sexta-feira, 4 de maio de 2012

Economize com o 3P


Você é daquele tipo de pessoa que sai para comprar uma coisa e acaba levando várias outras? Ou daquele tipo de pessoa que gosta de olhar vitrines e acaba levando produtos que não estavam no planejamento?
Todo mundo conhece alguém que trocou o celular, mas nem sabe utilizar todas as suas funções. Isso se chama compra por impulso. Muitas empresas estão preparadas para despertar o impulso compulsivo de compra dos clientes. Um grande exemplo desse tipo de artimanha são os sites de compras coletivas. Uma ou outra oferta são interessantes, mas em sua maioria a pessoa nunca sentiu necessidades reais de consumir. Com isso, no fim do mês acaba sobrando menos dinheiro na conta (muitas vezes falta dinheiro!).
Para estas pessoas que nem sempre conseguem se controlar, proponho que utilizem o sistema 3P.
Este sistema consiste na pessoa fazer três perguntas básicas antes de tomar a decisão de comprar algo. O produto só poderá ser adquirido se ele passar pelas três perguntas. Para facilitar a memorização, todas elas começam com a letra P:




Preciso deste produto?
Você realmente tem necessidade de adquirir este produto ou serviço? Seu celular está velho, mas você precisa mesmo daquele tablet que a loja está oferecendo com desconto? Sua TV a cabo tem 30 canais. Há necessidade de adquirir um pacote maior? A loja de roupas está em liquidação. Você realmente precisa comprar isto tudo de roupas?
Não há uma resposta certa ou errada. A resposta dependerá da necessidade de cada um.
Se você disse “Sim. Eu realmente tenho necessidade de adquirir este produto!”, então poderá passar para a pergunta seguinte.

Possuo condições para comprar?
Se a pessoa não tem dinheiro, o melhor a se fazer é não comprar e esperar outra oportunidade. Faça o possível para pagar o produto à vista. Se você precisa “adquirir” o cartão de crédito da loja para comprar a bolsa, significa que suas finanças não estão organizadas. Outro sinal de que as coisas não estão indo bem é quando o salário acaba na metade do mês e você começa a pagar tudo pelo cartão de crédito, rolando a dívida. Tenha cuidado.
Caso seja de grande valor, o parcelamento do produto tem que caber com folga na renda. Ao parcelar uma geladeira, verifique se você terá plenas condições de pagar integralmente as parcelas do cartão de crédito (pagar o mínimo do cartão é suicídio).
Para grandes compras, será necessário colocar na ponta do lápis se você terá condições de sustentar o produto. Não adianta financiar um carro e esquecer que ele consome combustível, que necessita de limpeza e manutenção constante, que há o IPVA anualmente, e que pode ser uma boa ideia colocá-lo no seguro. Se você não tem certeza de que conseguirá bancar tudo isso, não compre.
Se você disse “Sim. Tenho certeza de que possuo condições para comprar!”, poderá prosseguir para a pergunta final.

Posso deixar para comprar amanhã?
Você realmente precisa do produto e tem condições de pagar, mas a compra tem que ser hoje mesmo? Seu tênis está velho e você quer comprar um novo. A troca tem que ser hoje? Aquele seu computador está lento, mas que tal fazer uma limpeza e deixar para comprar o novo computador amanhã? Você quer casar no papel e precisa desembolsar uma grana no cartório para regularizar a situação. Mas você já está tanto tempo com a pessoa. Precisa de tanta pressa assim? Pode deixar para amanhã?
Este é um dos poucos casos em que a procrastinação pode ser sua aliada. O lema invertido “deixe para amanhã o que você pode fazer hoje” é um dos raros momentos em que poderá te ajudar a economizar.
Mas se você disser “Não. Não suporto mais. Preciso comprar hoje.”, o produto poderá finalmente ser adquirido.

Lembre-se disso: o sistema 3P é apenas uma ferramenta que poderá te auxiliar a diminuir as compras por impulso. Mas a decisão é sua.
Para uma pessoa que não consegue se controlar e se disciplinar, não há sistema ou metodologia que a conserte. Para os descontrolados, o sistema 3P poderá surtir um efeito contrário para que a pessoa compre sem culpa. A situação poderia ser mais ou menos assim:

Preciso deste produto?
“Precisar realmente não preciso. Mas estou com vergonha do meu que está velho. Todo mundo tem um desses e não posso ficar de fora. Além disso, trabalho tanto e preciso me premiar de vez em quando, não?”

Possuo condições para comprar?
“Não estou com o dinheiro aqui em mãos, mas a loja está fazendo liquidação! Não posso perder este desconto. Acho que mesmo assim valerá a pena pegar um pouco do cheque especial. Mas juro que é só desta vez.”

Posso deixar para comprar amanhã?
“Poder eu posso, mas.....estou na frente da loja! É melhor comprar logo, né?”

Ao responder o sistema 3P, seja sincero consigo mesmo. Apesar de possui perguntas simples, o 3P poderá te auxiliar a diminuir sensivelmente as compras desnecessárias. Mas independentemente do sistema ou método utilizado, a decisão final será sua.

Não deixe de comentar sobre o sistema 3P ou deixe sua dica sobre formas de diminuir as compras por impulso. 

Veja também:
Comprando livros a um preço melhor
Participe da Nota Fiscal Paulista

17 comentários:

  1. Sempre uso essas argumentações e ai acabo não comprando nada kkkk
    Ótima dica AdP principalmente para os impulsivos como eu.

    Abraços!

    ResponderExcluir
  2. Bom post.

    No geral não compro por impulso, mas confesso que tenho uma queda com livros. Só nos últimos 15 dias foram mais de R$ 700 reais.

    De qualquer forma, ainda monto uma biblioteca em casa rs

    ResponderExcluir
  3. Sinceramente é muito dificil ter q fazer isso pois sou do tipo q só olho p lojas qdo saio de casa precisando comprar algo, caso contrario consigo ignora-las completamente, alias ultimamente qdo preciso, dependendo do q for, eu compro por internet, acho mais facil fazer pesquisa de preços, mas tenho 2 exceções a isso:
    - livrarias, entro em todas, meu passeio predileto
    - supermercado
    Muito raro desistir de uma compra nesses casos, mesmo tendo 3 ou 4 livros em casa na fila para leitura e supermercado eu não suporto, então quero sair o qto antes lá de dentro e acabo comprando a mais, não parando p pensar e pesquisando pouco o preço, mesmo com lista, mas pelo menos consumo td q compro, nada vai p o lixo
    beijão

    ResponderExcluir
  4. Muito bom, sempre pensei assim, mas nunca me dei muita conta do preciso comprar agora.

    Aplicarei imediatamente!

    Abs

    ResponderExcluir
  5. O pessoal do meu trabalho fizeram pressão hoje para eu comprar um Corolla, mas eu não quero, o meu carro é ano 1996...poderia compra um zero, mas tenho outras prioridade antes de comprar...eu não ligo para estatus, o importante e ter dinheiro no bolso...e isso traz tranquilidade.

    Um abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tá certissimo. Ainda mais se o carro não estiver dando problemas e vc tem confiança nele.

      Excluir
  6. O que me dá menos peso na consciência quando alguma vez compro por impulso é que sempre a minha a primeira compra do mês é a parcela da minha independência financeira.
    Sobra menos dinheiro para errar.
    Abs!

    ResponderExcluir
  7. AdP, vc colocou uma coisa interessante: quem não quer fazer a coisa direito, não adianta sistema, não adianta técnica, não adianta nada. A pessoa vai fazer m**** e pronto.

    Agora esses sistemas funcionam para quem já faz a coisa certa ou quer fazer e não sabe como.

    Um abraço!

    ResponderExcluir
  8. Olá pessoal, obrigado pelos comnetários. O nível está muito bom.

    ABraços

    ResponderExcluir
  9. ótimo essa técnica AdP,

    Ajuda muitos os gastadores compulsivos.
    Não sou um compulsivo, e só compro quando não tem mais jeito, ou é comprar ou comprar.
    Salve duas exceções, que são produtos alimentícios (sem porcarias como bolachas e afins, nada substitui um arroz, feijão, bife e salada) e de higiene (se não tiver um desodorante, não saio de casa).

    Belo post, como sempre, melhorando cada vez mais.

    Uta!

    ResponderExcluir
  10. Creio que não sou uma pessoa consumista. Pois comprei um computador em 2002 e so fui troca-lo em 2010. Comprei um Iphone(o produto mais odiado pelo Pobretão)que alias estou muito satisfeito com ele porque perdi o meu que tinha comprado em 2007. Viajei para NY em 2010 e aproveitei para renovar meu guarda-roupa e desde então não comprei mais nem cueca. Comprei um notebook pois fico a semana toda trabalhando em outra cidade e so volta no final de semana. Demora pra comprar mas qd compro procuro o que tem de melhor. Esse é meu perfil de consumo.

    ResponderExcluir
  11. Acho q não temos o direito de ser consumistas. Trace uma meta financeira, ou desfrute dos prazeres momentâneos que o dinheiro proporciona. As duas coisas juntas, não dá!
    Ótimo texto.
    Parabéns!

    ResponderExcluir
  12. Olá Adp!

    Ignoro qq tipo de loja, não tenho o mínimo instinto consumista, mas qd bate a vontade de comprar algo, os 3ps quase sempre me impedem de comprar, rsrs!

    Abraço!

    COrey

    ResponderExcluir
  13. Muito bom o texto, muitas vezes tenho que me controlar mesmo, o apelo é muito grande para consumirmos, tudo gira em torno de você comprar, comprar e comprar...

    ResponderExcluir
  14. ADP,
    de tanto frequentar esta comunidade, resolvi criar um blog..nem se compara ao de vcs, mas é basicamente pra servir de estímulo pra continuar nessa caminhada!
    Se puder, me adiciona ai:

    www.joveminvestidoraa.blogspot.com

    Valeu! (investidora juvenil=jovem investidora , ok?)

    ResponderExcluir
  15. Olá AdP!

    To passando para avisar que meu blog será aposentado e no lugar vou dar prosseguimento no site: http://www.generalinvestidor.com.br, se puder atualizar os links trocando-os agradeço :) e conto com seus comentários por lá

    Abraços!

    ResponderExcluir
  16. eu sou o pior olho,olho e acabo nao comprando nada so depois que tenho total certeza que preciso eu compro eu sou muito chato para comprar essa chatisse minha me favorece kkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir

Anônimos, contribuem e deixem um nome para que seja possível outras pessoas fazerem referências, estabelecendo melhor a troca de ideias. Educação é sempre bem vista.
Mensagens de trolls serão moderadas.