens, está simples, objetiva e muito eficaz.

    Parabéns.

    EmergenteRj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado por acompanhar o blog, Emergente.

      Abraços

      Excluir
  12. É possível complicar tudo. Quanto mais você estuda alguma coisa, mais percebe o quanto aquilo é complexo. Isso com qualquer coisa na vida.
    Também sou adepto de filtrar o que realmente é importante e essencial. Nada mais que isso.
    Abraço e parabéns pelo post

    NANO

    http://www.nanoinvestidor.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também gosto de simplificar as coisas, não só em investimentos como na vida também.

      Abraços

      Excluir
  13. Olá AdP. Sou Dr. Cooper Invest e tenho a honra de fazer meu primeiro comentário em seu blog e gostaria de convidá-lo a enriquecer o meu, conhecendo meu portfólio. Aguardo sua visita.
    http://drcooperinvest.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Sheldon, gosto muito do seu seriado.
      Vou visitar sim.
      Coloque uma lista de blogs no seu blog.

      Abraços

      Excluir
  14. Tudo bem, AP?

    Simples e espetacular este post! Será revisitado N vezes.
    E se classificássemos as empresas listadas na bolsa seguindo estes critérios? Uma lista simples e objetiva. Será que teríamos grandes surpresas?

    Valeu!

    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que você gostou da planilha. Seria interessante classificar as empresas da bolsa sim, mas esta planilha é apenas uma ferramenta de suporte. Há empresas boas que tem características listadas como ruins na planilha e vice versa.

      Abraços

      Excluir
  15. Excelente AdP, parabéns!
    O problema é que as pessoas investem em ações com foco no curto prazo. Boas empresas são lucrativas e consistente ao longo dos anos. Há momentos de baixa, mas no LP são vencedoras. Diferenciar momentos macroeconômicos ruins de problemas localizados é fundamental.

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Jônatas, é sempre muito bom ter você aqui no blog.
      Realmente, a maioria das pessoas investem pensando no curto prazo. aos poucos alguns vão mudando este pensamento.

      Abraços e sucesso.

      Excluir
    2. AdP, sempre passo por aqui é recomendo o blog.
      Ele está no brogroll do Efetividade.

      Abraço!

      Excluir
  16. Olá AdP, boas postagens e bom conteúdo, muito bom!

    ResponderExcluir
  17. Olá ADP, como sempre trazendo ótimo conteúdo para o blog, que, diga-se de passagem, é o meu favorito!! Parabéns!! Poderia, por favor, dizer quais motivos, especificamente, o levaram a venda de HTMX11B?? Obrigado ADP!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Sr, Capital, obrigado pelo apoio.
      Vendi HTMX11B por dois motivos:
      Primeiro é que ele tem a tendência de acabar. Eles estão vendendo aos poucos seus flats e a quantidade está diminuindo. Mas nada de pânico, ok? Esta informação não foi pesquisada por mim quando comprei o fundo. Na época eu olhava apenas o DY e ignorova as outras informações. Mas FII é algo que estou aprendendo, e desenvolvendo meu método de seleção para eles aos poucos. Por isso ele representam pouco na minha carteira.
      Segundo é a concentração. Eu tinha 2k reais nele e 2k em outro. É pouco dinheiro pra já sair diversificando. Quero concentrar um pouco mais.

      Abraços

      Excluir
  18. Post bem didático, todos que começam na bolsa deveriam ter uma tabela dessas ao lado, nossa, já comprei tantas empresas ruins achando que eram boas...

    Abraço!

    ResponderExcluir
  19. Excelente o seu post.. parabéns!

    Só por esse guia já se eliminariam vários micos que as pessoas apostam!

    Value Investing: Blog
    http://valueinvesting.blog.br

    ResponderExcluir
  20. Artigo interessantíssimo, parabéns!

    ResponderExcluir
  21. Esclareceu muito bem e fácil as empresas boas e ruins. Parabéns.

    ResponderExcluir

Anônimos, contribuem e deixem um nome para que seja possível outras pessoas fazerem referências, estabelecendo melhor a troca de ideias. Educação é sempre bem vista.
Mensagens de trolls serão moderadas.