domingo, 11 de agosto de 2019

Estou de volta? Como estou no Canadá?


Hello pessoal, tudo bem?
Como vocês viram nas fotos, estou atualmente no Canadá. Deixei intencionalmente a foto do Mcdonalds para não deixar o ar de mistério de qual país seria. Mas como parei neste país?
De alguns anos para cá, meu interesse em morar aqui paulatinamente aumentou. Depois que você é assaltado algumas vezes e começa a perceber que onde você nasceu não é um lugar tão bom assim, essas coisas podem acontecer. O nascimento de meu filho só reforçou esse meu pensamento.
Minha intenção inicial é morar aqui permanente, mas preciso realmente ver como as coisas funcionam aqui. Agora estou na época do deslumbre, onde tudo é novidade. Acredito que depois de uns 2 anos vou ter uma ideia melhor. Por enquanto não tenho nada a reclamar. Só falta o fluxo de caixa positivo. 

Como funciona e como ficaram as coisas no Brasil?
Minha situação aqui é a seguinte. Vim para fazer uma faculdade., portanto tenho visto de estudo. Então, talvez eu consiga depois aplicar para um visto de trabalho e aumentar um pouco minha estadia. Então talvez durante esse tempo, eu consiga o visto de residência permanente. Esses “talvez” aí significam, por óbvio, que não há nada certo. Sou um residente temporário aqui no Canadá e não há nada que garanta minha mudança de status, que dependerá de inúmeras variáveis que estão dentro e fora de meu controle.
No Brasil eu era um servidor público federal, com renda mensal que era no certo entre os 5% maiores do Brasil. Não era servidor TOP com mega salário, mas mesmo assim minha remuneração era bem mais alta que a média brasileira. Eu já tinha ganhado a vida. Se eu não fizesse mais nada, já estava garantida.
Pois bem. Joguei tudo fora. Pedi exoneração. E aqui estou eu, no Canadá, um mero imigrante sem renda, sem carro, com família, morando de aluguel. Mas tudo em busca de um sonho.
Não sou de ficar parado.
Tenho horror àquela vida de trabalho-casa-trabalho-casa-trabalho-casa-........ que dura dias, meses, anos sempre na mesma rotina, o mesmo trabalho, a mesma coisa. Eu sempre quero fazer algo difente. Quero chegar à velhice e ter história para contar. Se eu me contentasse com o que tenho e parasse de correr atrás das coisas por medo, eu me tornaria um velho amargurando e arrependido. Eu sempre estou procurando por algo a ser feito, mesmo que eu tenha que dar passos para trás. O nosso mundo é do tamanho de nossa coragem.
Como estão os investimentos?
Agora vocês entendem porque, nos últimos anos, tenho concentrado meus investimentos no Tesouro Direto? Meu plano não poderia estar a mercê de flutuações do mercado.
Agora vocês entendem porque, nos últimos meses, não tenho aportado? É porque imigrar legalmente requer uma série de gastos.
Agora vocês entendem porque, durante o período do blog, não procurei formas de aumentar meus aportes mensais? Eu dediquei todos os meus esforços para este plano e evitei criar raízes no Brasil ou evitar distrações.
Meus investimentos agora somam 244k reais e cerca de 17k dólares canadenses parados em uma conta, que estão aos poucos sendo utilizados. Espero que em breve a gente consiga emprego que seja suficiente para pagar as contas e que os investimentos sejam utilizados apenas para pagar a faculdade.
Como estão as coisas no Canadá?
Antes de começar a falar, deixe-me fazer algumas observações sobre os comentários da última postagem.
Primeiro, achei super engraçado as pessoas acharem que trabalharei no McDonalds só porque postei uma foto de lá. Nada contra, muito pelo contrário, mas foi engraçado. Acho que na próxima vez, vou postar foto da Agência Espacial Canadense ou de algum lugar TOP.
Segundo, ao mesmo tempo, algumas pessoas por algum motivo mostram desprezo quando veem alguem emigrando. A pessoa consegue politizar meras fotos postadas em um blog. Essa mesma pessoa em questão desmereceu o trabalho no McDonalds, dentre outras coisas que não será possível mostrar pois censurei os comentários. É muito triste esse tipo de pensamento.
Comentário sobre o frio. Gente, eu vim pro Canadá não por causa do frio. Mas sim apesar do frio. Ainda não passei pelo inverno e não faço ideia de como será. No máximo vi vídeos de pessoas na rua e até crianças brincando na neve. De qualquer forma, costumo olhar as coisas em conjunto. Ainda não encontrei o país do nirvana, onde tudo é perfeito e só há vantagens, mas minha minha esperança é de que o Canadá supere o Brasil no conjunto, pelo menos um pouquinho. Vamos ver como será.
Dito isso, as coisas no Canadá estão estáveis. Aluguei um apê, comprei móveis básicos, coloquei internet e estou sofrendo para escrever esta postagem por meio de um teclado padrão americano. Mas as impressões são boas. Sinto-me muito mais seguro. Minhas aulas ainda não começaram.
Como será o blog daqui para frente?
Não sei. O que faço do blog? Se voltar a fazer postagens de fechamento mensal, vocês só verão atualizações de um patrimônio que se dilapidará aos poucos. Não terei condições de como recém chegado, trabalhando meio período, pagar as contas, a faculdade e ainda assim aportar. Sem condições.
Não queria também transformar o blog em algo que mostra minha vida no Canadá. Isso  mudaria radicalmente o foco do blog.
De médio prazo, digamos uns 5 anos e se meus planos derem certo, óbvio que vou voltar a fazer aportes e investir. E por enquanto, meu plano seria investir tanto no Brasil quanto no Canadá. Já deu uma analisada por alto nas empresas daqui e tem coisas fantásticas, uma mina de opções pronta para ser exaustivamente esmiuçada. Aí sim teria um foco para o blog, mas até chegar lá, não sei o que faço. Se você tiver alguma ideia, deixe nos comentários.
Deixando claro que, enquanto eu não decretar oficialmente o fim do blog, é porque ele funciona. Se eu ficar muito tempo sem dar um oi (uns 6 meses), é porque algo grave aconteceu comigo. Não sou de começar as coisas e deixar pra lá. Gosto de dar satisfação. Mas não tenho pretensão de fechar o blog. Aprendi muito aqui e fiz muitos amigos. Alguns deles queria até conhecer pessoalmente.
Então é isso. Espero a compreensão de vocês. Críticas respeitosas, apoios, dúvidas, sugestões  e observações serão muito bem vindos.

94 comentários:

  1. Puxa AdP, admiro muito sua coragem.

    Morro de vontade de morar fora do Brasil... mas a insegurança de um recomeço pega bastante.

    Me diga :
    1) como pretende ganhar dinheiro?
    2) como conseguiu vaga na faculdade? É paga?
    3) sua esposa tinha emprego no Brasil?

    Muito bacana acompanhar, obrigado por compartilhar

    Sucesso

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nobre Guardião, sempre bom vê-lo por aqui.
      1)Fazendo trabalhos entry level, de baixa qualificação.
      2)Basicamente você entra nos sites das faculdades para ver os requerimentos que elas pedem. Atingindo os requerimentos, você entra em contato, elas aceitam, aí pede o visto e pronto. Costuma ser mas fácil de falar do que fazer, mas a essência é essa. Sim, é paga. Por aqui até as faculdades públicas são pagas (até mais caras que as privadas).
      3)Tinha não.

      Abraços

      Excluir
    2. Eu qd fiz intercâmbio nos EUA vi que esses part time job são muito fáceis de arrumar e comuns. E lá com salário mínimo você consegue viver pelo menos.
      Sorte e sucesso na empreitada AdP

      Excluir
    3. Olá Dividendos.
      Pelas minhas contas, eu trabalhando part time e minha esposa trabalhando full time, mesmo ganhando salário mínimo, a gente consegue viver aqui, e talvez até com um carro. Essa renda, se fosse convertida para o Real, seria até maior do que a que eu tinha no Brasil com o serviço público.
      O problema é conseguir emprego. Vamos ver como será.
      Abraços

      Excluir
  2. Olá ADP.
    Conheci recentemente seu blog e vi poucas postagens, mas pretendo ler e entender a sua caminhada.
    Admiro a sua coragem e desejo que continue com o blog relatando suas experiências por aí.
    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Leo,
      Tem muita postagem antiga que gosto. Fique a vontade.
      Abraços

      Excluir
  3. 1° Parabéns e boa sorte
    Vc pediu exoneração ou licença sem vencimento?
    O nome do blog é além da poupança.
    Buscar uma vida melhor em outro país se encaixa nesse conceito. Não fugiria do conceito blog se vc passasse a relatar como é a vida de um brasileiro de classe média buscando uma vida melhor no Canadá.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá anon,
      Licença sem vencimento não é um direito. A adm dá ou não, e isso depende de cada órgão. No meu caso, eles tem a política de não dar.
      Até que faz sentido. De repente eu inclua alguns relatos aqui.
      Abraços

      Excluir
  4. Estou nos EUA, legalmente, faz 12 anos. Foi a melhor coisa que fiz na vida.
    Já morei em Austin, Memphis e hoje em Orlando.
    A opção por Orlando é simplesmente pelo Aeroporto Internacional. Austin é disparado melhor que Orlando, mas era florida ir para o Brasil. Memphis também era difícil. Até mais que Austin.
    Eu vim com um primo. Viemos com o que tínhamos nas malas. Mas, como disse, legalmente. Como você, viemos estudar. Ele fez engenharia mecatrônica e eu fiz química e matemática.
    Eu não troco os EUA pelo Brasil de jeito nenhum. Conheço ambos (já vivi em ambos) e sou radical mesmo em dizer que o Brasil não tem nada melhor do que aqui. Aqui as coisas funcionam. Costumo dizer para o meu pai que só a direita livre (dos cruzamentos) já valeu a mudança. kkkk Isso nunca existirá no Brasil. É algo simples, mas no Brasil é algo absurdo de se implantar, frente a cultura do experto que existe em terra tupiniquim.
    Lógico que nos EUA, assim como no Canadá, existem problemas. Mas, são problemas que não me tiram o sono. Meus filhos vivem muitíssimo bem por aqui. São criados soltos. Convivem com pessoas de várias nacionalidades. No último aniversário de um dos meus filhos, apenas um convidado só falava inglês. As outras crianças todas falavam inglês e a língua de suas origens.
    BOM DEMAIS isso aqui.
    Meus filhos quando vão no Brasil, não entendem certas coisas. kkkkk
    Exemplos: Por que tenho que pagar por água nos restaurantes/lanchonetes? Por que os primos brasileiros não falam inglês (se eles-meusfilhos falam português)? Por que as casas são muradas/possuem grades altas? Por que os aeroportos daqui são tão pequenos/cheios/tumultuados? Por que a comida é tão cara? Enfim, algumas questões de meus filhos para mim nas visitas que fizemos pelo Brasil.

    Parabéns ADP!

    PS. Não conheço o Canadá. Nunca estive aí. MAS, os americanos dizem que é um EUA mais organizado. Ou seja, deve ser muito bom.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Costumo dizer para o meu pai que só a direita livre (dos cruzamentos) já valeu a mudança. kkkk"
      kkkkkkk. Rapaz, eu já sabia disso mas quando você olha com seus próprios olhos, realmente é bem diferente. Aqui (e aí) no trânsito as pessoas têm mais liberdade. Tem uns cruzamentos doidos aqui mas as coisas dão certo. Se utilizasse as regras de trânsito do Brasil iria ter mais engarrafamento.
      Sobre os questionamentos de seu filho, é uma vida dessa que quero dar para o meu. Eu vim pra cá mais por causa dele.
      O Homer Simpsom chamou no filme o Canadá de America Junior. São países bem parecidos.
      Abraços

      Excluir
  5. Meu irmao foi morar no Canadá com a esposa ano passado. Está adorando aí. Começou a fazer nova facu enquanto a esposa trabalha. Tem dado muito certo. Voce não pensou em pedir licença para tratar de assunto particular no serviço público?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. olá Gari,
      Pensei sim mas onde trabalhava eles não dão.
      Espero gostar também do Canadá.
      Abraços e sucesso

      Excluir
  6. Fala AdP! Primeiramente parabéns pela coragem de largar o cargo público (que eu nem sabia que vc tinha) para tentar uma vida melhor no estrangeiro! Não sei o seu caso se vc pode pedir licença sem vencimento onde vc estava.

    Vejo pessoas que tentaram a mesma coisa de sair da terra do blanka, umas se deram bem, outras não, e confesso que tenho muito medo desse turning point. Sei que preciso mudar de alguma forma minha vida, e não sei onde buscar, estou revirando aos poucos as coisas conforme eu consigo, é difícil mudar uma mente viciada com humilhações e tentar ser você para melhorar a vida.

    Enfim, o que posso te desejar é boa sorte e sucesso na terra nova. Tenta fazer um post por mês, pelo menos explicando por cima como está a vida aí, sem comprometimentos. Um abraço, nobre amigo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Paul,
      Acho que vou acabar fazendo sim postagens de vez em quando só para não deixar o blog parado.
      Abraços

      Excluir
  7. Caramba, que legal.

    Me identifiquei muito no trecho que você questiona de estar num piloto automático "casa-trabalho-casa-trabalho" sem fim e sem propósito. É isso aí mesmo. A vida dispara rapidamente depois dos 30.

    Engraçado que eu tento lembrar de coisas legais/marcantes no meu trabalho e não consigo. O que eu fiz, sei lá, em 2017. Dois anos atrás. E não tenho nada pra falar.

    Mas me lembro com perfeição da viagem de 4 meses que fiz pelos EUA há mais de dez anos, período que estudei e trabalhei por lá, bem mais jovem.

    Não pelo fato de ser os EUA, podia ser qualquer país, mas só o fato de ter de enfrentar esse novo desafio - língua, costumes, barreira - já marca demais.

    Mesmo que as coisas não deem certo aí, tenho certeza que esse período no Canadá será lembrado com muito carinho, assim como o meu foi. E, no fim, quando a gente estiver bem velho, são só as boas lembranças e memórias que vão importar mesmo

    Boa sorte!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá animal,
      Tenho horror à rotina casa-trabalho. Passa-se o tempo, e quando se vê foram 40 anos na mesma coisa. Depois aposenta e espera a morte chegar. Quero contar histórias, olhar para trás e sentir que valeu a pena os riscos.
      Abraços

      Excluir
  8. Cara, muito bom. Admiro essas aventuras. É algo que as vezes queria fazer, mas não tenho coragem de largar meu cargo (sou servidor público federal também, mas de cargo top, o que torna as coisas ainda mais difíceis de largar).

    Enfim, acho que vale a pena manter o blog inclusive com o fechamento mensal. Veja bem, mesmo com o patrimônio caindo, vai ser o primeiro blog que a gente vai ver realmente o efeito o que 200~300mil aguentam no exterior. Na prática, pra gente, é como se você tivesse vivendo uma semi aposentadoria.

    Eu tenho curiosidade de saber o que meu patrimônio aguentaria na vida real, sem eu trabalhar (ou trabalhando menos, ou trabalhando em um emprego que paga menos). E você meio que já está fazendo isso enquanto se estabelece direito por aí.

    Será uma experiência muito boa! Aproveite.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quanto maior o cargo, mais difícil de largar. Se eu tivesse um cargo TOP só largaria depois de atingir uma IF suficiente para me bancar no exterior.
      Talvez reporte o fechamento mensal e como é a vida aqui. A ideia é boa.
      Abraços

      Excluir
  9. Grande ADP, faz meses que não comento em outros blogs, mas fiz questão de te desejar boa sorte.
    Primeiramente, você, em minha opinião é claro, está certíssimo. O melhor teste para saber se a vida que estamos levando está valendo a pena é nos imaginar com 90 anos e olhando para o exato momento de onde estamos e perguntar: esse tipo de vida, o que estou fazendo, será significativo para mim nessa minha breve estada na terra?
    É claro que a vida não é feita apenas de momentos grandiosos, de voltas ao mundo, de trades milionários, de amores arrebatadores, de mudanças drásticas para outro país, não, a vida não é assim em sua maior parte para quase todo mundo.
    Precisamos lavar louça, tomar banho, ter algum forma de renda, e fazer uma miríade de pequenas tarefas mais mundanas. Porém, e isso é incrível, quando a sua vida presente tem alguma aventura, algum sentido, algum "tesão" de vida, as próprias tarefas mais mundanas se tornam significativas e agradáveis.
    Você é jovem, e realmente a vida é extremamente curta, ainda mais a fase da juventude com saúde, e meu amigo, tem tantas coisas para se fazer nesse mundo...
    Um grande abraço e tenho certeza que a sua empreitada já deu certo independente de onde você esteja daqui dois anos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nobilíssimo Soul, muito bom vê-lo por aqui.
      Obrigado pelo apoio. Você também largou seu emprego, no caso um TOP, mas por outros motivos, e sabe como é difícil tomar esta decisão.
      Muito obrigado pelas palavras.
      Abraços e sucesso.

      Excluir
  10. Ai é facil virar FIRE. Quero ver aqui na terra tupiniquin ! Só para os fortes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Será mesmo? kkkkkk
      Vai depender do meu fluxo de caixa após faculdade, se eu tiver um.
      Abraços

      Excluir
    2. Olá meu caro. Como vai?
      Nesse exato momento vocÊ passa a ser uma referência para mim.
      Uma referência para eu decidir por mim mesmo sobre mudanças drásticas na minha vida.
      Digo isso porque nossa vida se assemelha em alguns aspectos: cargo público, patrimônio próximo, idade próxima, por exemplo.
      E algumas coisas ainda me fazer permanecer por aqui, como comodismo, zona de conforto e medo. Eliminando a parte emocional, desde 2014, quando comecei nos investimentos, meu patrimônio e minha renda tem subido consideravelmente. Mas tenho acumulado riqueza apenas para pegar o aeroporto internacional definitivamente um dia.
      Então a partir de agora, com uma referência daquilo que você expor sobre tantas mudanças, estarei por aí logo logo.
      Abração e sucesso.
      IM.

      Excluir
    3. Olá IM,
      Dinheiro + estudo da língua estrangeira são a força motriz de qualquer plano de emigração. Corra atrás que você consegue, e quanto antes melhor.
      Abraços

      Excluir
  11. Olá ADP, parabéns pela mudança e boa sorte na nova vida.

    Canadá é um dos melhores países do mundo no verão. No inverno, porém, ao menos para mim, o frio intenso anula boa parte das vantagens que ele tem em relação ao Brasil. Mas na média, certamente é um lugar muito melhor do que aqui. Tenho certeza de que fez uma boa escolha.

    Nunca se esqueça dessas vantagens do Canadá e, principalmente das desvantagens do Brasil. Isso será importante após passar a fase de deslumbramento com o novo país, a memória começar a atenuar as mazelas de sua terra natal e começar a ter saudades do Brasil.

    Se possível, anote agora em um papel tudo o que desgosta do Brasil para se lembrar disso nas futuras crises de "homesickness" e não cometer o erro de querer voltar atrás.

    Isso é mais comum do que pensa, pois a mudança sempre traz grandes desafios, como as diferenças culturais, a falta de laços familiares, a superficialidade das relações com amigos, a dificuldade inicial de arrumar um emprego, etc. Mas certamente você será capaz de superá-los.

    Quanto ao blog, que acompanho desde seus primórdios, não me importaria que falasse sobre sua adaptação e a nova vida. Pelo contrário, acho que é um tema que também interessa bastante à comunidade de finanças por ter relação com temas como busca de uma vida melhor e geoarbitragem. Além disso, tem alguma semelhança com a fase de independência financeira, em que possível se escolher outros lugares para se morar e, igualmente, em que o foco do investidor deixa de ser a construção do portfólio e passa a se focar no consumo desses valores.

    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá anon,
      Muito obrigado pelas palavras e pelas dicas.
      Espero que o Homesicking não me pegue de jeito. Tenho que ter cuidado com isso.
      Acho que devo prosseguir então com os relatos daqui. Espero que gostem.
      Abraços

      Excluir
  12. ADP, espero que você continue postando sim, compartilhar experiências no Canada por aqui poderia até soar como um diário, mas com certeza terá impactos financeiros que poderiam ajudar outras pessoas a tomar decisões semelhantes...

    Boa sorte no Canadá! abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Pobre Japa,
      Obrigado pela força. Vou tentar então fazer relatos que tenham a ver com finanças. O pessoal está pedindo muito.
      Abraços

      Excluir
  13. AdP, parabéns pela coragem! Fica só imaginando a bugada que você deu na cabeça de amigos, colegas e parentes com essa decisão!

    Eu total apoio você mudar o foco do Blog para como está andando a sua vida aí no Canadá. Como um colega disse acima, o tema do Blog é "Além da Poupança" e largar um cargo público e ir morar fora do Brasil sem certeza de nada é ir muito além da poupança.

    Abraço e boa sorte!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá BDC,
      É verdade. Até que faz sentido com o nome do blog.
      Abraços

      Excluir
  14. Olá AdP!

    Muito legal, cara, parabéns!

    São poucos que possuem a sua coragem e determinação para largar um emprego público e cair de cabeça na sua liberdade. Eu sei muito bem como que é, pois fiz isso há algum tempo atrás, quando trabalhava no BB com funcionário concursado.

    Acredito muito que não haverá arrependimentos, pois como vc disse, a rotina de empregado 24/7 é maçante, não é vida. Ter consciência do tempo que você perde nisso é determinante.

    Repostei um texto que fala muito sobre o tempo. Talvez você já deva ter lido, mas enfatizo aqui que, lendo-o novamente, te dará mais força nesse abandono da vida de escravo que muito possuem, mas poucos tem consciência. O link está abaixo.

    Grande abraço e sucesso!

    https://www.viagemlenta.com/2013/01/investimento-uma-viagem-lenta.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá VL,
      Largar o trabalho foi uma decisão difícil, mas agora já foi feita. Vou dar uma lida na sua postagem.
      Abraços

      Excluir
    2. Ao Viagem lenta:

      Pq nunca consigo abrir seu blog pra ler? Fica tudo em branco...Uso o Chrome, já cliquei em diversos links para posts teus e nada.

      Excluir
    3. Olá Anon!

      Provavelmente é algum bug com Adblocks. Não sei porque isso ocorre somente com algumas pessoas. Eu mesmo e outras pessoas já colocaram Adblocks no Chrome e acompanham o blog normalmente.

      Se puder, coloque o domínio como "seguro". Os ads do Google não são invasivos (não tem pop-up, nada) e depois me fala se conseguiu.

      Valeu!

      Excluir
    4. Eu tb tenho o mesmo problema do ANON. Acabo entrando pelo FireFox

      Excluir
    5. Olá VL!

      Sou o anon 13:52. Finalmente, desativando o adblock, consegui ver seu blog rs, depois de tantas tentativas. Um abraço!

      Excluir
  15. Muito legal ADP, sucesso nos novos desafios!

    ResponderExcluir
  16. Olá ADP!

    Replico as palavras do Guardião. Admiro muito sua coragem. Eu já entendo que não tenho o mesmo impeto. Ainda mais em deixar minha família (pais, irmãos amigos) Isso pesa muito em minha decisão.

    E sobre o blog, reforço o comentário do anônimo 12 de agosto 08:29. Será legal ver seus relatos sobre o uso do seu patrimônio para se manter em outro pais.

    Sucesso ai e abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nobre II,
      Sim, vou deixar relatos para ver como será a reação do pessoal.
      Quanto a saudade de família, sou bem resistente a isso, mas minha esposa nem tanto. Vamos ver como será daqui para frente.
      Abraços

      Excluir
  17. Cara só uma coisa a falar, você é uma pessoa diferenciada demais, fico até sem palavras por saber que soltou as amarras do serviço público e está procurando algo melhor.
    Desejo a você e sua família tudo de bom e que Deus ilumine o caminho de vocês sempre.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Lawyer,
      Muito obrigado pela força e pelas palavras.
      Abraços

      Excluir
  18. ADP,
    Desejo muita sorte nesta nova etapa da sua vida. Que você consiga o que deseja, que é ficar de forma permanente aí no Canadá.

    Abraço.
    Volverine do fórum Clubinvest

    ResponderExcluir
  19. ADP,
    Primeiro minhas felicitações, desejo sucesso pra ti e tua família.
    Já acompanho sua jornada fazem muitos anos.

    Faço coro ao Anônimo Servidor Federal que já postou aí em cima.

    Faça seu fechamento mensal sim, por favor.
    Será um case real sobre o patrimônio segurando o dia a dia.
    Tenho a mesma curiosidade com relação ao meu patrimônio, e acompanharei de perto seu case.

    No mais felicidades na nova jornada.
    :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá anon,
      Vou ter então que refazer meu fechamento, pois perdi alguns meses. Terei que zerar as rentabilidades e começar de novo. Mas tudo bem.
      Abraços

      Excluir
  20. Qual sua idade ADP? E o nível de inglês seu e da esposa? Parabéns pela coragem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estou na faixa dos 30-35, meu inglês está mais ou menos mas o da minha esposa está muito básico. Vamos ver como nos viraremos aqui.
      Abraços

      Excluir
  21. Boa sorte ADP. Como está seu Inglês? Fez só qq english ou aprimorou com mais alguma coisa? Consegue te comunicar bem com os nativos? Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. olá anon,
      Estudei método Callan pelo QQ English e depois por conta própria. Consigo me comunicar com os nativos sim, mas é comum eles falarem coisas e eu não entender.
      Abraços

      Excluir
  22. Seja bem vindo ao Canada! Estou morando aqui a quase 2 anos e nao me arrependo de nada! Pais excelente, pessoas amigaveis, economia estavel, clima excelente (antes que ache estranho, eu curto frio! rsrsrs), seguranca, qualidade de vida. Eu tambem sou bem tranquilo com a questao da distancia com familia, ate pq meus mais ja vieram me visitar duas vezes e tambem meus sogros.
    O pais inteiro esta precisando muito de mao de obra, nao creio que voce tera problema em arrumar um bom emprego aqui!
    Abs!
    www.executivoinvestidor.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá executivo,
      Espero que consiga emprego mesmo, pois preciso estancar essa sangria, rs. O país até o momento está me agradando muito.
      Abraços e sucesso

      Excluir
  23. Adp,

    Desejo toda a sorte do mundo para você. Tenho um casal de amigos que estão em London - Ontário.

    Ela está estudando full em faculdade e ele trabalhando full. Conseguem pagar aluguel, comprar carro e estão até se saindo bem nesse 1 ano que estão lá.

    Qual curso você escolheu? Computação? Tecnologia no Canadá está em alta e afirmo que você não fica desempregado nessa área.

    Qual cidade escolheu? Se for Toronto com computação aí é 1000% de certeza conseguir emprego bom.

    Não deixe de postar no blog. Fale um pouco sobre o mercado de stock canadense. Faça um comparativo de empresas listadas na bolsa daí com o Brasil. Ex. nossa lojas renner é tal coisa aí. Nossa vale é tal coisa aí.

    Enfim... Tudo de melhor para você e parabéns pela coragem.

    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Lanlico,
      Não poso dar muita informação pois ainda sou anônimo e não será difícil me identificar caso eu diga certas informações. Minha faculdade é da área da tecnologia sim.
      Meu foco após me estabilizar financeiramente é me aventurar no mercado de ações canadense e postar aqui no blog. Mas vai demorar um pouco.
      Abraços

      Excluir
  24. Parabéns pela coragem da decisão!! Muitos gostariam de fazer o mesmo, mas falta coragem de encarar os belos desafios que a vida nos trás.
    Curiosidade, você largou o emprego, tem essa reserva financeira apenas ou tem patrimônio em imóveis no Brasil?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. olá anon,
      Obrigado pela força.
      Só tenho essa reserva financeira.
      Abraços

      Excluir
  25. ADP, te desejo o que há de melhor nesse mundo. Aí, é outra realidade, coisas simples que não temos aqui. Saúde, sucesso e dinheiro. Tenha fé em você mesmo, vai dar certo. Some não!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nobre Heavy Metal,
      Vou sumir não. fique tranquilo.
      Abraços e sucesso

      Excluir
  26. Na minha opinião você poderia escrever sobre:

    Quando pensou em fazer essa mudança;
    Qual foi o estopim para mudar;
    Como foi a decisão de pedir exoneração e o impacto na sua família/vida;
    Sobre o mercado de trabalho no Canadá;
    Diferenças do ensino entro CAN e BRA.

    Eu mesmo já quis muito ir para o EUA (mesmo que ilegal), mas sinceramente, não sei se viveria bem lá de maneira sustentável.

    Você não pensou em ir para um país com uma economia mais estável e previsão de futuro de crescimento mais acentuado? Não acompanho o CAN, mas dizem que tem gastos elevados pelo welfere state. Bem que qualquer lugas sem violência é melhor que o Brasil.

    Boa sorte.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Carinha, me passa um dólar, kkkkk.
      Se eu for seguir esse caminho, o blog vai trocar um pouco o foco. Mas parece que o pessoal está curioso sobre o assunto.
      O Canadá tem uma economia muito estável e está com a economia aquecida. O welfare state sim é custoso, mas parece ser uma mania desses países ricos, com exceção de alguns. Pelo menos grana por enquanto eles tem para bancar.
      A questão é que não é fácil ficar escolhendo país para emigrar. Tem que pensar na receptividade que o país possui com os imigrantes, como é o processo de imigração, barreira linguística, etc. Por isso escolhi Canadá. Talvez seja uma ideia de post.
      Abraços

      Excluir
  27. Que história, AdP.

    Pra mim ela é fonte de inspiração, pois acho q tua trajetória poderia muito bem ser a minha própria.

    Apesar de ainda estar preso na corrida de ratos, estou suando para criar as bases para poder tomar uma decisão parecida com a tua até o final de 2024. Ainda não sei se emigrar vai ser a minha cartada final, mas a mudança de profissão certamente vai ocorrer. Tomara que dê certo.

    E torço para que sua experiência também dê resultados positivos, e que você as registre aqui mesmo para continuar sendo uma fonte de inspiração.

    Aproveito pra convidar vc e os demais amigos pra me seguir no Twitter (@ofrugalista) e dar um alô por lá ou no meu humilde espaço virtual
    https://diariosdeumfrugal.wordpress.com/

    E se puder incluir no Blog Roll tbm, agradeço.

    Pretendo intensificar as postagens e relatar mais detalhes do meu Projeto 2024, inclusive os experimentos que deverei fazer a partir do ano que vem. Espero também contribuir com a comunidade da blogosfera, que anda meio desanimada.

    Grande abraço!
    @OFrugalista

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá O frugalista, está no roll.
      Você já definiu a data, que é um passo muito importante. Agora é só colocar o plano em operação.
      Na maioria das vezes, a diferença entre conseguir ou não as coisas está apenas no fazer.
      Vai contribuir com a blogosfera sim. Aqui temos de tudo. Tem gosto para tudo.
      E você tendo 500k bonoros na conta facilita as coisas.
      Abraços

      Excluir
    2. Valeu, amigo.
      Não foi fácil juntar essa grana, foram muitos anos. Mas agora parece que a bola de neve está tomando corpo. A paciência e a perseverança nesses primeiros anos difíceis estão recompensando e estão me dando algumas oportunidades para alavancar o patrimônio.

      Abração e sucesso!

      Excluir
  28. Ola ADP.

    Acompanho seu blog ha algum tempo e tambem me mudei para o exterior. Primeiro Polonia e agora Irlanda.
    Infelizmente nosso pais ainda esta caminhando a passos lentos para o progresso e depois que tive minha filha isso acabou pesando bastante. A patroa tambem queria migrar entao foi uma decisao nao tao dificil.
    Mas como o colega mencionou, a distancia da familia, amigos pesa muito. A superficialidade das relacoes tambem eh algo que tenho sentido e talvez leve muito tempo para conseguir criar novos lacos por aqui. Acho que jamais me sentirei realmente "em casa" quanto como me sinto na minha cidade natal.

    Mas nenhum lugar eh perfeito e no geral os pros superam os contras, desde que você consiga aproveitar e viver a vida a dia. Foque nos objetivos e as dificuldade seram mais facilmente superadas.

    Jah te admirava pela disciplina e inteligencia ao investir... agora depois de ver sua coragem ao tomar a decisao de largar a estabilidade de um cargo publico, com esposa e filha, em prol realmente de viver e experimentar a vida, virei seu fã. :D

    Abracos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá anon,
      Acho que as coisas no Brasil vão melhorar, mas o problema é que esses efeitos demoram. Parece que enfim pararam de fazer programinhas eleitoreiros que não fazem efeito (programa minha casa minha vida, programa fome zero, programa Brasil Carinhoso, etc) e finalmente estão fazendo reformas estruturais (previdência, tributária, liberdade econômica, anticrime, privatizações, etc). Essas reformas ajudarão muito o Brasil, mas seus efeitos, apesar de duradouros, demoram a aparecer, ao contrário dos programinhas que possuem efeitos rápidos, mas são voos de galinha.
      Eu não tenho paciência para esperar 20 anos para ver melhoras. Por isso decidi ir logo.
      Nunca pesquisei a fundo Polônia, mas me parece um país bastante promissor. A quase perfeita paridade com nossa moeda é um ponto positivo. Irlanda é outro país bem estável.
      Desejo sucesso no seu plano e obrigado pelas palavras.
      Abraços

      Excluir
  29. Parabéns pela coragem e iniciativa, acompanho seu blog a um bom tempo e sempre aprendi e me motivei muito com ele, apesar de alguns lhe criticarem não são a maioria que está torcendo por vc.

    Muito boa sorte, fé e perseverança em sua nova caminhada e continue postando, pois vc é um exemplo motivador para muitos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá CriptoTrader,
      As críticas são muito bem vindas, desde que sejam bem educadas e não um haterismo sem sentido.
      Obrigado pela torcida e pela força.
      Abraços

      Excluir
  30. Olá AdP,
    Assim como você foi pioneiro na finasfera, sugiro continuar postando como é viver fora do Brasil. Afinal, para muitos, esse é o objetivo.

    Sugiro um novo post respondendo aos questionamentos dos comentários (ex: idade, faixa salarial no Bostil, nível de inglês, etc), fica mais organizado.

    Agora uma pequena sugestão: já pensou em monetizar o blog. Pode parecer pouco, mas nessa nova fase tudo é bem vindo.

    Uma pequena dúvida: acompanho sua carteira (no início a minha era crtl+c, ctrl+v da sua...kkk), achei pouco o rendimento para poder ir viver fora. Num daria para aguardar mais um ou dois anos para "melhorar" o colchão de segurança?

    Abraços, sucesso e nos mantenha informado...a materialização do seu sonho certamente incentivará muitos de nós, assim como foi na finasfera.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Marcio,
      Vou fazer alguns relatos sim de como é viver fora.
      Sobre esperar alguns anos, esse é o problema. A verdade é que poucos estão já preparados para fazer uma coisas desses. Se eu ficar esperando o momento certo, eu nunca vou.
      Ficar esperando tem 2 problemas: primeiro é o fator idade. Quanto mais velho, mais difícil é para emigrar. O segundo é que quando você vai para outro país, sua vida basicamente reseta. Sua experiência de trabalho e estudo servem muito pouco no outro país. Por isso na minha opinião o ideal é ir o quanto antes para reconstruir sua experiência. Se a pessoa quer sair do país, saia o quanto antes.
      Abraços

      Excluir
    2. Corroboro com o AdP, a idade certa pra imigrar é o quanto antes.

      Excluir
  31. Parabéns pela mudança!

    Ninguém aguenta mais viver no bostil.
    Melhor escolha. Ser funça não é isso tudo, a vida é mais do que ser escravo de rotina e trabalho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Pobretão. Você é o original ou um alternativo? Pela imagem é um alternativo, kkk. Saudades dessa época.
      "A vida é mais do que ser escravo de rotina e trabalho."
      É isso aí.
      Abraços

      Excluir
  32. Fala ADP,

    Parabéns pela coragem na mudança. Não desanime com os desafios que irá enfrentar nessa nova etapa.
    Acho que seria legal você montar sua DRE (Demonstração de Resultados) da sua vida ai no Canadá.

    Abs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá anon,
      Tudo bem, vou preparar algum tipo de fechamento para o blog.
      Abraços

      Excluir
  33. Opa, não tenho a nada a ver com vida de ninguém e inclusive te desejo sucesso, mas é meio contraditório você sair da rotina de casa trabalho Aki no Brasil, sendo que o trabalho era bem remunerado, provavelmente com um bom prestigio, para entrar na rotina casa trabalho aí no Canadá, mas tendo que se submeter a trabalhos pesados e braçais, que consomem mais a saúde. Emprego no setor público não consome saúde de ninguém, se fosse ruim, não teriam tantos concorrendo a poucas vagas. Ganhando dinheiro aqui, vc poderia viajar pro Canadá e etc sem se preocupar em ter q conseguir dinheiro aí, oq para o brasileiro é bem mais difícil, falo por experiência própria...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá anon,
      Ser funça público no Brasil é, infelizmente prestígio. Se colocarem lado a lado um pequeno empreendedor, cuja empresa está em crescimento, e um funça público, mas pessoas darão mais atenção ao funça. Esse é o problema do país. Os prédio públicos são maiores do que os prédios privados!
      A questão é que não faço isso por dinheiro. Meu plano B, caso meu visto fosse negado, seria abrir uma empresa. Pelas minhas projeções, se eu focasse minha vida nos aportes, eu chegaria no milhão em 10 anos. Abri mão de tudo isso para vir para cá.
      Não me sentia útil como servidor público. Eu tinha a rotina dos sonhos, muito tempo livre, mas nunca me senti integrado à sociedade. Não me identifico com quase nada da cultura brasileira, como se eu tivesse nascido no lugar errado. São tantas coisa que não caberia aqui nos comentários. Mas saiba que sim, considerei tudo isso que você disse. Depois que você tem uma arma apontada para sua cara duas vezes, e todo mundo ao seu redor foi assaltado alguma vez, e toda hora no seu trabalho chega alguém dizendo que foi assaltado, sabendo que as coisas estão piorando mesmo para quem mora no interior da cidade, e você passa a pensar que tipo de vida você quer dar para seu filho, aí essas coisas de serviço público começam a se tornar secundárias.
      Abraços

      Excluir
  34. Meus votos de felicidades e muita sorte nesta nova jornada, você é um dos pioneiros da Blogosfera, sempre centrado e correto.

    Eu na sua condição admito que não teria coragem de deixar um emprego público e partir para essa empreitada, por isso parabéns pela coragem !!

    Quando puder conte-nos sobre o dia-a-dia e como está sendo a sua jornada, acho que agora o blog vai mudar um pouco a direção né rsrs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Stifler,
      A grande maioria não teria coragem. No meu trabalho as pessoas davam força mas eu sabia que no fundo achavam que eu era maluco. Mas enfim, cada um é cada um. O engraçado é que já conheci muitos ex funcionários públicos aqui, muitos deles casais de ex funças.
      Obrigado pela força.
      Abraços

      Excluir
  35. Fala AdP.
    Cara, fenomenal essa novidade.
    Espero que você siga os conselhos aí da galera e volte a postar com frequencia. Você é uma referência importante para todos nós da finansfera... É só ver o número de comentários que recebe em tão pouco tempo.
    Pede umas dicas pro Executivo Investidor, ele mora no Canadá e pode te dar uns "bizús" importantes aí da região, ainda que não morem perto um do outro.

    Grande abraço e muito sucesso!
    http://www.acumuladorcompulsivo.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Stark,
      Obrigado pelo apoio. Vou ver se faço sim postagens para mantê-los informados.
      Abraços

      Excluir
  36. Grande AdP!

    Parabéns pela raça! Vc é um homão da porra mesmo, rsrs! Não tenho muito o que acrescentar, o pessoal já comentou bastante, mas se pudesse te dar um único conselho seria: cuidado com homesick (experiência própria).

    Não abandone o blog, poste o que vc achar que deve postar. Não é pq começou com um blog de finanças que deverá ser assim pra sempre, veja meu caso, falo de tudo e isso é bem divertido e enriquecedor. Acho que nós, a velha guarda da blogosfera, temos um compromisso moral com esse espaço.

    Grande abraço e se cuida,,

    Corey

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nobilíssimo Corey, sempre muito bom vê-lo por aqui.
      Vou tomar sim cuidado com o homesick. Acredito que serei mais resistente quanto a isso, mas minha esposa deverá sofrer mais.
      É verdade em relação a postagens. Vou ver se preparo então algumas coisas diferentes.
      Abraços e sucesso.

      Excluir
  37. "Isso mudaria radicalmente o foco do blog."

    monte um segundo blog, poste o link aqui e mantenha o hábito da escrita

    boa sorte!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Scant,
      Dá muito trabalho, kkkkk. Cuidar de um blog só já dá dor de cabeça, imagina gerenciar dois, kkkkk.
      Abraços

      Excluir
  38. Sou servidora pública federal também é tenho planos de seguir outros caminhos em breve, sua história foi inspirada. Parabéns e muito sucesso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá SA,
      Siga sim seus planos. Não deixe a zona de conforto do serviço público (que é extremamente confortável) deixar você imóvel.
      Abraços

      Excluir
  39. acho curioso o fato de que um monte de gente que comenta aqui fica dizendo que tem que sair do br, porque o br é um país dominado pela esquerda assistencialista, aí entendem que emigrar para o canadá é uma boa, justo o canadá que é um país também assistencialista. Outros emigram para portugal ou europa, muito mais assistencialista. quer dizer que assistencialismo no brasil é coisa de esquerdista, mas na europa se beneficiar disso é legal

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá anon,
      Se as coisas se resumissem em ser ou não ser assistencialista, eu concordaria com você. Você pode indicar países não assistencialistas, com qualidade de vida melhor que no Brasil e que ao mesmo tempo tem imigração legal possível?
      Abraços

      Excluir
    2. EUA?

      mas veja só, a discussão não é se há imigração legal possível ou não, mas o assistencialismo. Muita gente critica o assistencialismo como o grande problema do Brasil, que não deixam as coisas avançarem. Votam na ultradireita pelo horror de ter a esquerda no poder (consideram a Hillary Clinton e Obama comunistas, rs), mas vivem sob a tutela do estado em países assistencialistas europeus. Eu acho muita hipocrisia ... (entenda, não estou falando e você adp, é só uma observação geral).

      Excluir
    3. "Ultradireita" hahaha... daqui a pouco vai falar que o PT não é organização criminosa! Só pode ser piada esse seu texto. Vou explicar pra você, bonitão. O problema não é o assistencialismo, o problema é o que PT (esquerda radical) usou o assistencialismo para roubar muito e enganar o povo para continuar no poder. Agora nosso país está tão quebrado que o certo é acabar com todo assistencialismo e focar em equilibrar as contas públicas para tentar melhorar a economia e dar emprego pro povo. É aquela piada: o PT roubou o carro e ofereceu carona, chamando isso de assistencialista. O Brasil é o país mais rico do mundo e só não parece que é por causa da roubalheira dos partidos que você chama de "esquerda" (são esquerda radical e corrupto) e graças a "ultradireita" (direita paspalha mas que está tentando fazer algo) é que vamos melhorar um pouco.

      Excluir
    4. Imigração pros EUA legal existe, é só se esforçar muito e ter o mérito pra juntar 500 mil dólares e empregar outros 10 norte-americanos. Qualquer um pode aplicar.

      Excluir
    5. Com 500k vc já é praticamente IF no Brasil.

      Excluir
    6. Não sei de onde você arruma estes dados. Dos membros da OCDE, EUA gastam mais com assistencialismo que o Canadá. Minha fonte, ao contrário de serem vozes de minha cabeça ou puro achismo, está aqui:

      https://www.oecd.org/social/soc/OECD2019-Social-Expenditure-Update.pdf

      Aqui um gráfico mais direto: https://data.oecd.org/socialexp/social-spending.htm

      Esses dados são sobre o percentual do PIB. Se for considerar o gasto per capita, os EUA estão disparam.

      Excluir
  40. Rapaz, vc é muito corajoso. Desejo sucesso nessa nova empreitada. Nao para de postar, seu material sempre foi bem centrado e interessante. Com essa mudança vc ainda almeja a IF ? Vendo de forma realista, vc vai fazer uma faculdade e depois entrar no mercado sem ter nenhuma experiencia no pais. Serao alguns anos sem renda e depois vai começar de baixo outra vez. Uma longa jornada... Good luck !

    ResponderExcluir

Anônimos, contribuem e deixem um nome para que seja possível outras pessoas fazerem referências, estabelecendo melhor a troca de ideias. Educação é sempre bem vista.
Mensagens de trolls serão moderadas.