terça-feira, 5 de novembro de 2013

Concursos públicos – Introdução



Como servidor público, afirmo para vocês que não foi fácil chegar ao meu atual cargo. Passei por muitas dificuldades, abri mão de diversas coisas e me submeti a condições que muitas pessoas não estariam dispostas a se submeterem. Mesmo assim, ainda não larguei esta vida de concurso. Além de concursado, continuo sendo concurseiro. 


Muitos brasileiros sonham com o ingresso no serviço público. A maior motivação é sem dúvidas a possibilidade de conseguir um salário acima da média, além de contar com a estabilidade. Não colocarei (nem queria que vocês colocassem) em mérito a utilidade do serviço público. Já li diversas críticas na internet, como por exemplo indivíduos falando que serviço público é para quem não tem capacidade de encarar a iniciativa privada, ou que almejar o serviço público é um malefício à sociedade. É como se o concurseiro cometesse um crime por tentar ser servidor público.


Se você tem esta visão, esta série de postagens não tem qualquer utilidade para você. Por isso seria interessante que você parasse de ler aqui. Digo isso porque estas postagens terão o propósito de compartilhar minhas experiências nos concursos públicos. Não estou empossado em um concurso TOP, mas garanto que a mecânica para obter êxito em concursos, seja ele qual for, não é tão diferente.


Se você tem uma mente mais aberta e vê o cargo público como um serviço parecido com outro qualquer ou que enxerga as atratividades que o serviço público oferece, mas não tem ideia de como começar, então esta série de postagens poderá ter utilidade para você.


Por que abordar o assunto de concursos públicos em um blog de investimentos? Porque o cargo público tem suas vantagens na hora de investir. Como o salário de um servidor raramente oscila, os aportes são bem previsíveis, o que auxilia no momento de realizar planejamentos. Outro fato importante que ajuda na previsibilidade do aporte é que o Estado é um pontual pagador de salários. Além disso, o salário que o concurso público oferece costuma ser mais alto do que um equivalente no serviço privado, o que ajuda bastante na hora do aporte. Como o serviço público conta com estabilidade, o servidor pode se dar ao luxo de ter um colchão de segurança pequeno, o que possibilita uma maior concentração nos investimentos. Aliando estes fatos ao que apanhei (no sentido de tomar uma surra, não de pegar) e errei até conseguir de fato um cargo público, considerei muito conveniente esta série de postagens. Antecipando os comentários, entendam que em nenhum momento disse que o serviço público é melhor para investir. Conheço pessoas que largaram o serviço público para advogar ou porque passaram em um programa de trainee e hoje estas pessoas estão muito bem


Tenha em mente que reuni alguns aspectos que acredito que são importantes na hora de estudar para concursos. Não pense que ao ler esta série de artigos você estará completamente apto para passar no primeiro concurso que aparecer. Não estou vendendo fórmulas milagrosas nem dizendo que será muito fácil passar em concursos depois que você ler estas postagens. O êxito em diversas etapas da vida, seja sobre concursos ou não, depende muito mais do que está dentro da pessoa do que está fora dela. Seja realista e aceite a premissa de que é preciso lutar para atingir seus objetivos.


Esta série de postagens será dividida em diversos itens, pois escrevi muita coisa. Até o momento, são mais de 7.800 palavras, e ainda nem terminei de escrever a série. Estimo que esta quantidade passará de 10.000. Por isso, para não transformar esta série em uma leitura cansativa, dividi seu conteúdo nos seguintes assuntos:













Espero que apreciem esta série e que ela contribua para aumentar suas chances de sucesso nos concursos públicos. Enquanto isso, deixe seu comentário.

57 comentários:

  1. Qual concurso passou? Quanto tempo estudou? Está satisfeito?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não falarei o nome do concurso, mas ele é de ensino médio. Estudei 16 meses e estou satisfeito. Mas quero mais.
      Abraços

      Excluir
    2. Vou indicar se blog à minha esposa, ela esta estudando para concurso publico.

      Excluir
    3. Adp, após passar nesse de ensino médio... vc já passou num de superior?
      está satisfeito?

      estou entrando nos consursos tb... falei disso na minha última postagem no blog... se possível, olha lá.

      abraço,
      PD7

      Excluir
    4. Olá PD7,
      Dei uma lida na sua postagem. No meu caso, atualmente meus planos são outros. Dependendo daqui a uns 3 anos eu decido o que fazer, se volto a estudar para concursos ou outra coisa.
      Abraços

      Excluir
  2. JOINHA PRA VOCE! Que venham as postagens! Abraço.

    Victor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agora apareceu este post. Estava no spam.
      Abraços

      Excluir
  3. Isso aí AdP, assuma a série que o Troll um dia pensou em fazer, mas abandonou!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu estava com esta ideia há um bom tempo mas adiava par ver a série do Troll. Mas como ele não fez, acabei fazendo uma. Cheguei a conversar com ele e ele me disse que ainda planeja fazer a série dele, e que as séries minha e dele não são excludentes. Não há problema entre eu, ele ou outra pessoa fazerem este tipo de série.
      Abraços

      Excluir
  4. Olá ADP,
    Espero que estas séries me ajudem pois eu e uma amiga estamos pensando em estudar pra concurso.
    Valeu
    VL

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também espero que te ajude. Estudar para concurso não é moleza, mas é recompensador quando se passa.
      Abraços

      Excluir
  5. Vc tem formação superior?

    ResponderExcluir
  6. Interessante, vou acompanhar. Também sou servidor público, na área do judiciário. Abs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Além de acompanhar, fique a vontade para concordar, discordar ou complementar o que eu escrever. Quanto mais gente participar mais conteúdo será agregado.
      Abraços e sucesso.

      Excluir
  7. AdP,

    Eu tb estudo para concursos. No início, sabia que não seria fácil, mas tem se mostrado mais difícil que eu imaginava.

    Outra vantagem que vejo, pelo menos para mim, é que alguns em alguns cargos se trabalha apenas 6 horas diárias. Assim temos mais tempo para estudar e acompanhar os investimentos.

    Abraço,

    Fernando

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Há cargos deste tipo sim, inclusive aqueles que trabalham em turnos. Fica melhor para estudar para outro concurso ou até para aproveitar a vida.
      Abraços

      Excluir
  8. Olá Adp.
    Sobre o concurso da Caixa/BB qual o grau de dificuldade deles? Pretendo passar ano que vem (região de São Paulo), o cargo servira como um "trampolim" para outros concursos?

    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A dificuldade do concurso depende do referencial, que é a pessoa que estuda. Quanto mais se estuda, menos difícil fica o concurso.
      Tem muito cargo trampolim no serviço público. Muita gente já pensa em sair deles antes de entrar. Isso é normal.
      Abraços

      Excluir
  9. Aguardando ansiosamente pela série, mas faça sem pressa, para garantir qualidade nos posts.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Beleza, amigo. Na verdade eu costumo ser bem devagar na criação das postagens. Demoro meses para fazer uma, com exceção das de fechamento mensal.
      Abraços

      Excluir
  10. Só uma coisa que digo, no meu caso, estudante de computação, 23 anos, atuamente na iniciativa privada ganhando 4k/mês, com um stress da porra e só consigo me ver ganhando 10k/mes se tornando um membro supremo, de outro mundo, pica das galáxias, fodarástico na computação.

    O que quero até os 26 anos, passar em um concurso que pague acima de 10k, existem vários: TCU, BACEN, CGU, STN, SENADO, CAMARA, MPU, AFRB, CVM, BNDES e por aí vai...

    Com um salário desse e tempo, tranquilidade para investir quebrar o paradigma que todos falam: em concurso público você nunca conseguirá enricar, no máximo viver bem, é lógico, as pessoas passam e esquecem de investir, apenas gastam...

    Esperando pelos posts, e vamos nessa luta de concursos públicos na área de TI.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Faço faculdade na área de TI e dentro do curso percebi que não é uma área boa para eu trabalhar. Vi que é algo bem estressante e muito prostituído. Tem que ter aquelas certificações no curriculo para chamar atenção.
      Seu salário para a sua idade não é ruim. Seu problema deve ser principalmente em relação às condições de trabalho.
      Você já está mirando um concurso TOP,e passar assim de primeira não é para qualquer um. Falarei disso na série.
      Abraços

      Excluir
  11. Fala ADP.
    Parabéns pela iniciativa!
    Estudei dois meses, fiz meu primeiro concurso e logo desanimei....
    Vou ficar no aguardo da série.
    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você cometeu um dos erros comuns que comentarei na série. E falarei sobre desânimo também. Cara, já passei por isso tudo, e será o maior prazer compartilhar isso com vocês.
      Abraços

      Excluir
  12. AdP,
    Estou começando agora neste mundo de blog de finanças e gostei muito do seu. Principalmente pela diversidade de tópicos. Não precisa se preocupar por escrever sobre concurso público no blog de finanças, qualquer informação é bem vinda.
    Abraços
    Marcos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem legal saber que você teve a iniciativa de traduzir o blog Money Mustache. Seja bem vindo blogosfera.
      Abraços

      Excluir
  13. Bela iniciativa, para quem gosta fica a dica.

    Tem muito funça na blogosfera e concurseiros, é um fenômeno interessante.

    abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Pobreta. Realmente tem muito funcionário público na blogosfera.
      Abraços

      Excluir
  14. Vou gostar muito dá serie, pois tenho muito a compartilhar tbm. Passei no 1º que tentei, mas não se enganem.... foi de nível médio, PM de Minas. Não achei difícil, mas tive que estudar. Ganhei muitas posições no teste físico. Não acho um puto serviço publico, muitos dizem que é, mas eu não acho. Como agora estou fazendo faculdade já tenho em mente tentar outro de nível superior para minha área. Outra vez fui opinar em um blog esse assunto de concurso e ser servidor publico/PM, a galera me criticou, xingou, me trataram tipo um lixo, ai larguei de mão. Vamos aguardar....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eae Helison, tudo bem?
      PM de Minas não é um concurso ruim. Que eu saiba, esta entre os 5 melhores salários de PM do Brasil, não?
      Abraços

      Excluir
  15. Colega, nao eh uma critica, longe disso, eh apenas uma reflexao.
    Eu acho que a gente ve quando o pais nao esta num bom caminho quando ha um interesse descomunal por concurso publico em detrimento da iniciativa privada.
    Sei muito bem as razoes para esse fato, como o colega ai de cima que disse que na iniciativa privada nao ve perspectiva,mas no servico publico sim.
    Isso eh uma distorcao total e absoluta das coisas, na minha opiniao. Isso na verdade apenas revela o quanto nosso pais ainda nao eh desenvolvido. Se olharmos os paises mais pobres do mundo, quase sempre a melhor coisa que existe eh trabalhar para o governo, enquanto a iniciativa privada ou eh incipiente ou sufocada pelo setor publico. O Brasil obviamente nao chega nesse ponto, mas temos muito tracos que lembram paises extramente disfuncionais.
    Uma pena, pois um pais forte se faz com uma iniciativa privada forte.
    obs1: eu sou servidor publico federal num dos cargos considerados funcoes de Estado.
    obs2: eu acho que o Estado deve ter um bom corpo tecnico como juizes, procuradores, delegados, etc, mas ha uma distorcao absurda ao pagar salarios desproporcionais em relacao a iniciativa privada para cargos de nivel medio;

    Abraco.

    Soulsurfer

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu sabia que uma hora chegariam neste assunto, rsrs.
      Pois é, no Brasil as muitas pessoas vêem perspectivas maiores na iniciativa pública do que na privada. É só notar que muita gente que está na iniciativa privada quer ir para a pública, mas o contrário esta em uma quantidade bem menor. Também acho isso ums distorção, mas fazer o que né?
      Abraços

      Excluir
  16. O anônimo acima está correto: alguma coisa está errada quando o concurso público é desproporcionalmente mais interessante que a iniciativa privada. Concordo. Mas esse tipo de visão é uma visão política. Ou uma análise de cenário. Quando vamos decidir sobre nossa carreira, relação custo-benefício, devemos abstrair essa opinião política e lidar com dados objetivos: qual é a melhor escolha para você.
    O melhor custo-benefício, ao meu ver, é empreender. O segundo, é ser o melhor em sua area. O terceiro, é ser servidor público em algumas esferas/orgãos.
    Em tempo: quem vai para o caminho do concurso achando que é uma via fácil, acaba sofrendo muito e perdendo muito tempo. Passar em um concurso que vale a pena é tão difícil quanto passar entre os primeiros lugares dos vestibulares mais concorridos (se brincar, é bem pior ainda).
    Isso é ruim para o país? Depende de como você vê o problema. Com certeza, em algumas áreas públicas, temos profissionais tão qualificados quanto a elite de muitas multinacionais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Colega,
      Concordo contigo. Minha reflexao foi mais abstrata mesmo. Quando se trata da nossa vida, devemos escolher aquilo que sera melhor para nos (desde que nao seja ilegal ou imoral). Se alguns cargos publicos oferecem ferias de 90 dias (juizes, promotores) ou outros cargos oferecem salarios muito maiores do que a iniciativa privada, cada um deve buscar aquilo que eh melhor para si.
      Entretanto, o setor publico nao cria riqueza. Ele eh muito importante, mas nao pode ser o lugar para onde boa parte dos nossos talentos eh atraida.
      O IPEA (uma das instituicoes publicas que mais admiro) fez um estudo e constatou que as habilidades exigidas num concurso publico na maioria das vezes nao sao utilizadas ou imprescindiveis para o exercicio do cargo.
      Isso do ponto de vista macro eh uma insensatez. Pense comigo, o sujeito gasta tempo e recurso em sua formacao secundaria e superior, e depois passa alguns anos estudando coisas que nao serao uteis na execucao do seu servico. Do ponto de vista coletivo, isso eh um grande desperdicio de tempo, dinheiro e talento.
      Entretanto, do ponto de vista de cada individuo nao tenho duvida que pode ser interessante em alguns casos.

      Olha, evidentemente existem pessoas muito qualificadas,mas nao eh a maioria nao. Se na minha instituicao que eh considerada de elite, eu fico horrorizado com a incompetencia gerencial e a falta de planejamento, eu fico imaginando nos servicos estaduais e municipais como nao deve ser.

      Abraco.

      Soulsurfer

      Excluir
  17. Bom dia, vou dar minha pequena opinião, sou funcionário de empresa privada, e nesta que estou, atingi o nível máximo permitido dentro da empresa, acima disso somente o cargo do dono da empresa. Mas por esse fato e outros estou estudando para concurso, e o que me levou para essa área foi, além de ter atingido o máximo nesta empresa, a minha idade ( acima dos 40).
    O que percebo do mercado privado é que pessoas acima tem muita dificuldade em conseguir novas empregos, fica sempre aquela questão, se você tem muita idade, significa que seu salário deve ser mais alto, tem também a questão de nível de estudo, a partir dessa idade, caso você não tenha pelo menos um doutorado, já é considerado ultrapassado etc etc..
    Esses foram os motivos que me dispus a investir em concurso público, temos de perceber também que as empresas exigem muito e também não aproveitam tudo que se pede.
    Por enquanto também vou focar em concursos de nível técnico, depois pensarei em outros níveis.
    Mas não considero emprego público como algo ruim, muito pelo contrário, acho uma necessidade, pois se a maquina governamental parar, o que pode acontecer???
    Para quem critica os cargos públicos vou deixar a minha visão, alguns anos atrás (20 ou 30) os bancos(privados e públicos) tinham diversos funcionários, e as filas eram imensas, veio o discurso da automação e com isso disseram que as coisas iam melhorar, muitos bancários foram demitidos, etc, resultado após a automação e home banking, temos poucos funcionários nas agências, continuamos reclamando da ineficiência do atendimento, etc etc.
    Não sei se fui claro, mas é como vejo o funcionalismo público, é ruim com ele, mas pode continuar ruim sem ele.

    ResponderExcluir
  18. Pode falar em qual área é o seu cargo? Executivo, agência, fiscal, segurança, etc?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Desculpe, amigo, mas não há a menor importância ou relevância se eu falar qual a área do meu cargo. Tem que ser 8 ou 80.
      O que eu posso falar é que meu cargo é de ensino médio e não é do Legislativo.
      Abraços

      Excluir
  19. Eu queria largar o meu emprego atual para estudar para concursos. o que me deixa com o pé atrás é a idade, já estou com 36, caso eu não passe em algum, não sei como seria voltar para o mercado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estudar para concurso e trabalhar não são tarefas excludentes. Não largue seu emprego e estude para o concurso.
      Abraços

      Excluir
  20. Parabéns pela iniciativa, indicarei seu blog para meu irmão . E aproveitando, para agradecer, pois a partir do seu e de outros blogueiros q comecei a estudar e a investir. Obrigado e continue compartilhando.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Motociclista, pelo apoio. Espero que seu irmão goste da série.
      Abraços

      Excluir
  21. Olá, AdP. Sou leitora antiga e assídua de teu blog e gostei muito da idéia desta série. Por coincidência, estou avaliando prestar um concurso de nível médio para me auxiliar financeiramente na aposentadoria. Não ria desta pergunta, fico até um pouco envergonhada, mas... existe idade limite para concursos públicos ? Tenho 57 anos... Obrigada e abs. Claudia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, não sou o AdP mas posso responder, até porque sou funcionário há alguns anos.
      Existem dois tipos de cargos públicos: os efetivos (providos por concurso, único caminho para quem não tem contatos no governo) e os comissionados, de livre nomeação e exoneração (por exemplo Ministro de Estado e Secretário Municipal).
      Nos cargos efetivos, há um limite constitucional de 70 anos, quando os servidores são compulsoriamente aposentados no dia do aniversário, e por consequência, ninguém com idade superior pode ingressar. A idade mínima para ingresso é 18 anos.
      Nos cargos de livre nomeação e exoneração, há controvérsia, com alguns órgãos aceitando e outros não, mas fato é que o funcionário mais velho do Brasil fez 100 anos em agosto (saiu até no Fantástico, procure no google: servidor mais velho).
      Espero ter ajudado.
      J.R.

      Excluir
    2. J.R., muito obrigada pelas informações ! Fiquei mais tranquila... Vou prosseguir com meu planejamento e quem sabe num futuro próximo consiga passar em algum concurso...
      Abs e bom final de semana.

      Excluir
    3. O J.R. já deu uma boa resposta.
      E estudar aos 57 anos não é vergonha nenhuma. No meu concurso não entrou apenas garotão, não. Entrou tambem pessoas que já passaram dos 40 anos.
      Abraços

      Excluir
    4. Obrigada pelas palavras, AdP. Aguardo ansiosamente os próximos capítulos da série...
      Abs, Claudia.

      Excluir
  22. AdP, não sei o que ocorre com este Google. Tem varios comentarios anons que posto (aqui postei) que somem... Não é toda hora que dá pra logar.

    Espero ansioso por esta série, eu mesmo prestando concursos com vontade desde ano passado (antes cometi o erro comum, de ir prestar sem estudar direito, parar no meio do caminho).

    Não demore e espero contar minha aprovação num concurso bom em breve...

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, Victor. Olhei lá e o Google jogou sua mensagem para o spam. Eu já recuperei sua mensagem. Espero que você goste da série.
      Abraços e sucesso.

      Excluir
  23. Sou servidor público federal, e o que eu vejo são pessoas que só querem receber altos salários sem um mínimo de esforço. Tenho muitos colegas assim. E ainda reclamam que recebem pouco.

    ResponderExcluir
  24. Quantos anos vc tem, além da poupança?

    ResponderExcluir
  25. Fala AdP,

    Vou seguir as postagens tbm estou entrando na onda de concursos públicos!

    Me add ai nos seus blogs favoritos: http://investidormochileiro.blogspot.com.br/

    Abraço,
    IM.

    ResponderExcluir
  26. Belo post, AdP!

    Sei por experiência própria que não é moleza a vida de concurseiro. Só que não tem preço a alegria de ver seu esforço recompensado!

    Se me permitir o adendo, costumo aconselhar aos que estão começando essa caminhada que leiam o livro "Como passar em provas e concursos", do William Douglas.

    Faço isso porque adoraria ter conhecido este livro assim que comecei a prestar concursos, pois me pouparia tempo e dinheiro estudando da forma errada.

    Abraço!

    ResponderExcluir
  27. Fala, AdP!

    Concurso é muito mais disciplina do que qualquer outra coisa, mas tem uns "macetinhos" pra não colocar tudo a perder no planejamento e no dia da prova.

    Creio que sua série irá responder boa parte disso tudo!

    Muito bom!

    []s!

    ResponderExcluir
  28. Grande AP, sempre agregando coisas boas em seu blog. Essa série vou seguir com muito entusiasmo... Espero que tire algumas dúvidas que ainda tenho... Estou há um ano já nos estudos. :)

    ResponderExcluir
  29. Olá ADP, vou dar um lida na série. Gostei muito da iniciativa de relacionar este assunto com os investimentos. Parabéns pelo texto.
    Abraços.
    Carlos Magno
    www.aprendizdomercado.com.br

    ResponderExcluir

Anônimos, contribuem e deixem um nome para que seja possível outras pessoas fazerem referências, estabelecendo melhor a troca de ideias. Educação é sempre bem vista.
Mensagens de trolls serão moderadas.