terça-feira, 8 de julho de 2014

Simulação de compras periódicas – CMIG4

A história não pode ser esquecida, pois através dela investidores evitam a repetição dos erros que foram cometidos e aprimoram suas estratégias através dos acertos encontrados. Nem sempre é preciso errar para aprender. Sábio é aquele que aprende com o erro dos outros.
Um modo de verificar a história é através da simulação de compras periódicas de empresas e de fundos da bolsa que ainda estão listados. É na realização destas compras que esta série é dedicada.
Já foram feitas diversas simulações. Caso você não tenha visto, comentarei brevemente sobre cada uma delas:
Embraer - Empresa com lucratividade e dividendos inconstantes.
Souza Cruz - Tradicional fabricante de cigarros, é uma empresa que opera sobre altas margens e baixo endividamento dedicada ao pagamento de dividendos.
Companhia Siderúrgica Nacional - Empresa cíclica marcada por um período de glória e crescimento e outro período de baixa e danação.
Eternit - Empresa cujos retornos dados aos acionistas foram majoritariamente provenientes dos dividendos distribuídos.
PIBB11 - É o ETF mais antigo da bolsa (listado desde 2004) com o propósito de replicar o índice IBrX-50.
A próxima ação a ser simulada é bem tradicional na bolsa de valores. A Cemig é muito conhecida pelos seus dividendos generosos e por sua recorrentes bonificações.


A Cemig é uma dos maiores grupos do setor de energia elétrica do Brasil e possui como controlador o Governo de Minas Gerais. Junto com o controlador há outros 121 mil acionistas pessoas físicas e 3,6 mil pessoas jurídicas sócias da empresa. Operacionalmente a empresa está presente em 23 estados brasileiros e no Chile, e possui concessões de geração, transmissão e distribuição de energia elétrica.

Nesta simulação adotaremos as seguintes regras:
-O aporte mensal será o equivalente a R$500,00 atuais (estamos em julho de 2014). Então, para meses anteriores, haverá um ajuste de acordo com a inflação (IPCA). Por exemplo, o aporte mensal de abril de 2006 foi de R$328,51. Teoricamente este valor daria para comprar as mesmas coisas e na mesma quantidade que podemos comprar hoje com 500 reais. Esta medida de ajuste pela inflação foi realizada com o propósito de manter o mesmo poder de compra para todos os períodos, e foi calculada pelo site http://www.calculador.com.br/calculo/correcao-valor-por-indice. O ajuste é realizado mês a mês.
-A simulação é iniciada em janeiro de 2003.
-O investidor aporta mensalmente, mas faz compras trimestrais. Logo, ele acumula dinheiro por três meses para depois comprar.
-O investidor decidiu com seu corretor para que ele compre no preço de abertura no primeiro dia de cada trimestre (primeiro dia útil de janeiro, abril, julho e outubro).
-Os dividendos e JSCP recebidos serão acumulados por três meses, de forma a coincidir com a compra trimestral.
-Os JSCP terão a sua retenção normal de 15% de imposto de renda.
-A cotação utilizada na simulação é a cotação de época, não ajustada.
-O investidor também decidiu com seu corretor para que ele compre o máximo de ações da CMIG4 possível, utilizando seu dinheiro em caixa (aportes + proventos).
-O corretor disse que será cobrada uma taxa de corretagem de 20 reais sobre cada operação de compra.
-Todos os dados utilizados para a simulação (dividendos, JSCP, cotação, desdobramentos, etc) foram retirados da Bovespa.
Realizando a simulação de compra chegaremos a tabela abaixo, resumindo o que aconteceu em cada ano. A "Cotação inicial" é a cotação de abertura do primeiro dia útil de cada ano. A "Quantidade de ações final" demonstra quantas ações o investidor teria no último dia útil de cada ano. Os "Dividendos recebidos" mostram a soma de todos os dividendos recebidos durante cada ano.


Comentários
Primeiramente o que pode estranhar é a massiva quantidade de ações compradas nos anos de 2003, 2004, 2005 e 2006. Isso acontece porque nestas épocas a maioria das ações eram negociadas em múltiplos de 1.000. Ou seja, não era possível você comprar uma ação. A quantidade mínima era 1.000. Quando víamos a cotação de R$26,45 na Bovespa, esta cotação era referente a 1.000 ações. Por consequência, um lote de ações era composto por 100.000 ações. Aos poucos as empresas foram fazendo grupamentos e atualmente a maioria das empresas hoje são negociadas pela forma unitária. Mesmo assim ainda existem empresas que persistem com o método antigo. A Bovespa disponibiliza nos confins de seu sítio eletrônico uma lista de empresas que mostra a forma de negociação. Esta lista pode ser acessada por AQUI e clicando no botão "lista completa". Apesar de não ter tanto tempo, esta diferenciação é largamente desconhecida pelos atuais investidores e talvez não tenha sido plenamente esclarecida na leitura deste parágrafo. Caso ainda haja dúvidas, deixe nos comentários.
Em 2007 a empresa fez o devido ajuste para a forma unitária através de uma proposta de bonificação e grupamento, que poderá ser acessada AQUI. Além desta bonificação, existiram outras que deixarei abaixo:
-25/04/2008 - Bonificação de 2%
-29/04/2009 - Bonificação de 25%
-29/04/2010 - Bonificação de 10%
-27/04/2012 - Bonificação de 25%
-30/04/2013 - Bonificação de 12,82%
-26/12/2013 - Bonificação de 30,76%
Para quem não sabe o que é uma bonificação, basicamente é um evento onde algumas contas do patrimônio líquido são remanejadas, e consequentemente os acionistas recebem gratuitamente novas ações. Por exemplo na bonificação de 10%, quem tinha 1000 ações ficava com 1100 ações, pois recebia 100 ações gratuitamente. Entretanto seu patrimônio ficaria igual, pois a cotação das ações sofreria uma redução.

Gráficos

A fim de evitar um gráfico bizarro, para montar o gráfico acima foi realizado um ajuste considerando que todo o período estaria como cotação unitária.
Mais uma vez podemos observar uma quantidade de ações crescentes. Entretanto, ao contrário dos outras empresas, este crescimento não é linear. Há diversos saltos de quantidade de ações devido as diversas bonificações realizadas.


Como de costume, o gráfico do patrimônio é bem parecido com o gráfico da própria ação. É interessante também observar o patrimônio acumulado pelo investidor que investiu continuamente valores equivalentes a 500 reais atuais. Um belo patrimônio.

A empresa tem uma característica de anunciar o dividendo hoje mas pagá-lo em duas partes, uma na metade do ano que vem e outra no final do ano que vem. Isto pode parecer ruim, mas para quem é acionista de longa data é natural receber hoje o dividendo anunciado no ano passado e ainda ficar ciente do dividendo que será pago no ano seguinte. Além disso o investidor acaba se acostumando com a ideia de receber dividendos de 6 em 6 meses, fora os dividendos extraordinários que a empresa vira e mexe anuncia. Acaba sendo um rolo de proventos que os acionistas entendem e aceitam.

Conclusão
Considerando ainda os dividendos pagos hoje (08/07/2014), o investidor terminou a simulação com 8731 ações por R$16,25 cada e um caixa de R$7.173,96, tendo então um patrimônio de R$149.052,71.
Em todo o período ele aportou R$52.687,01.
No ano de 2013, ele recebeu R$23.628,46 em dividendos, equivalente a R$1.968,78 por mês.
Pela Taxa Interna de Retorno (TIR), o rendimento médio anual que nosso investidor obteve com as ações da Cemig foi de 16,3% ao ano, o que representa um rendimento médio mensal de 1,26%.
Se ele investisse apenas 1.000 reais em janeiro de 2003 e reinvestisse todos os dividendos, mesmo considerando todos os custos e imposto de renda sobre o JSC, estes 1.000 reais seriam hoje 634 ações. Contando com os dividendos em caixa, estes 1.000 reais se transformariam em R$10.837,18 em 08/07/2014, equivalendo a um rendimento de 22% ao ano, ou 1,67% ao mês, pela TIR.
A ação fechou a simulação com o preço de mercado de R$16,25. O preço médio de nosso investidor foi de R$13,19. Entretanto, o valor que o investidor efetivamente utilizou de dinheiro novo em suas compras foi de R$6,03 por ação.

Consideração Final
Com uma rentabilidade anual de 16,3% ao ano, podemos constatar que o desempenho das ações da Cemig (particularmente CMIG4) foi plenamente satisfatório. Quem está segurando as ações por todo este tempo não tem o que reclamar.
Atualmente o setor está passando por uma rebuliço por causa das recentes intervenções que o Poder Executivo esteve promovendo. Entretanto, a empresa se mantêm confiante sobre seu futuro. Um fato que preocupa alguns acionistas são as recentes pesquisas eleitorais, onde um candidato do PT está na frente.
Esta postagem é um oferecimento aos colegas que pediram simulações com a empresa, tendo assim a maioria dos votos:




Gostou da postagem? Deixe sua impressão. Deixe também nos comentários uma sugestão de empresa para simulação.

59 comentários:

  1. Bacana, ótimo post!
    Para quem interessar, sobre simuladores de investimentos:
    http://defendaseudinheiro.com.br/tag/simuladores-de-investimentos/
    Att;)
    Vilmar

    ResponderExcluir
  2. Muito bom AdP. Comecei esse ano a investir em aćões e comecei minha carteira com CMIG4. Desde o início, só alegria. http://blogdoutorinvestidor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tenho ações dela há alguns anos e por enquanto é só alegria.
      Abraços

      Excluir
  3. Simuladores são um seguro de vida contra sua conta,

    saudações

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Apesar de ser trabalhoso, estas simulações são legais de se ver. Eu mesmo se surpreendo ao fazê-las.
      Abraços

      Excluir
  4. Mais uma vez outra bela postagem AdP !! um ótimo estudo que mostra os benefícios da paciência e da perseverança !!! Parabéns + 1 vez !! Abraços !!

    ResponderExcluir
  5. Ainda bem que eu investi nessa empresa! Maravilha!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ela tem performado bem durantes estes anos, né? rs
      Abraços

      Excluir
  6. alem da poupança, mandei um email para você perguntando sobre tesouro direto.. se tiver um tempinho me responde lah, mesmo que for curtinho.. valeu ótimo post... estou começando agora (carteira iniciada em 2013) mas fico feliz de já ter encanteirada uma ação com esse belíssimo retrospecto...
    Deve da rum trabalhão fazer um post desse... por isso obrigado por sempre elevar nossa cultura financeira!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vou dar uma olhada.
      Dá um trabalhão sim. Eu tenho que coletar todas as informações (cotação de época, dividendos, desdobramentos, bonificações, etc). E tenho que fazer todos os ajustes necessários (por exemplo, no caso da Cemig, muitos dividendos são referentes a posição do ano anterior). Além disso, eu faço revisões nos cálculos. Dá uma trabalheira. O trabalho só não é maior ainda porque cheguei a criar um software que me ajuda muito em pegar as cotações de época. Aí o trabalho diminui uns 30%.
      Abraços

      Excluir
    2. Obrigado pelos esclarecimentos feitos no email sobre o tesouro. continuamos nos estudos (para concurso e finanças). abraços. valeu mesmo!

      Excluir
    3. AdP,

      Como seria este software?

      Parabens pelo post. Esta muito bom.

      Excluir
    4. Ele me dá as cotações históricas não ajustadas da bolsa desde o Plano Real.
      Abraços

      Excluir
  7. Excelente ADP. Parabéns pelo estudo! Deve ter dado um trabalhão e vc tá pegando o jeito da coisa.
    Para os próximos que tal BBAS, ITSA, PCAR ...
    []'s

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dá muito trabalho, sim, rs.
      Sugestões anotadas.
      Abraços

      Excluir
  8. Muito bom, gosto demais dessas suas simulações me dão força pra continuar na luta pela tão sonhada independência financeira. Boa noite.
    ANDERSON

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mesmo com o Ibovespa de lado, a CMIG e outras empresas lucrativas performaram bem nos últimos 6 anos. Isso dá força para os holders.
      Abaços

      Excluir
  9. Belo post, AdP!

    A Cemig é responsável por alguns dos maiores acertos meus na RV, seja por parte dela, seja pela Taesa, (antiga TRNA11).

    Não sei o que o futuro desta empresa nos reserva, mas até o momento só tenho motivos para ficar feliz por tê-la em carteira.

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Até o momento ela tem performado bem. Em 2013 os dividendos foram altíssimos e ajudou muito na rentabilidade, mesmo que a cotação não tenha subido tanto.
      Abraços

      Excluir
  10. Sensacional. Parabéns.
    Continue com seu belo trabalho.
    Sucesso.

    José Claudio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, José, pela força e apoio.
      Abraços e sucesso

      Excluir
  11. Parabens AdP !!! Muito legal a sua serie sobre simulação de compras. Fiquei bem feliz porque tenho CEMIG na carteira e á recebi os primeiros dividendos que serão prontamente reinvestidos em mais ações CEMIG !!!

    Um grande abraço,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os dividendos da empresa demoram a cair mas são recompensadores. Depois de alguns anos o acionista se acostuma.
      Abraços

      Excluir
  12. Caro Adp, como vai?
    Um excelente post de uma excelente empresa em minha opinião, da qual sou sócio e nada tenho a reclamar.
    Parabéns pela postagem.
    Abraços
    AgroInvestidor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Agro, que bom que tenha gostado da postagem.
      Abraços

      Excluir
  13. Olá ADP,

    Só para complementar seu estudo:

    A Inflação (IPCA) média do período foi 5,89%. Utilizei 139 meses no cálculo.
    https://www3.bcb.gov.br/CALCIDADAO/publico/corrigirPorIndice.do?method=corrigirPorIndice

    Com isso, A CEMIG gerou 9,83% em média acima da inflação. Foi um bom resultado.


    Outro dado:
    Ibovespa de 2003 até hoje este mês (julho) deu 8,3% médio bruto.
    http://www.bmfbovespa.com.br/indices/ResumoTaxaMediaCrescimento.aspx?Indice=Ibovespa&idioma=pt-br

    Cemig se saiu muito melhor que o Ibovespa.


    Abs!

    Investidor Defensivo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pelo complemento, José Silva. Quase 10% acima da inflação não é brincadeira.
      Cemig se saiu acima do Ibovespa e muitas outras empresas também. Por isso não faz tanto sentido estas comparações Renda Fixa x Renda Variável, pois normalmente comparam as taxas explosivas da década de 1990 e 2000 com o Ibovespa.
      Abraços

      Excluir
    2. Isso aí ADP! Sigamos em frente! abs!

      Excluir
  14. Essa série de simulações é muito boa mesmo. Espero que você continua com esse trabalho, pois ajuda muito quem ainda não tem noção de investimentos a longo prazo em renda variável.

    Uma ideia interessante seria você pegar todas as sérias que você fez, montar uma carteira com perfis determinados (defensivo, agressivo) e simular o retorno desta carteira, já que na prática investidores inteligentes não colocam todo o capital em um único papel, mas numa cesta de ações.

    Um abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa ideia, Troll. Quando eu realizar outras simulações dá para fazer um estudo deste tipo.
      Abraços

      Excluir
  15. Ola AdP,

    Onde vc encontra os precos de acoes nao corrigidos? Todas as fontes de dados que conheco soh fornecem os precos corrigidos. Para estas simulacoes, sao necessarios os nao corrigidos, certo?

    Onde vc obtem estes dados?

    Abracos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aqui:
      http://www.bmfbovespa.com.br/shared/iframe.aspx?idioma=pt-br&url=http://www.bmfbovespa.com.br/pt-br/cotacoes-historicas/FormSeriesHistoricas.asp

      Abraços

      Excluir
  16. Quisera eu ter lido um post desse em 2003, kkkk....
    Parabéns pelo estudo, parece que você estava adivinhando: Hoje CMIG4 subiu uns 6%...
    Devem ter sido os investidores internacionais que passaram por aqui e leram os dados!

    ResponderExcluir
  17. Ótimo post professor ADP! Parabéns pelo esforço.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  18. Excelente!

    Você tem colocado essas simulações numa pasta à parte?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, eu tenho guardado aqui, apesar das planilhas estarem um pouco bagunçadas, rs.
      Abraços

      Excluir
  19. Muito bom AdP! Cemig foi um dos meus melhores investimentos até hoje. É a menina dos olhos, junto com a Cielo! rsrsrs
    Abraços!

    ResponderExcluir
  20. Olá!
    Não entrei em CEMIG pois já tinha GETI3 encarteirada, e parece ser, atualmente, um setor de risco crescente por conta do intervencionismo PTista. Mas está no radar. Excelente estudo como sempre, AdP. Parabéns.

    Aquele abraço,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se voce acha q a Dilma nao vai ser reeleita, entao aconselho voce a compra-la agora, pois depois das eleicoes, os precos estarao todos la no alto.

      Excluir
  21. AdP, como calculo o PM depois de vender ações? Suponha que possua 1700 BBAS3 22,87. Vendo 700 a 27,35, qual o PM das 1.000 remanescentes?

    Qual cálculo utilizo?

    Abs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nesta postagem explico:
      http://alemdapoupanca.blogspot.com.br/2012/06/serie-mastigado-preco-medio.html

      Planilha para cálculo de PM e registro das operações:
      http://alemdapoupanca.blogspot.com.br/2012/07/planilha-de-registro-de-investimentos.html

      Abraços

      Excluir
  22. Mais um excelente post ADP, Parabéns!

    Demonstra na prática como uma empresa com estas características pode ser boa ao acionista (crescimento + dividendos). Olha que o estudo terminou com a cotação em 16,25, se considerar os cerca de 16% que subiu desde então (está 18,94), o resultado fica muito mais impressionante.

    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ficaria mesmo. A ação deu uma subida violenta neste ano, hehe.
      Abraços

      Excluir
  23. Parabéns Adp, comecei a investir este ano e esta série é muito motivadora, mostra que com paciência, estudo e disciplina podemos um dia alcançar a IF.
    Ps: Estou aprendendo cada dia mais com seu conhecimento muito obrigado por compartilhar sua experiência.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ismael,
      Que bom que tenha gostado da postagem.
      Abraços e sucesso

      Excluir
  24. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  25. Muito bom esta série de artigos. Parabéns. Tenho na carteira dentre outras a souza cruz e cemig3, que já foram estudadas aqui. Invisto a pouco mais de 2 anos e começo a ver o sistema funcionar, apesar de algumas burradas. Estou e exatamente estudando mais uma empresa para a carteira. Estive vendo a eternit, a historia do amianto me assustou, outra que achei interessante foi a MAHLER de código LEVE3. Então fica ela como sugestão para artigo futuro.

    ResponderExcluir
  26. Muito bom seria um desses com BBAS3...
    afinal os bancos só lucram....

    Abraços...

    Excelente e Belo trabalho

    ResponderExcluir
  27. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  28. Olá Adp,
    Excelente Simulação, entretanto analisando o preço atual da CMIG4 (6,18 em 3/01/2016) é complicado ver um cenário positivo para essa simulação. Em outras palavas, atualmente com o preço da CMIG4 esse investimento não teria um retorno muito positivo, concorda?

    ResponderExcluir

Anônimos, contribuem e deixem um nome para que seja possível outras pessoas fazerem referências, estabelecendo melhor a troca de ideias. Educação é sempre bem vista.
Mensagens de trolls serão moderadas.