quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

Contra-argumentando ETF – Parte 3


Na parte 1, relatei que faria uma série de postagens apresentando contra-argumentos sobre o ETF, além de explicar os motivos que me levaram a isso. Se você chegou nesta postagem aqui e não leu a primeira postagem, clique AQUI para dar uma olhada. Iremos então à continuação dos contra-argumentos:

Argumento nº 4: “Pare de se estressar com o acompanhamento de suas empresas. Ao comprar um ETF, você terá uma gama bem diversificada de empresas, o que te dará sossego e tranquilidade.”

Contra-argumento: Do ponto de vista de um investidor que prefere selecionar suas próprias empresas, não consigo entender este argumento. Sinceramente, não sei o que certas pessoas fazem para acompanhar a saúde de suas empresas. Não sei se elas ficam caçando notícias na internet, visitando ininterruptamente fóruns ou verificando a cotação de suas empresas a todo minuto. Não sei qual seria o grande stress de acompanhar a situação de sua empresa, principalmente se você fez seu trabalho de casa ao escolhê-la para fazer parte de sua carteira.
Como uma pessoa que já passou por esta situação, afirmo que a parte mais estressante é quando você começa do zero e quer escolher quais empresas participarão de sua carteira de ações. Esta parte é nada divertida. Verificar e analisar balanços, comparar com os concorrentes, buscar uma vantagem competitiva, realizar cálculos e simulações. A parte inicial é a parte mais chata e deselegante. Entretanto, após escolher os jogadores que farão parte de seu time e traçar uma estratégia, o seu acompanhamento fica muito tranquilo. O trabalho não é muito maior do que acompanhar de 3 em 3 meses os balanços que as empresas divulgam e ir investindo mês a mês. Acreditem, não é nada tão estressante. Com o tempo o investidor vai ganhando experiência, obtendo maior segurança na escolha de suas ações, o que trará maior tranquilidade.
E tem mais contra-argumentos. Por que investir em ETF é menos estressante que investir por conta própria? Por que investir em um ETF que possui 69 empresas é menos estressante que investir em uma dúzia de empresas individualmente? Só porque são 69 empresas significa que eu não preciso acompanhar a evolução destas? É mesmo? Conte-me quantas empresas eu preciso ter para que eu não precise acompanhar a evolução delas? 20? 30? Se for 30, então se tiver 29 empresas, será necessário acompanhar, mas se for 30 não será necessário? Qual o sentido disso?
A grande verdade é que a falta de stress está no preparo do investidor e na forma como ele lida com seus investimentos. Se ele conhece a fundo o seu tipo de investimento, não importa se ele investe em 1, 2, 5, 10 ou 69 ações. A tranquilidade será fruto do seu conhecimento, e não de uma suposta mega diversificação. Não vejo o menor sentido nisso, mas se um investidor acha que possuir 69 empresas é menos estressante que possuir 10, que seja.


Argumento nº 5: “Com ETF você gastará menos com corretagens do que investindo individualmente. Ao invés de gastar corretagem com 69 empresas, basta gastar apenas uma corretagem com o ETF”.

Contra-argumento: Imagine a seguinte cena. O investidor, por algum motivo, está decidido a investir em 69 empresas. Ele pega parte do seu salário, transfere para a corretora, e compra uma migalhinha de cada uma das 69 empresas que ele quer investir. Ele vai gastar 69 corretagens naquele mês! Olha que loucura!
Não seria mais inteligente se o nosso investidor comprasse só ações da 1ª empresa no 1ª mês, depois só a 2ª empresa no 2º mês, e assim sucessivamente? Ele gastará apenas uma corretagem por mês, da mesma forma que o ETF. Na verdade ele gastará até menos, pois, se atingidos alguns requisitos, a venda de ações não incidirá imposto de renda, imposto que no ETF sempre se paga referente ao ganho. Perceberam como este argumento é bobo?
E qual investidor individual vai querer investir em 69 empresas!? Pelo que percebo, a maioria dos investidores que escolhem suas ações mantêm uma quantidade aproximada entre 4 e 18 ações diferentes, e nenhum deles fica comprando todo mês todas as ações. No máximo 1 ou 2 ações diferentes por mês.
É importante saber que os custos são controlados pelo investidor. Não é algo que está em poder da corretora ou da bolsa, mas apenas do investidor. Da mesma forma que um investidor poderá gastar 5 corretagens com ações em um mês, é possível também gastar 5 corretagens com ETF.
A impressão que se tem é que este argumento é utilizado unicamente para promover o ETF. Este argumento não tem validade.

E vocês, concordam com os contra-argumentos? Não deixe de comentar!

35 comentários:

  1. Se continuar desse jeito vc acabar com metade do eBook do HC rsrsrsrsrsrs

    Concordo plenamente com o q vc escreveu... essa da corretagem então... puro bullshit...

    ResponderExcluir
  2. ADP, parabéns pela iniciativa!

    Também sempre achei duvidosa essa propaganda exagerada dos ETF's, mas o que mais me assusta ainda é o cara dizer que um fundo que contenha ações de empresas nas quais eu não confio (pessoalmente, OGXP e PETR, só para dar um exemplo) pode ser mais vantajoso do que investir em empresas nas quais eu confio e leio os relatórios...

    To aguardando ansiosamente pelo restante dos contra-argumentos! Um abraço!!

    Rafael

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Rafael,
      Também não entra na minha cabeça a afirmação de que é impossível bater o mercado ao selecionar suas ações.

      Abraços

      Excluir
  3. "Não seria mais inteligente se o nosso investidor comprasse só ações da 1ª empresa no 1ª mês, depois só a 2ª empresa no 2º mês, e assim sucessivamente? Ele gastará apenas uma corretagem por mês, da mesma forma que o ETF. Na verdade ele gastará até menos, pois, se atingidos alguns requisitos, a venda de ações não incidirá imposto de renda, imposto que no ETF sempre se paga referente ao ganho."

    Conheço um blogueiro que está fazendo exatamente isso...rs

    abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Achei essa opção ridícula... levaria mais de 5 anos pra comprar todas as ações dessas empresas.... fora q de tempos em tempos algumas empresas poderiam sair do IBOV e ter q gastar na venda com outra corretagem
      Minha visão...
      Abs

      Excluir
    2. Sim Eduardo, da mesma forma que é ridículo pensar que um pequeno investidor selecionaria 69 empresas diferentes para investir diretamente (que eu já gente falando sobre esta vantagem do ETF). Como eu disse, a maioria investe em cerca de 4 a 18 empresas. Eu por exemplo invisto em 10 e compro uma ou duas por mês. É um número razoável.

      Abraços

      Excluir
    3. 69 empresas / 2 aportes mensais em empresas diferentes = 35 meses.

      Excluir
  4. Escolher empresas é mais trabalhoso, mas é mais compensador. Pensei em comprar SMALL11, mas o que tinha de "banana podre no cacho"... desanimei. ETF é bom para quem tem preguiça de acompanhar o mercado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá HM,
      Verdade. Dá um trabalhão a escolha das empresas, mas é algo muito recompensador.

      Abraços

      Excluir
  5. "Pare de se estressar com o acompanhamento de suas empresas. Ao comprar um ETF, você terá uma gama bem diversificada de empresas, o que te dará sossego e tranquilidade"

    conheço gente tão estressada que mesmo com variações em ETF sairia do serio e nunca teria tranquilidade rsrs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu conheço gente tão tranquila, mas tão tranquila, que mesmo estando all-in em ELPL, ainda não teve um ataque cardíaco!

      Excluir
    2. Olá Ostra,
      O stress pouco tem a ver com o tipo de investimento. Tem a ver com o conhecimento do investidor. Não é a escolha de ações ou do ETF que trará tranquilidade.

      Abraços

      Excluir
  6. Por Ricardo:

    E ae pessoal deixa eu ser do contra e defender um pouquinho o ETF. Vou reargumentar tudo o que vcs escreveram aqui. Acho que se vc quer investir em ETF invista naquele que tem maior participação em boas empresas. Vamos lá.

    1) ETF PAGA IR: não acho válido como desvantagem, quem pensa isso então fique apenas com LCI CRI AÇÔES (carteira individual) DEBENTURES INFRAESTRUTURA, etc... Se o teu foco é só renda variável fique longe das etfs, a melhor coisa que você faz é montar sua carteira própria, afinal maior parte dos teus recursos estão alocados ali, nada mais justo do que você administrar.

    2)ETF vem um monte de tranqueira: nem sempre.O ETF ECO11, recentemente lançado tem forte foco em boas empresas, por exemplo? ITUB4 (12%) BBDC4 (11%)AMBV4 (10%) VALE5 (9,10%) BBAS3 (4,26%) BVMF3 (4,60%) CCRO3 (3,32%). Pare e analise, que 55% da carteira é de excelentes empresas, inclusive SuperBluechips, Bluechips, forte foco na area financeira?ok. se não te agrada blz, mas essa maior parte também é diversificado em mineração e transporte e consumo. Após esse total você ainda encontra SOUZA CRUZ, CEMIG, CIELO, NATURA, LOJAS RENNER,BRML3, BRADESPAR, ITSA4, cara no mínimo 70% da carteira é de boas empresas, tranqueiras como OGX3 (opnião particular) ficam com 1,01% de participação, MMXM3 apenas 0,14%, CSNA (1,03%, ELPL4 só 0,4%, e olha que teve gente com 20% dela na carteira que se deu mal. Para mim, é até importante ter essas ações na carteira, por contribuir com a volatilidade, o ruim é que ela contribui para cima e também para baixo. Enfim antes de falar que ETF so tem tranqueira analise ele primeiro.

    VOCÊ PODE PAGAR UMA CORRETAGEM TANTO INVESTINDO EM AÇÕES INDIVIDUAIS COMO EM ETF´s: Verdade. Se você faz aportes mensais de R$500,00 por exemplo, e paga R$2,90 de corretagem, o que considero baixo, você em ações individuais investe em uma única ação, para não pagar duas corretagens, no ETF vc investe em todas ao mesmo tempo. Nesse aspecto o ETF até acaba levando vantagem. Antes da sua replica lembre-se essa carteira do ECO11 tem boas empresas,na sua maioria.

    NÃO VOU DEIXAR MEU DINHEIRO PARA ALGUEM ADMINISTRAR: Ok. sem problemas, enquanto vc faz isso sabendo o que esta fazendo na bolsa. Porque existe uma ansiedade, um sentimento de poder e inteligencia que o investir em ações individuais adquiri que não existe no ETF. Será que você não investe em ETF porque gosta de sentir-se inteligente o sabe tudo, o cara que estuda as empresas e conhece tudo de balanços, ou você não investe porque tem ciencia de que sabe o que está fazendo? Lembre-se se tua resposta é eu sei o que estou fazendo, cuidado, pode ser que não seja bem assim, quando a gente se convence que somos bons, podemos não ser tão bons assim.

    QUEM INVESTE EM ETF É PORQUE TEM PREGUIÇA OU PORQUE NÃO QUER TER TRABALHO DE ESCOLHER AÇÕES: Nem sempre, e aquele que investe porque análise fundamentalista não entra na cabeça dele? E aquele que não tem tempo para ficar analisando isso, e aquele que investe em etf porque quer diversificar a carteira e ao invés de ficar analisando balanços tem outras coisas a fazer. E aquele que lê warren buffet e outros gurus da renda variável e que quer seguir seus conselhos de investir em etf, assim como você segue peter lynch e quer classificar sua carteira com ações de crescimento, etc...



    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ricardo. Gostei de suas reflexões. O espaço é para discutir mesmo e sempre digo que ninguém é dono da verdade.
      Quero deixar claro que a ideia desta série de postagens não é dizer que ETF são ruins ou desaconselhá-los. A postagem é apenas uma série de contra-argumentos dos quais eu particularmente não concordo. Há uma série de pessoas que dizem que ETF são indiscutivelmente a melhor opção para o pequeno investidor, e isso eu acho errado. Eu invisto diretamente em ações e não ouso dizer que as ações são a melhor escolha para o investidor. Como você mesmo disse, todo investimento possui vantagens e desvantagens.

      Permita-me fazer algumas observações sobre suas colocações:
      "1) ETF PAGA IR: não acho válido como desvantagem, quem pensa isso então fique apenas com LCI CRI AÇÔES (carteira individual) DEBENTURES INFRAESTRUTURA, etc... Se o teu foco é só renda variável fique longe das etfs, a melhor coisa que você faz é montar sua carteira própria, afinal maior parte dos teus recursos estão alocados ali, nada mais justo do que você administrar."
      O problema não é pagar IR. O problema é não ter escolha ou alternativas de fugir deste pagamento. Já imaginou sua aposentadoria com ETF? Você não recebe dividendos e não possui um fluxo de caixa. Você precisará vender ETF e por isso deverá pagar o IR. Já com as ações é possível viver dos dividendos, ou vender até no máximo 20 mil reais por mês.
      Além disso seus dividendos (no caso do ETF) são também tributados com o IR.

      '2)ETF vem um monte de tranqueira: nem sempre.O ETF ECO11, recentemente lançado tem forte foco em boas empresas, por exemplo? ITUB4 (12%) BBDC4 (11%)AMBV4 (10%) VALE5 (9,10%) BBAS3 (4,26%) BVMF3 (4,60%) CCRO3 (3,32%). Pare e analise, que 55% da carteira é de excelentes empresas, inclusive SuperBluechips, Bluechips, forte foco na area financeira?ok. se não te agrada blz, mas essa maior parte também é diversificado em mineração e transporte e consumo. Após esse total você ainda encontra SOUZA CRUZ, CEMIG, CIELO, NATURA, LOJAS RENNER,BRML3, BRADESPAR, ITSA4, cara no mínimo 70% da carteira é de boas empresas, tranqueiras como OGX3 (opnião particular) ficam com 1,01% de participação, MMXM3 apenas 0,14%, CSNA (1,03%, ELPL4 só 0,4%, e olha que teve gente com 20% dela na carteira que se deu mal. Para mim, é até importante ter essas ações na carteira, por contribuir com a volatilidade, o ruim é que ela contribui para cima e também para baixo. Enfim antes de falar que ETF so tem tranqueira analise ele primeiro."
      Esta eu não entendi muito bem. Se você consegue discernir entre boas empresas e empresas ruins, o que você está fazendo com ETF? Não entendi mais ainda esta parte "Para mim, é até importante ter essas ações na carteira, por contribuir com a volatilidade". Eu por exemplo pouco me apego a volatividade.
      E lembre-se você está pegando um ETF para tentar justificar o que você disse. São diversos ETF e veja o conjunto.
      De qualquer forma, mesmo que este ETF, na sua opinião, tenha ações de melhor qualidade, sempre há aquela que você não seria sócio, mas é obrigado. Eu por exemplo seria obrigado a ser sócio de GOLL4, MMXM3, FIBR3, PDGR3, etc. Independentemente dessas empresas serem boas ou ruins, são empresas que eu não gostaria de ser sócio.
      E outra. Ninguém disse que ETF só tem tranqueiro. Estão falando que você é obrigado é ser sócio de tranqueiras. Claro que ETF possuem empresas boas.

      Excluir

    2. "VOCÊ PODE PAGAR UMA CORRETAGEM TANTO INVESTINDO EM AÇÕES INDIVIDUAIS COMO EM ETF´s: Verdade. Se você faz aportes mensais de R$500,00 por exemplo, e paga R$2,90 de corretagem, o que considero baixo, você em ações individuais investe em uma única ação, para não pagar duas corretagens, no ETF vc investe em todas ao mesmo tempo. Nesse aspecto o ETF até acaba levando vantagem. Antes da sua replica lembre-se essa carteira do ECO11 tem boas empresas,na sua maioria."
      Desculpe minha ignorância, mas não entendi muito bem o que você escreveu. O custo de comprar uma ação é o mesmo custo de se comprar um ETF. O custo de vender uma ação é o mesmo custo de se vender um ETF. "Nesse aspecto o ETF até acaba levando vantagem." A vantagem é que investe seu dinheiro em várias empresas ao mesmo tempo? Por que isso é vantagem? Qual a vantagem de espalhar seus 500 reais em várias empresas? Qual a vantagem de deixar 20 reais em uma, 5 reais em outra, 4 reais em outra, etc?
      "Antes da sua replica lembre-se essa carteira do ECO11 tem boas empresas,na sua maioria." Mais uma vez, se você consegue discernir entre empresas boas e ruins, porque investe em ETF?
      A ta, você esqueceu de mencionar que na venda de seus ETF há a incidência do imposto de renda, o que pode fazer com que seus custos em ETF sejam maiores.

      "NÃO VOU DEIXAR MEU DINHEIRO PARA ALGUEM ADMINISTRAR: Ok. sem problemas, enquanto vc faz isso sabendo o que esta fazendo na bolsa. Porque existe uma ansiedade, um sentimento de poder e inteligencia que o investir em ações individuais adquiri que não existe no ETF. Será que você não investe em ETF porque gosta de sentir-se inteligente o sabe tudo, o cara que estuda as empresas e conhece tudo de balanços, ou você não investe porque tem ciencia de que sabe o que está fazendo? Lembre-se se tua resposta é eu sei o que estou fazendo, cuidado, pode ser que não seja bem assim, quando a gente se convence que somos bons, podemos não ser tão bons assim."
      Quanto a deixar o dinheiro para outra pessoa administrar, isso vai de cada um. Tem gente que sabe administrar muito bem o dinheiro de outras pessoas, e este tipo de gente deve ser bem paga sim.
      Sobre o se sentir inteligente e o sabe tudo, discordo totalmente. Acho que não tem nada a ver. Não fico me gabando e dizendo que tenho certeza, tanto que tenho a minha diversificação de ações. Se eu me achasse inteligente, investiria em apenas uma empresa, com confiança. Não acredito que a prova de humildade na bolsa de valores é investir em um ETF com 69 empresas diferentes. Já vi muito investidor em ETF soberba.

      "QUEM INVESTE EM ETF É PORQUE TEM PREGUIÇA OU PORQUE NÃO QUER TER TRABALHO DE ESCOLHER AÇÕES: Nem sempre, e aquele que investe porque análise fundamentalista não entra na cabeça dele? E aquele que não tem tempo para ficar analisando isso, e aquele que investe em etf porque quer diversificar a carteira e ao invés de ficar analisando balanços tem outras coisas a fazer. E aquele que lê warren buffet e outros gurus da renda variável e que quer seguir seus conselhos de investir em etf, assim como você segue peter lynch e quer classificar sua carteira com ações de crescimento, etc..."
      Nisso eu concordo com você, mas é bom lembrar que isso não foi citado por mim.

      Abraços

      Excluir
  7. CONTINUANDO...

    NO ETF EU NÃO VEJO MEUS DIVIDENDOS E SÃO REINVESTIDOS AUTOMATICAMENTE: Dividendos sai do preço da ação, e se vc não reinvestir vc nunca vai acumular seu patrimônio.

    Cara o que eu percebo é que os ETF´s dão certo, funcionam, tem suas vantagens, tem suas desvantagens, e o investidor individual fica mordido porque o etf não lhe proporciona a emoção que o investimento individual fornece, e fica com essa tara de ficar colocando obstaculos como ir nessa modalidade de investimento.

    Se você não gosta de ETF´s como SMALL11 que rendeu 25% líquidos de IR em 2012, CSMO11 que rendeu 35% líquidos, em 2012, e sua carteira não passou dos 15%, aliás talvez até teve prejuízo, e ta ae mais um motivo para não pagar imposto, então não invista. Fique com o sentimento de que você entende de ações e investe nela individualmente, por saber que suas empresas cresceram a uma taxa média que a classifique em crescimento rápido, médio, lento, são boas pagadoras de dividendos, mas nem imagina de fato o que se passa por tras dos bastidores, não conhece de fato o negocio da empresa, qual o % de market share dela no mercado, qual dos seus produtos mais rentáveis, quais os menos rentáveis, etc... O que realmente importa não é esclarecido ao mercado, lembre-se disso.

    Porém se você investe e está satisfeito com sua carteira, está crescendo seu patrimônio, tem poucas ou muitas ações, sabe seus limites, parabéns, vc não precisa de ETF. Eu gosto da emoção de escolher minhas empresas, mas não vejo etfs como mal negocio. É rentável? Os riscos são aceitáveis? Os impostos são muito diferentes de tudo que possuo na carteira? Analisado isso se o negócio é bom então vem pra minha carteira com certeza.

    Abraço a todos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "NO ETF EU NÃO VEJO MEUS DIVIDENDOS E SÃO REINVESTIDOS AUTOMATICAMENTE: Dividendos sai do preço da ação, e se vc não reinvestir vc nunca vai acumular seu patrimônio."
      Sim, mas o que a maioria que investe em ações faz?
      É bom lembrar que nos ETF há a incidência do imposto de renda sobre seus dividendos, na hora da venda. Isso, na minha opinião, é muito danoso.

      Amigo, entendo seu posicionamento em ETF e, como disse na primeira postagem, eles são bons sim. O que me incomoda são algumas pessoas que dizem que indiscutivelmente eles são a melhor escolha. Nesse aspecto eu discordo.

      E lembre-se, somos investidores de longo prazo e utilizar o rendimento de apenas um ano não é uma coisa muito indicada a se fazer. É óbvio que teremos rendimentos bons e ruins no decorrer do tempo, e o rendimento de apenas um ano pouco significa, a não ser pra fazer propaganda e tentar provar superioridade. CIEl3 subiu 47%, AMBV4 subiu 32%, BTOW3 subiu 88% e ECOR3 subiu 26% em 2012. Faz sentido eu fazer propaganda dessas empresas para tentar mostrar alguma superioridade das ações, baseado apenas nesse ano, sabendo que somos investidores de longo prazo?

      Abraços

      Excluir
  8. Vamos colocar as ETFs em seu lugar, ETFs são "fundos" nada mais nada menos que isso, são fundos de ações como os que existem em muitos bancos por ai, podem servir como diversificação, porém não são como ações, nem como CRI, LCIs...
    O pessoal tem que parar de dizer que ETFs são a grande maravilha do momento, peguemos nos últimos anos qual ETF conseguiu o crescimento consistente da AMBV4?
    Ficam tentando enganar os NOOBs do mercado que existe investimento infalível, e como sempre esses pagarão o preço de seu tampão na cara.
    A melhor forma de se ganhar dinheiro sempre foi a mesma desde a época de Bejamin Graham, conhecimento!

    ResponderExcluir
  9. (ricardo)
    Zé, concordo contigo etf é um fundo, como tal não se pode comparar fundo etf com ação individual, principalmente ambev, que é um dos poucos casos a parte na bolsa, excelente ação. O que se pode fazer é analisar as vantagens de se investir em etf´s em relação a ações individuais, essa é a discussão aqui, usa-se ambev como exemplo porque é um fato, a empresa é boa e pronto. Por que você não comparou o etf com Eletropaulo que até menos de um ano era a queridinha em valorização e dividendos? Simples, porque ela foi um case de sucesso, e agora pelo fato do governo bater em cima das elétricas, ela está sofrendo.

    Se for para comparar, compare ações com ações, empresas x empresa, por exemplo se alguém me falar que investir em OGX é melhor que investir em AMBEV eu discordo.

    No meu ponto de vista já que você comparou ambev com etf, eu prefiro investir no etf que tenha ambev no seu portifólio, do que apenas em ambev não preciso dizer o motivo, obviamente o risco é maior, por isso o retorno é maior, quem me garante que ambev vai continuar sendo o que é para sempre? Quem me garantiria há anos atrás que se eu continuasse investindo apenas em ambev eu me daria bem? (vc comprou um etf com uma única ação, por isso essa comparação). Tudo bem vc pode me dizer que isso depende do seu estudo em vc saber analisar empresas etc... Mas há quem diga que investir em ações é arte, como como tal, envolve mais talento do que conhecimento. Quem tem talento, sabe o que faz se muito esforço, quem não tem precisa estudar e muito, mas nenhum dos dois é garantido.

    A sua comparação foi infeliz na questão de rentabilidade mas foi feliz, para ajudar a entender que a comparação entre etf e ações individuais devem ser feita levando em comparação, os seguintes quesitos n conjunto carteira de investimentos:

    Custos
    Diversificação
    Riscos
    Tempo disponível
    Capital disponível para investir
    Relação retorno etf x retorno carteira de ações administrada pessoalmente (isso não tem absolutamente nada a ver com comparar a rentabilidade de uma ação individual com a rentabilidade do etf, e sim sua eficiencia com a do etf). Se vc comparar a rentabilidade da carteira etf com a sua, ae sim, fica de igual para igual.

    São estas questões que devem ser analisadas agora comparar etf com ambev vc pegou pesado no modo turbo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas o problema é justamente este. Os que glorificam os ETF dizendo que eles são indiscutivelmente a melhor escolha para o pequeno investidor adoram fazer a comparação entre ações e ETF. Falam mal da escolha individual das ações e glorificam o ETF.

      E não acho a opinião do Zé das Couve tão infeliz assim. Independentemente de um ser ação e o outro ser ETF (que no final das contas é um conjunto de ações), ambos são investimentos. Então quer dizer que não posso comparar ações com Tesouro Direto, ou Tesouro Direto com ouro, ou dólar com poupança? Isso é errado? Então se uma pessoa me perguntar se, na minha opinião, é melhor investir em ações sou em Tesouro Direto, eu terei que responder que não dá pra responder, pois é errado fazer tal comparação. Não vejo muito sentido nisso. Mesmo sem saber tempo disponível, capital a investir e outras coisas da pessoa, eu posso ter uma opinião sobre cada tipo de investimento.

      Abraços

      Excluir
    2. (ricardo)
      Olá ADP, esse assunto ta pra la de bão, parabéns pelo material, pouco se lê de útil, sobre etf na rede, segue minha opnião:

      "Mas o problema é justamente este. (...)"

      Não é correto dizer que ETF é o melhor investimento, nem que Ações individuais é melhor, não há melhor nem pior, há o que se encaixa com o seu perfil, e eu não vejo o etf como o melhor dos investimentos só porque paga ir, porque esse é o primeiro argumento usado para não investir em etf, se vc só tem renda variável, concordo, mas não é o caso de boa parte dos investidores. Um cara que não tem tempo investe em ETF por ser essa sua única opção, as vezes o cara trabalha viajando, é um diretor, um supervisor, participa constantemente de reuniões, que as vezes são de última hora e chega final de semana o peão não quer nem saber de ler ou estudar, então investe em etf, e teve comentário dos colegas aqui do fórum dizendo que quem investe em ETF é porque tem preguiça de acompanhar o mercado (a mentalidade dos dois lados estão equivocadas).
      Mesmo se o cara tem preguiça, e dae...ele ta investindo do mesmo jeito. Sabe o que eu percebo nessa mentalidade, àquela de que eu sou melhor porque eu estudo mais, eu faço mais, eu sou mais eficiente, e quando o cara vê um etf rendendo mais de 30% num ano, o cara pira, e fica achando defeito no produto para não dar o braço a torcer que a gestão dele não foi tão boa, embora o mecanismo em sí, analise fundamentalista, tenha sido a melhor. O que importa é ganhar o jogo e não jogar bem, jogar bem é bonito, mas quem faz mais pontos é que ganha o jogo.

      "Independentemente de um ser ação e o outro ser ETF (...)"

      O que acho errado, é o zé do couve comparar ambev com etf, agora comparar sua carteira, que está sob sua gestão com a do ETF, para analisar a eficiencia, e verificar se vc obteve melhores resultados que mecanismo de trabalho do ETF, é correto.

      Com relação a não poder comparar ações com tesouro direto, ouro, dólar ou poupança, eu não disse isso, eu disse apenas sobre ações individuais x etf, eu acho que não faz o menor sentido avaliar estes ativos um com o outro se vc não tiver um balizador para eliminar as diferenças, por exemplo, ao comparar um fundo de investimento com outro, seja ações x multimercado x renda fixa, etc... eu uso o índice sharpe que mede o risco/retorno.

      Neste caso dois fundos que renderam 30% em um mesmo período, e possuem sharpe de 1% e 2% respectivamente, não significa que os dois fundos sejam bons pois renderam iguais, mas sim, que o retorno de um compensou mais o risco que ele trouxe do que o do outro. É esta a questão chave da comparação de sua carteira com ETF, sua seleção de ações tem um risco retorno melhor do que um etf? um CSMO11 que rendeu quase 200% desde sua criação teve mais efetividade em questão de rentabilidade do que a minha carteira por exemplo, que rendeu, no mesmo período 150% (fictício). Eu não sei calcular esse sharpe mas eu uso uma ferramenta online que me dá essa informação, é bem legal.

      Comparar renda variável com renda fixa, eu acho que não se deve comparar rentabilidade tipo ahhh... ações renderam 400% em 10 anos, tesouro direto rendeu 300%, blz, são coisas totalmente diferentes, com riscos diferentes, então compare por exemplo ações com o IBOVESPA, etf x IBOVESPA ou índice que ele segue, Fundos imobiliários com IFIX, agora comparar ações com CDI ou qualquer outro indicador de renda fixa, é só para saber se o risco que vc está correndo em renda variável continua atrativo ou não.


      Excluir
    3. Eu acho assim, etf ou fundos ativos, para pequeno ou grande investidor que não tem conhecimento ou tempo para aprender.

      Ações individuais para quem arruma tempo mesmo não tendo, e para quem gosta das emoçoes de escolher a suas ações, é muito legal, esse sentimento, mas se vc não souber dosar vc acaba perdendo oportunidades boas so porque paga ir. Que aliás é o que a maioria dos colegas do blog respondem, IR, IR, IR. Quem tem medo de ir fica em investimentos isentos. Se não tem como fujir então não reclame que um investimento é ruim so por causa do IR, porque a questão de um monte de empresa tranqueira nem todos os etfs tem.

      Excluir
    4. A discussão ta boa mesmo.
      Então, só acho errado dizer que ETF é melhor do que ações ou que ações é melhor do que ETF. Cada caso é um caso. E além dos casos que você citou (da pessoa não ter tempo ou não ter conhecimento), há aqueles que tem tempo sim e conhecimento e que chegaram a conclusão que ETF são melhores sim. Do meu ponto de vista não são, mas isso não quer dizer que estou certo ou que outras pessoas estão certas. Cada caso é um caso.
      Por isso fiz esta série de postagens, pois há alguns argumentos a favor dos ETF que não são bem assim como dizem. Alguns fazem uma propaganda exagerada de ETF, como se fosse altamente rentável ao mesmo tempo que o risco é baixo e demanda pouco conhecimento do investidor, mas quem estuda um pouco, seja ETF ou ações, sabe que nenhum investimento é assim. Por isso surge algumas pessoas com certo preconceito dos ETF, assim como das ações. acho que essa briga ETF x Ações não leva a nada. O que leva é o nosso conhecimento no que investimos, seja ETF, ações, TD, FII, etc.

      Abraços

      Excluir
    5. A ideia que eu tive em comparar Ambev é quem olha as ETFs como se fosse caderneta de poupança(rendimento certo, sem perdas) faz o mesmo que quem olha uma ação sem nenhum estudo, o caso que coloquei a Ambev é que qualquer um com um minimo de conhecimento em fundamentos iria ver que é uma empresa com grandes chances de ter crescido da forma que cresceu, o mesmo creio que são os ETFs, se olhar alguns fundamentos de empresas que as compõe verão que alguns são bons e outros não prestam(são apenas febre do mercado). Resumindo o que quero dizer é que se quer investir sem ter trabalho, invista em poupança ou algum titulo prefixado. Ações,ETFs, fundos de ações, todos custarão trabalho, sorte, ou dinheiro.

      Excluir
  10. kkkkk verdade. No final das contas não houve consenso. As opniões sempre serão divididas, se não fosse assim, todo mundo investiria em uma coisa só.

    ResponderExcluir
  11. Olá AdP!

    Parabéns pela iniciativa de discutir os ETFs, iniciei meus investimentos recentemente e pouco se fala sobre o assunto pelo que tenho visto. Achei todos os seus argumentos de muito bom senso, são um incentivo a mais para iniciar a análise das ações individuais em breve!
    Os ETFs são, afinal, apenas mais uma forma de se expor à renda variável. Se existesse um "melhor jeito" de enriquecer ou um "melhor ativo", todo mundo só iria investir nele e o mercado ia entrar em colapso.
    Recomendo procurar por John C. Bogle e os "Bogleheads" para os interessados nos fundos de índice.

    Um abraço

    ResponderExcluir
  12. Enquanto as pessoas forem radicais não irá existir contra argumentação....nesse ponto (da contra argumentação) to contigo ADP, pq o outro cidadão usandodo excesso de lingaugem nao faliu ou nada. Pergunta pra ele quem investiu em ETF antes de maio de 2008 se ja recuperou o dinheir perdido? (sem contar o custo oportunidade quiçá inflação)

    ResponderExcluir
  13. (ricardo)

    Verdade Aldo, mas se quem perdeu dinheiro nesse periodo fosse apenas quem investiu em ETF eu te daria razão.

    ResponderExcluir
  14. huauhahauhuahau. Nossa! A discussão tá pegando fogo!!! Embarquei na onda e resolvi fazer um post sobre ETFs também. Acho até que a grande diferença está na estratégia de cada um. Alguns, como eu, acham que quanto mais diversificada a carteira melhor porque o risco é bem mais diluído. Outros, como você, preferem uma diversificação consciente em ativos escolhidos a dedo. Certamente pra você não faz sentido ter dinheiro alocado em "ativos meia-boca" ou ativos pouco estudados. Pra mim não faz sentido uma carteira estreita com ativos escolhidos a dedo porque não confio nas análises - já todas são baseadas no passado e o futuro sempre será incerto. Porém isso dá muuito pano pra manga!!! Parabéns pelo blog e estou ansioso pelo próximo post!!! Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A ideia do Buy & Hold não é prever o futuro. Ninguém está apto a prever o futuro como a mãe dináh.
      A ideia é selecionar empresas boas, com resultados consistentes, boas margens e que respeitamo acionista. A tendência é empresas boas permaneçam boas e que empresas ruins permaneçam ruins. Claro que vira e mexe uma empresa foge do padrão, por isso a diversificação.

      E não concordo muito com uma parte que você escreveu na sua postagem:
      "Considero que esses ETFs são interessantes pra investir na busca de maiores rentabilidades com uma visão mais macroeconômica, sem a necessidade de esmiuçar a contabilidade de empresas específicas. Acha que o setor industrial vai se sair bem esse ano? Invista num ETF do setor. O mercado interno vai bombar? Compre o ETF ligado ao consumo interno. A China vai voltar a crescer? Então melhor comprar o ETF com mais empresas exportadoras… e ai vai!"

      É muito mais complexo investir baseado na macroeconomia do que baseado em uma empresa. Em uma empresa, você pode conversar com algum funcionário que trabalha nela, experimentar seus produtos, analisar seus balanços, e uma série de outras coisas que te permitem ver de perto. Além disso, você poderá fazer a mesma coisa com seus concorrentes.
      Já a macroeconomia tem inúmeras variáveis a se considerar, onde a maioria está oculta. E quando as notícias chegam ao investidor, muitas vezes está tarde demais para tomar alguma decisão.

      Abraços

      Excluir
  15. Tenho como estratégia montar uma carteira estável de longo prazo. Costumava investir em ações isoladas e cheguei a conseguir ganhar algo no período pré-crise de 2008. Mas me decepcionei com as perdas recentes de ações isoladas como PETR, ELPL, e CPFL. Em vista disso migrei para ETFs e me sinto bem mais tranquilo e satisfeito com o rendimento mais estável desses ativos. Não quero outra vida. Para mim agora só entram na minha carteira ETFs, Tes. Direto e FIIs. Na verdade minha preocupação agora é com os FIIs isolados. Por isso estou ansioso pelo lançamento ETF de FII. E tb estou ansioso pela equiparação dos ETFs e FIIs às ações em termos de tributação. Não entendo porque ETFs pagam 15% de ganhos de capital e ações não pagam para vendas até 20k. O ETF para mim é o que deveria ser mais incentivado pois é ideal para o pequeno investidor (aquele que costuma investir em poupança ou fundos DI)ter uma opção de renda variável simples.

    ResponderExcluir
  16. Alguns blogs adoram dizer que com os ETFs passaram a economizar tempo ao selecionar seus investimentos. O que eles não parecem ter percebido é que o tempo poupado com os ETFs é gasto inutilmente com simulações matemáticas complexas e de utilidade duvidosa para medir o beta da carteira e das diversas classes individuais de investimento.
    Ainda prefiro gastar meu tempo com a leitura de relatórios e cálculos matemáticos que demandemsalemas as quatro operações básicas.
    Parabéns pela serie, que expõe didaticamente o meu ponto de vista sobre o tema.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Demandem apenas (maldito corretor ortográfico)

      Excluir

Anônimos, contribuem e deixem um nome para que seja possível outras pessoas fazerem referências, estabelecendo melhor a troca de ideias. Educação é sempre bem vista.
Mensagens de trolls serão moderadas.