sábado, 29 de dezembro de 2012

Fechamento - Dezembro de 2012


No final de novembro eu não estava acreditando muito em  rally de fim de ano. Pensava que dezembro ia ser só mais um mês, talvez com uma leve alta, mas nada demais. Ledo engano. Na metade do mês a bolsa engatou o turbo e começou uma guinada impressionante. Diversas ações recuperaram as perdas do ano todo, e graças a dezembro, conseguiram fechar no positivo.
Precisei utilizar meu 13º salário para aumentar o meu colchão de segurança, e por isso aportei apenas R$1.200,00, que foram totalmente direcionado às ações. Ano que vem o ritmo de aportes deverá ser o mesmo deste ano. Não muito, mas frequente.
Vamos aos números:

quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

Feliz Natal e boas festas

Desejo um excelente Natal e uma memorável virada de ano para todos os amigos que acompanham o blog. Este periodo sabático, apesar de acontecer todos os anos, tem para muitas pessoas a sua devida importância.
Aproveito para avisar também que estou de viagem. Tenho mantido uma média de publicação de uma postagem a cada 7, 8 dias. Como não estou em casa e por isso estou longe de meu espaço onde normalmente escrevo as postagens, estarei ausente durante um pequeno período do blog. Peço desculpas pela minha ausência. As próximas postagens serão a de fechamento do mês e a de fechamento do ano.

Estamos passando por um rally nas ações e parece que o rendimento deste ano não será tão ruim.

Que venha 2013!!!! Estou com umas ideias de fazer vídeos. Vamos ver se vai dar certo.

Abraços e felicidades!

quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

Entenda a variação dos títulos


Uma das maiores dúvidas que surge quando os investidores utilizam o Tesouro Direto é relacionada à variação que estes títulos apresentação no decorrer do tempo, principalmente quando a taxa SELIC é alterada. Recentemente observamos alguns títulos variando até 40% no ano, mesmo quando a taxa acordada foi de cerca de 7% + IPCA. Como isso acontece?

Esta é uma daquelas postagens longas que possui cálculos matemáticos e já notei que a maioria dos leitores não curte. Tentarei simplificar a explicação ao máximo. Para entendê-la, será necessário que você realmente preste atenção na postagem. Não é difícil entender, mas de qualquer forma sua atenção será requerida.

Para não ficar algo extremamente tedioso, será explicado apenas o princípio que permite a variação. Sabemos que existem títulos prefixados, os vinculados ao IPCA e os pós-fixados. E entre eles há os que pagam cupons semestrais. Com exceção dos títulos pós-fixados (com remuneração baseada na SELIC), todos os outros variam de preço após as mudanças da taxa básica de juros. Como cada título possui uma característica diferente, cada um possui uma peculiaridade no cálculo. Para um melhor entendimento dos leitores, o que será retratado aqui é princípio que faz os títulos variarem, sem considerar taxas e impostos.

sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

Livro - Os Segredos de George Soros & Warren Buffett


 Para quem está por dentro do mundo dos investimentos, George Soros e Warren Buffet são nomes familiares. O primeiro realiza operações alavancadas nos mercados de câmbio e de futuros, sendo conhecido como “O homem que quebrou o Banco da Inglaterra”. O segundo compra empresas cujas operações são fáceis de entender, ao mesmo tempo em que estejam com um preço bem abaixo do que considera justo. O que eles têm de comum além de terem nascido em 1930 e ano após ano seus nomes estarem na lista dos investidores mais bem sucedidos da revista Forbes? É isso que Mark Tier responde em seu livro “Investimento: Os Segredos de George Soros & Warren Buffett”. E ele vai além. Mark Tier afirma que as mesmas características que fizeram o sucesso desses dois investidores também está presente em todos os outros investidores bem sucedidos, independente da estratégia adotada.

sexta-feira, 30 de novembro de 2012

Fechamento - Novembro de 2012

Mês estável para a bolsa e um pouco de queda para o Tesouro Direto. Neste mês houve pouca coisa relevante. Sr Eike já nao é o homem mais rico do Brasil e a agora a Ambev possui um valor de mercado maior do que a Petrobrás. Quem disse que cerveja não dá dinheiro?
Neste mês consegui um dinheiro extra, o que aumentou meu aporte. Adicionei mais uma empresa à minha carteira de ações, que agora conta com uma diversificação de 10 empresas. Não pretendo aumentar esta variedade. Pretendo apenas comprá-las mensalmente.
Ah ta, lembrei do fato quente do mês. A Eletrobrás apanhou significativamente, com a ELET6 caindo -40,25%. Na ponta positiva temos BTOW3, com valorização mensal de 54,8%. Não sei o por quê desta subida, e na verdade nem quero saber.

sexta-feira, 23 de novembro de 2012

E se existir uma bolha imobiliária?


Esta postagem de forma alguma se propõe a debater a existência de bolha imobiliária. Além de este tema estar “fora do meu quadrado”, há um farto material disponível na internet. Basta digitar o assunto no Google e voilà. Milhares de sites aparecerão. Esta postagem visa apenas ao esclarecimento de alguns assuntos a respeito da postura que o investidor deveria ter em relação à bolha imobiliária ou sobre qualquer bolha.

Antes de começar, assuma que tudo é arriscado, pois na verdade é mesmo. Ações, moedas, poupança, títulos, ouro, avestruz, negócio próprio, plantação de beterraba, loteria, todos possuem seus riscos. Mas não se preocupe, você não precisa deixar seu dinheiro no colchão (que também apresenta seus riscos).

sexta-feira, 16 de novembro de 2012

Cuidado com a inflação


Há muitas definições de inflação, mas ela nada mais é do que o aumento dos preços ao longo do tempo, fazendo com que a moeda perca seu poder de compra.
O Banco Central tem como missão “Assegurar a estabilidade do poder de compra da moeda e um sistema financeiro sólido e eficiente”. Para que esta missão seja cumprida, o BC deverá utilizar sua influência para manter a inflação a níveis adequados.  O índice de inflação que o Banco Central utiliza é o IPCA. Este índice é considerado o índice oficial de inflação do país. Ele mede a variação dos custos ao consumidor, sendo medido mensalmente pelo IBGE.

quarta-feira, 7 de novembro de 2012

[OFF] Apple, nunca mais!


Costumo postar apenas assuntos relacionados a investimentos, mas dessa vez farei minha primeira postagem OFF, a fim de compartilhar uma experiência que tive.
Durante minha adolescência desenvolvi um grande interesse por música. Não lembro como, mas na época consegui um Discman. Conseguia gravar umas 15 músicas em cada disco, que ficavam pulando em cada balançada de ônibus. Existia na época alguns com função antichoque, mas o meu não era assim. A troca de pilhas era frenética, pois o aparelho consumia absurdamente.
Com o tempo, a Apple divulgou o iPod Classic, com modelos de incríveis 30GB ou 80GB de capacidade. Para mim, usuário de Discman, aquilo representava um aparelho do futuro. Só o fato de ler MP3 e possuir uma imensa capacidade de armazenamento (na época era imensa), já eram motivos suficientes para virar um sonho de consumo. Somente a falta de dinheiro era o que me separava do iPod.

quinta-feira, 1 de novembro de 2012

Fechamento - Outubro de 2012

Como era esperado pelos estatísticos, outubro não foi um mês positivo para o mercado de ações. Durante o mês o mercado até que estava indo bem, mas no final do mês as ações perderam sua força.
Quem não deve estar nada contente é o Senhor X. Seu carro forte, OGXP3, foi a maior queda do iBov do mês. Junto com a LLXL3 e a MMXM3, cada uma representou uma baixa de cerca de 20%. Em 4º lugar foi a ELPL4 com uma queda de 18%. Particularmente não gosto de nenhuma dessas empresa do Senhor X, mas respeito a opinião de quem gosta.
No mês passado eu disse que meus aportes seriam seriamente afetados. Este mês aportei apenas R$200,00 e em novembro não será diferente. Acredito que no ano que vem retornarei a normalidade, talvez aportando um pouco mais do que de costume. Pretendo terminar 2012 com a minha meta de pelo menos 56 mil.

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

Simulação de compras mensais - EMBR3 - Conclusão


Ao longo das últimas 4 postagens (que podem ser acessadas por aqui), foram realizadas simulações de compras trimestrais das ações da EMBR3 durante o período de 2000 a 2011. Zé Teimoso, um personagem criado para a simulação, por algum motivo acreditava na empresa, decidindo então comprar incansavelmente R$2.000 em ações todo trimestre. 
Para nosso herói, infelizmente durante o período de estudo a EMBR3 mostrou balanços nada consistentes. Para ter uma ideia, cada ação evoluiu de R$8,38 a R$11,47 em um período de 12 anos, o que representa uma valorização de minguados 36,8%. Se considerarmos os R$4,89 que cada ação distribuiu de dividendos no período, teremos então um rendimento de 95,1%, o que continuará baixo.

Foram realizadas 3 simulações de compras trimestrais:
1-Além dos aportes trimestrais de R$2.000, os dividendos recebidos seriam reinvestidos em ações da própria empresa.
2-Os dividendos recebidos seriam guardados em uma conta separada.
3-A empresa não distribuiu os dividendos, guardando-os então para fazer uma grande reserva de lucros. Com isso, a cotação não foi reajustada.
Em todas as simulações, foram considerados custos totais de 2% de corretagem e os JSCP tiveram sua prevista dedução de imposto de renda.

sábado, 20 de outubro de 2012

Simulação de compras mensais - EMBR3 - Simulação 3


ATENÇÃO. SE VOCÊ NÃO LEU A POSTAGEM DE INTRODUÇÃO, QUE EXPLICA OS DETALHES DAS SIMULAÇÕES, É RECOMENDÁVEL QUE CLIQUE AQUI PARA SUA LEITURA

Conforme foi dito NESTA POSTAGEM, a simulação 3 é baseada na perspectiva de que a empresa não pague qualquer dividendo. Com isso, sua cotação não sofreu reajustes decorrentes do pagamento de dividendos, fazendo com que sua cotação permanecesse com em um patamar mais alto. As compras de ações eram feitas apenas com o dinheiro transferido de seu salário, no montante de 2 mil reais trimestrais.

Fiz a tabela abaixo que possui as informações relevantes de compra de Zé Teimoso:

quinta-feira, 18 de outubro de 2012

Simulação de compras mensais - EMBR3 - Simulação 2


ATENÇÃO. SE VOCÊ NÃO LEU A POSTAGEM DE INTRODUÇÃO, QUE EXPLICA OS DETALHES DAS SIMULAÇÕES, É RECOMENDÁVEL QUE CLIQUE AQUI PARA SUA LEITURA

Conforme foi dito NESTA POSTAGEM, a simulação 2 é baseada na perspectiva de não reinvestimento de dividendos. Zé Teimoso acumulava seus dividendos em uma conta separada. As compras de ações eram feitas apenas com o dinheiro transferido de seu salário, no montante de 2 mil reais trimestrais.

Fiz a tabela abaixo que possui as informações relevantes de compra de Zé Teimoso:

quarta-feira, 17 de outubro de 2012

Simulação de compras mensais - EMBR3 - Simulação 1


ATENÇÃO. SE VOCÊ NÃO LEU A POSTAGEM DE INTRODUÇÃO, QUE EXPLICA OS DETALHES DAS SIMULAÇÕES, É RECOMENDÁVEL QUE CLIQUE AQUI PARA SUA LEITURA.

Conforme foi dito NESTA POSTAGEM, a simulação 1 é baseada na perspectiva de reinvestimento de dividendos. Zé Teimoso acumulava seus dividendos durante o período de 3 meses e os juntava com o aporte. No primeiro dia do novo trimestre ele comprava o máximo possível de ações de sua empresa preferida, a Embraer.

Fiz a tabela abaixo que possui as informações relevantes de compra de Zé Teimoso:

terça-feira, 16 de outubro de 2012

Simulação de compras mensais - EMBR3 - Introdução


Como vocês sabem, sou defensor da estratégia de compras mensais de boas empresas. Os dividendos recebidos serão reinvestidos com o objetivo de potencializar a carteira de ações. Uma boa diversificação (desde que não seja extrema) é bem vinda.
Entretanto, tenho lido comentários de pessoas que duvidam da estratégia. Há pessoas que confiam mais nos ganhos rápidos através da compra/venda frenética de ações. Sim, é plausível e não tenho nada contra quem pratica esta estratégia. Eu mostro respeito pelas outras estratégias, pois estou ciente de que não tenho uma estratégia perfeita ou mágica. Infelizmente muitos não pensam assim das estratégias alheias. Já li comentários que dizem que é impossível obter ganhos respeitáveis através das compras mensais, ou que é mais fácil acertar na megasena do que acertar a compra de uma boa empresa.
Além disso, os dividendos sempre são colocados em xeque. Muitos dizem que não tem nada a ver o ajuste que a ação sofre referente ao pagamento do dividendos. Como eu expliquei AQUI, se um ação de R$10,00 paga R$1,00 de dividendos, seu preço será ajustado para R$9,00, fazendo com que o investidor tenha os mesmo 10 reais antes e depois do pagamento de dividendos. Muitos acham isso um absurdo e não conseguem visualizar vantagens nisso. Há quem diga que por causa deste ajuste é impossível viver de dividendos.

sábado, 6 de outubro de 2012

Você pergunta, o blog responde - 7


 A pergunta de hoje é do colega Victor:


“Olá ADP,

Estou lendo aquele livro "Warren Buffett e a análise de balanços", e gostaria de pesquisar o balanço de algumas empresas. Procurei no site da bmfbovespa, porém não encontrei, ao contrário do que indicava o livro. Sabe algum site onde posso encontrar esses balanços?

Abraços,

Victor M.”

quinta-feira, 4 de outubro de 2012

16 Anos Investindo Na Bolsa. A História De Arnaldo, Uma Crônica Motivacional.

Esta postagem curta, mas o texto do qual ela se refere é grandioso.

Lembro-me da época quando eu não tinha uma estratégia definida. Eu pensava que tinha estratégia, mas não tinha uma de fato. 

Estava então a procura de um estratégia simples, porém funcional. Foi quando me deparei com a crônica de Arnaldo, que narra a história de um investidor que faz religiosamente seus aportes mensais. De uma forma ou de outra, acredito que muitos que já leram esta história se identificaram com as dificuldades de Arnaldo. Este foi o estopim que me motivou a iniciar os estudos. Desde então estou muito satisfeito com minha atual estratégia.

Ao olhar o blog do Portinho, fiquei feliz em saber que a história foi atualizada para o ano de 2011.

Recomendo a leitura desta crônica, que mostra que o comportamento e os aportes disciplinados influenciam fortemente no desempenho da carteira.

Para sua leitura na íntegra, acessa a postagem do Portinho clicando AQUI.

Boa leitura!

sexta-feira, 28 de setembro de 2012

Fechamento - Setembro de 2012

O mercado não quis esperar outubro e já quis mostrar seu "efeito calendário". Para quem não sabe, há estudos que mostram que os meses de setembro e outubro são os meses que acontecem as maiores quedas da história. Muitas crises e extensas baixas da bolsa eclodiram nesses dois meses. Não só na bolsa americana, como em outras bolsas também.
Há outros estudos relacionados com o calendário, como por exemplo o da segunda feira como o pior dia da semana e janeiro como o melhor mês para as mid caps (ações de "pequenas" empresas), mas são apenas estudos. Outubro do ano passado fortaleceu esta tese. Vamos ver se este outubro também repetirá a baixa performance da bolsa.
Minha carteira estava indo bem até esta última semana. O mercado resolver brincar com algumas das minhas ações do setor financeiro e elétrico, o que contribuiu com minha baixa performance.

segunda-feira, 24 de setembro de 2012

Não tenha medo do mercado de ações


Conforme falei com vocês nesta postagem, raramente converso com colegas de trabalho sobre investimento em ações. Porém nos raros em que converso, percebo nos olhos dos colegas o horror de pensar em investir em uma aplicação que varia de preço.

Certa vez, na época das notícias das ações do Facebook, dois colegas estavam conversando sobre investimentos em imóveis (um deles está financiando um apErtamento caríssimo), quando um deles me puxou para a conversa:

sexta-feira, 21 de setembro de 2012

1 ano de blog

Hoje o blog está fazendo o seu primeiro aniversário e por isso resolvi fazer esta pequena postagem.
A criação deste blog foi motivada pelo desejo de compartilhar meus investimentos, e eventualmente algumas ideias. Hoje o foco está na divulgação de informações que são mais pertinentes aos investidores iniciantes.
É uma grande satisfação verificar que este blog obteve no seu primeiro ano cerca de 90 mil visualizações, o equivalente a 1 visualização a cada 6 minutos. Os cerca de 1850 comentários deixados são de excelente qualidade, com trocas de ideias interessantes.
As maiores recompensas que obtive foram (1) a minha participação desta comunidade de investidores blogueiros e (2) o apoio que tenho de diversos investidores iniciantes e veteranos. Sendo sincero, eu aprendo muito toda vez que eu faço uma postagem respondendo alguma dúvida ou deixando um tema mastigado. Eu acabo aprendendo mais do que explicando.
Espero contribuir e aprender muito com os visitantes do blog. E agora é hora de repartir o bolo da imagem.

Que venham os próximos anos!

sexta-feira, 14 de setembro de 2012

Você pergunta, o blog responde - 6


Hoje a pergunta é do colega Bruno:

"Olá!
Tenho a seguinte dúvida: Investimento a curto prazo na previdência privada rende mais que a poupança? Vou explicar melhor o meu caso.
Tenho um capital inicial de R$130.000,00 e aportes mensais de R$2.500,00 e pretendo dar entrada em um apartamento em aproximadamente 3 anos (36 meses).
Este montante investido na poupança renderia, aproximadamente 0,47%/mês ou 6%/ano, correto? Logo, ao final de 36 meses teria um total líquido de R$252.939,28 e um rendimento líquido de R$122.939.28 (fiz uma planilha no excel).
Este montante investido na previdência privada rendeira aproximadamente 0,79%/mês ou 9%/ano.  Logo, ao final de 36 meses teria um total bruto de R$276.186,85. Descontando 10% do IR sobre o rendimento (276.186,85 - 130.000,00 = 146.186.85), o rendimento líquido seria de R$131.568,17.
De acordo com meus cálculos, o rendimento da previdência privada está R$8.628,89 maior que a poupança.
Quem me passou os valores de rendimento foi a gerente da minha conta.
Meus cálculos estão corretos? Se não, onde está o erro? Previdência privada NO MEU CASO vale mesmo mais a pena que a poupança?"

domingo, 9 de setembro de 2012

Livro – O jeito Warren Buffet de investir


O livro “O jeito Warren Buffett de investir” tem por objetivo mostrar e descrever os princípios que levam Warren Buffet a escolher uma empresa. Considerado por muitos o maior investidor que já existiu, Warren Buffett transformou uma defasada empresa têxtil, chamada Berkshire Hathaway, em uma holding com mais de 100 empresas de diferentes ramos.

O autor do livro é Robert G. Hagstrom. Segundo seu próprio livro, Hagstrom é vice-presidente sênior da Legg Mason Capital Management e administrador da carteira Legg Mason Growth Trust. Seu interesse por  Warren Buffett surgiu quando estava em treinamento para se tornar um corretor de investimentos da Legg Mason. Como parte do material de treinamento, ele deveria ler um relatório anual da Berkshire Hathaway, escrito por Buffet. Ele ficou impressionado com a clareza de Buffet ao dissertar sobre o mercado de ações.

quinta-feira, 6 de setembro de 2012

Aportes mensais te ajudam a perder para o mercado

É isso mesmo que você leu! Dependendo de como você compara seus rendimentos com o mercado, você poderá ficar decepcionado. Duvida? Então vamos verificar a planilha.
Na imagem abaixo existem duas tabelas: Mercado e Investidor. Cada planilha ilustra a evolução em um período de 240 meses (ou 20 anos).
Vamos considerar que o Mercado é um índice ao estilo iBovespa, com uma marca inicial de 10.000 pontos.  Apesar de seus altos e baixos, ele conseguiu uma valorização mensal de 1%.
Em contrapartida, o investidor fez aportes mensais de R$100,00. Além disso, ele conseguiu superar consistentemente o mercado, obtendo ma rentabilidade de 1,2% ao mês.

sexta-feira, 31 de agosto de 2012

Fechamento - Agosto de 2012

Até a metade do mês, fiquei surpreso ao ver que minha meta de atingir 60k tinha sido atingida. Entretanto, na última semana o iBov resolver voltar e minhas ações entregaram uma boa parte dos ganhos. De qualquer foma, foi bom verificar o comportamento da carteira sem a realização de aportes.
Falando em aportes, fiz algumas reflexões e analisei a inconstância de meus aportes. Eu estabeleci como meta principal aportar em média 1.000 reais por mês, com um mínimo de 500 reais. Nos meses complicados aportaria 500, nos meses bons eu aportaria 2000 reais. Bem, neste último mês foi complicado, e não pude aportar nada. Meus gastos estão altos e está cada vez mais difícil conseguir aportar. Tenho pensado em tomar algumas medidas drásticas para aumentar meus aportes. Se tudo o que estiver planejando acontecer, pretendo aportar na metade do ano que vem cerca de 1.500 reais mensais, sem qualquer desculpa. Não seria um pobretão way of life, mas seria uma profunda mudança de vida. Enquanto isso não acontece, acredito que estarei aportando uns 800 reais ao mês.

Vamos aos números:

segunda-feira, 20 de agosto de 2012

Série Mastigado – Dividendos



 A Série Mastigado tem por objetivo abordar diversos assuntos que vez ou outra confundem os investidores, principalmente as pessoas que não conhecem absolutamente nada sobre o assunto. Como o próprio nome da série já diz, será utilizada uma explicação bem mastigada, com utilização de linguagem simples, para que o leitor tenha um maior entendimento. Apesar de explicar de forma bem mastigada, o assunto não será abordado profundamente, fazendo com o que leitor se dedique a fontes mais específicas. Entretanto, este artigo serve de ponto inicial para o esclarecimento das dúvidas mais frequentes. O assunto da vez são os dividendos.


domingo, 12 de agosto de 2012

Você pergunta, o blog responde 5


Hoje quem pergunta é um leitor anônimo:

“Algumas palavras de Warren Buffett

Só venda se ocorrerem as seguintes situações:
•Se o valor da companhia não está crescendo em uma taxa satisfatória;
•Se o valor de mercado ultrapassar significativamente o valor intrínseco;

Minha pergunta é a seguinte:
1) O que considerar como “taxa satisfatória”?
2) Qual a conta que devo fazer para saber se o valor de mercado ultrapassou o valor intrínseco? E o que é esse valor intrínseco?

Obrigado”

terça-feira, 7 de agosto de 2012

Realização de venda de ELPL4


Quem acompanha o mercado de ações observou que neste ano uma das ações que mais está apanhando é a ELPL4. Não detalharei os motivos da queda, pois há um farto material sobre este assunto na internet. Mas o que está motivando o mercado é basicamente redução de dividendos, revisão tarifária e balanços desanimadores.

Quem acompanha meu blog sabe que eu me dedico aos investimentos de longo prazo. Minha filosofia é escolher boas empresas e mantê-las até que (1) seus fundamentos piorem, (2) surja uma oportunidade melhor ou (3) que seus preços fiquem insanamente caros. Enquanto nenhumas dessas 3 condições são satisfeitas, vou comprando mais ações.

Uma das empresas que eu investia era a Eletropaulo. Na sexta feira houve a divulgação de seu balanço relativo ao segundo trimestre de 2012, só que muito desanimador. Havia muitos sinais de que a empresa não estava em uma fase tão boa quanto antes, mas sou o tipo de pessoa que primeiro vê e depois atira. Pois bem, o balanço veio ruim e não gostei nada do que vi.

domingo, 5 de agosto de 2012

Atualização da planilha de rendimentos


Conforme falei na postagem do fechamento do mês de julho, realizei uma atualização da planilha de cálculo de rendimentos mensais. A atualização é devida a alguns aspectos que foram informados por alguns leitores do blog. Vejamos o exemplo abaixo:



Na imagem acima, a antiga planilha acusou um rendimento histórico de 1,19%. Mas o investidor aportou R$2.000, e sua carteira no final do período valia exatamente os R$2.000. A planilha deveria indicar uma rentabilidade zerada.

quarta-feira, 1 de agosto de 2012

Fechamento - Julho de 2012

Neste mês o iBovespa estava bem deprimido, mas depois de alguma notícias sobre a questão Europa, o índice se recuperou. Será que é consistente, ou é mais um voo de galinha? De qualquer forma, defendo a ideia de que o investidor não precisa se preocupar com a macroeconomia, e sim traçar estratégias para os diferentes cenários possíveis (mercado de ações em alta, de lado ou em baixa).
Eu atualizei a planilha de cálculo de rentabilidade. Havia um bug no cálculo da rentabilidade anual e histórica. Para quem utiliza esta planilha, a nova poderá ser baixada na própria postagem, ou por AQUI. Depois eu criarei uma postagem mais detalhada.
O aporte total desse mês foi um tradicional R$1.000,00. Estou com um problema neste mês de agosto, e acho que não poderei aportar nada. Mas no próximo mês tentarei aportar pelos 2 meses.

quinta-feira, 26 de julho de 2012

Cuidado com as dicas quentes


Esta é a história de um investidor que tinha cerca de 10 mil reais em plena crise de 2008. Este investidor não tinha técnica, estratégia ou planejamento para investir no mercado de ações, mas tinha coragem. Operava Embraer, Petrobrás, VisaNet e outras grandes empresas, sem grande sucesso. Comprava, vendia, ganhava, perdia, saindo quase sempre no zero a zero. Até o dia em que ouviu uma grande dica de um amigo que tinha mais tempo de mercado. A dica que esta pessoa ouviu foi a de que, como tinha pouco dinheiro, ele deveria comprar ações de empresas “mais baratas”, que custam centavos, pois nelas que estão os maiores ganhos. Na época, ele recomendou operar ações da Ecodiesel (ECOD3), com cotação oscilando na casa dos R$1,10. O investidor, grato pela dica quente, operou e se deu bem. Chegou a aproveitar altas de mais de 7% em um dia!

Com o tempo a ação começou a cair de um patamar de R$1,30. Caiu 10, 15, 25 centavos. Os dois amigos estavam convictos de que deste patamar a ação não cairia. “Não tem como a ação cair mais.”, era uma frase repetitiva entre os dois. Mas a ação caiu. O investidor que recebeu a dica quente saiu nos R$1,05, amargando um considerável prejuízo.

quinta-feira, 19 de julho de 2012

Você pergunta, o blog responde - 4


 Hoje a pergunta é do colega Paulo:

“Boa tarde ADP,
Observei diversos comentários sobre FII e gostaria de maiores informações de como se negocia, onde temos acesso aos códigos, como funciona na questão de IR.
E a pergunta mais importante: é interessante?”

Olá Paulo,
Não sou especializado em FII. Ainda estou começando, mas acredito que posso ajudá-lo.

A negociação dos FII’s pode ser feita através do Home Broker, que é uma ferramenta disponibilizada assim que você faz o seu cadastro em uma corretora. Com isso, você precisará pesquisar e criar uma conta em uma corretora que atenda ao seu perfil (caso ainda não tenha conta em uma corretora). As ordens de compra/venda de cotas funcionam de forma semelhante a compra/venda de ações. A diferença básica é que o lote de ações é negociado normalmente em quantidades múltiplas de 100, enquanto que nos FII’s o lote é de apenas 1. A negociação é feita durante o pregão da Bovespa, que funciona normalmente das 10h às 17h.

sexta-feira, 13 de julho de 2012

Planilha de registro de investimentos


A pedido de alguns colegas do blog, fiz uma planilha que auxilia o trabalho de registrar os investimentos. Como é de praxe, farei uma explicação de como esta planilha funciona. Utilizarei minha planilha pessoal (que é a mesma) para esta explicação. É importante explicar também que esta planilha é voltada para aqueles investidores que tem o perfil de investir a longo prazo. São aqueles investidores que mais compram do que vendem. Ela não é muito adequada para aqueles investidores que compram e vendem freneticamente, apesar de que até para estes investidores ela pode ser útil no calculo do preço médio.
A planilha é organizada em diversas abas, no qual cada uma é responsável por uma função diferente.
A primeira aba é responsável pelo registro das operações com ações, e tem a imagem abaixo:

sexta-feira, 6 de julho de 2012

Você pergunta, o blog responde - 3

 Hoje quem pergunta é o colega Edmilson:


"Olá amigo, boa tarde.
Estou com uma reserva de R$2.000,00 disponível e penso seriamente em começar alguns pequenos aportes em TESOURO DIRETO, no entanto não tenho conhecimento deste mercado. Me passe a corretora que você trabalha e que não cobra taxa administrativa para eu fazer o cadastro e alguns testes iniciais.


Uma outra dúvida, com R$2.000,00 investidos em Tesouro Direto, qual o rendimento médio mensal?"

sexta-feira, 29 de junho de 2012

Fechamento - Junho de 2012


Mesmo com todo esse sobe e desce da bolsa, neste mês o iBovespa fechou em um patamar bastante estável. Quem não deve ter gostado muito desse mês foi o Sr Eike Batista, que perdeu muitas colocações no seu tão sonhado ranking dos mais ricos do mundo. Mas a vida é assim mesmo. Um dia é da caça, outro dia é do caçador.
Meus investimentos se comportaram de maneira oposta aos dois meses anteriores. A carteira de ações foi bem, o FII foi muito bem e o Tesouro Direto foi mal.

Vamos aos números:

domingo, 24 de junho de 2012

Você pergunta, o blog responde - 2


Hoje a pergunta é do colega Laércio, a respeito de uma dúvida muito comum acerca dos dividendos:

"Olá meu nome é Laércio,

Primeiro gostaria de parabenizá-lo pelo excelente blog, suas postagens em linguagem simples e com conteúdo muito relevante me ajudaram a "perder o medo" do mercado de ações, hoje a planilha de cálculo da rentabilidade pelo sistema de cotas faz parte de minha vida.

Minha dúvida é quando uma empresa anuncia o pagamento de dividendos e informa que as ações negociadas até uma certa data receberão o valor e após aquela data serão negociadas ex dividendos, então se eu tenho as ações na data base informada eu posso vendê-las no dia seguinte e ainda receberei os dividendos ou preciso mantê-las até o dia do efetivo pagamento?"

quinta-feira, 21 de junho de 2012

Você pergunta, o blog responde - 1


Mais outra série estará começando no blog. Estou recebendo algumas perguntas pelos comentários do blog ou através do endereço alemdapoupanca@gmail.com de pessoas com diversas dúvidas sobre investimentos, e muitas dessas perguntas estão se repetindo. Decidi então criar este espaço onde, caso esteja no alcance de meus conhecimentos, criarei uma postagem respondendo de modo simples e mastigada a dúvida enviada, e de quebra, outras pessoas poderão contribuir com a postagem através dos comentários.

O colega Régis deixou uma dúvida a respeito da poupança:
"Olá meu nome é Régis. Estou lendo sobre a poupança e tentando entender cada vez mais sobre este investimento. O seu blog é muito esclarecedor e tem uma linguagem direta, parabéns. Bom, minha dúvida é a seguinte: meu aniversário da poupança é dia 24, só que neste mês cairá no domingo então qual dia eu devo depositar e se isto irá mudar o dia de aniversário da poupança, sendo que será compensado no próximo dia útil, sendo então dia 25?
Obrigado"

domingo, 17 de junho de 2012

Série Mastigado – Preço médio


 Esta sendo inaugurada uma nova série no blog, denominada “Mastigado”, onde abordarei um assunto e tentarei explicá-lo de uma forma extremamente simples e didática. Esta série é voltada para aquelas pessoas que não conhecem absolutamente nada a respeito do assunto, ou àqueles investidores que, apesar de conhecerem, restam algumas dúvidas. Como primeiro assunto, será abordado o Preço Médio.

sábado, 9 de junho de 2012

Mantenha o registro de suas operações da bolsa


Para os investidores que operam na bolsa, é importante a manutenção de um registro de todas as operações efetuadas. Para quem não sabe, a entrega da declaração anual do imposto de renda é obrigatória para a pessoa física que tenha realizado operações em bolsas de valores. Mesmo que o investidor não tenha auferido qualquer ganho, existe a obrigatoriedade da declaração.

Infelizmente muitos investidores realizam numerosas operações, durante anos, sem arquivar o registro delas. Nunca se sabe quando este investidor poderá ser chamado para prestar esclarecimentos a respeito de sua situação patrimonial, que foi se acumulando durante anos. Nesta situação, quem possuir o registro ganhará tempo e evitará dores de cabeça.

quarta-feira, 6 de junho de 2012

A bolsa e seus investidores – 2


Na postagem “A bolsa e seus investidores”, que pode ser acessada AQUI,  compartilhei com você um interessante gráfico que mostra que grande parte dos investidores (80% do total) da bolsa investem menos de 35 mil reais e que 60% do total investe menos de 11.500 reais. Não é um valor tão alto, o que prova que é lenda aquela frase que diz que “para investir na bolsa de valores, é necessário muito dinheiro”.
Compartilharei com vocês outro dado muito interessante. Retirei de um informativo semanal (29 de maio de 2012) da Geração Futuro. O gráfico de antes dividia os investidores pela quantidade aplicada. Já a tabela abaixo, divide os investidores de acordo com a sua faixa etária:

sexta-feira, 1 de junho de 2012

Fechamento – Maio de 2012


Esta cada vez mais interessante investir no mercado de ações. Boas empresas estão sendo vendidas a preços cada vez mais baratos. As boas oportunidades estão aí, basta cada um traçar a sua estratégia.
Este foi o mês que mais recebi dividendos, o que contribuiu para que minha carteira não caísse tanto. Conforme disse no mês anterior, decidi reinvestir os dividendos nas próprias empresas. Por causa dessa decisão, realizei diversas compras pequenas. O lado bom é que por enquanto minha taxa de corretagem é muito barata, e com isso não tive muitos gastos para realizar estas compras.
Estive estudando de forma mais aprofundada o assunto "preço médio" e refiz o cálculo do preço médio de todas as minhas ações. Antes eu considerava apenas o preço de compra. Mas baseado nas minhas pesquisas, as taxas deverão estar embutidas. Outro aspecto importante é que a realização de trades também modificam o preço médio. Em algumas ocasiões, realizei algumas vendas de CIEL3 para recomprar em pontos mais baixos. Como eu retornava à situação anterior, eu considerava que o preço médio não alterava. Mas de acordo com minhas pesquisas, o preço médio é alterado em todas as compras. Já realizei os seguintes ajustes. Estes ajustes não modificam a rentabilidade, mas são importantes para o caso de eu prestar contas ao leão. Pretendo fazer uma postagem detalhada sobre o preço médio.
Falando em preço médio, acredito que seja mais adequado inseri-lo na planilha de cotas. A rentabilidade mensal não mudaria, mas mudaria a rentabilidade anual e histórica. Irei fazer umas simulações e, caso tenha alguma alteração, vocês serão avisados.
Estou pretendendo lançar uma planilha que auxilie os investidores a registrarem as suas compras, com funcionalidades de cálculo do preço médio, registro dos dividendos e rendimentos de FII's, dentre outras funções. Esta planilha será interessante para quem faz compras periódicas e constantes.
Finalmente tenho um conjunto de empresas do qual estou confortável. Adicionei uma empresa nova à minha carteira. Mais abaixo entrarei em detalhes.

Vamos aos números:

quarta-feira, 30 de maio de 2012

Governo reduz valor mínimo de aplicação para compra de títulos públicos

Caros colegas, bom dia.
Não costumo reproduzir textos de outras pessoas, e nem postar links. Mas acabei de ler uma notícia referente ao Tesouro Direto, e achei muito interessante repassá-la. Para sua leitura integral, clique no link abaixo:


O que vocês acharam dessa medida? Deixe seu comentário!

sábado, 26 de maio de 2012

Livro – Pai Rico Pai Pobre


O livro “Pai Rico Pai Pobre” tem o propósito de despertar o gênio financeiro do leitor. Não trata especificamente de investimentos. Descrevendo alguns princípios que, de acordo com o autor, são os ensinamentos que os pais ricos transmitem para seus filhos, o livro pretende ser um guia para atingir a prosperidade financeira através da utilização da sabedoria.

Neste livro o autor exemplifica a forma de pensar do rico e do pobre através da história de sua infância, onde ele tinha dois pais. Enquanto seu pai pobre era uma pessoa muito instruída e inteligente, seu pai rico nunca concluiu o segundo grau. Enquanto o pai pobre dizia “O amor ao dinheiro é a raiz de todo mal” e “O dinheiro não é importante”, o pai rico dizia “A falta de dinheiro é a raiz de todo mal” e “Dinheiro é poder”. Enquanto o seu pai pobre incentivava seu filho a estudar arduamente, a se formar e a conseguir um emprego seguro, seu pai rico lhe incentivava a estudar para entender o funcionamento do dinheiro, para fazê-lo trabalhar por ele. Dessa forma o autor faz um paralelo entre o pensamento rico e o pensamento pobre.

quinta-feira, 17 de maio de 2012

O número mágico da independência financeira


 Na postagem O que é riqueza financeira foi explicada a definição da independência financeira,  alcançada quando os ativos que a pessoa possui são suficientes para garantir os gastos gerados pelo seu passivo, sem depender de fontes externas. Se você ainda não viu, vale a pena a leitura.

A grande dúvida é: qual o valor? E a resposta é: depende.

Não seria correto definirmos um valor, como por exemplo 500 mil ou 5 milhões de reais, pois este valor dependerá da quantidade de gastos que a pessoa possui.  Como cada pessoa possui um gasto diferente (varia de região para região, necessidades pessoais, tamanho da família, qualidade de vida, etc), cada pessoa também deverá ter um ativo diferente.

domingo, 13 de maio de 2012

O difícil diálogo sobre investimentos


Sabe aquelas coisas erradas que tanta gente faz, mas de tanto fazer acabam passando a impressão de que é certo? São aquelas pessoas que jogam o lixo na rua, que deixam seus compromissos para a última hora, que fofocam a vida alheia e que imprimem aquela apostila no trabalho. Não estou dizendo que sou santo. Estou falando sobre estas situações que quando a maioria faz o errado, o errado passa a ser o certo. Já aquelas pessoas que na rua guardam o lixo na mochila para depois jogar fora, que cumprem rapidamente seus compromissos, que ignoram a vida do vizinho e que se recusam abertamente a imprimir coisas pessoais no trabalho são ridicularizadas pela maioria, virando motivo de piada. O certo passa a ser errado.

No mundo dos investimentos é a mesma coisa. Todo mundo já ouviu a expressão “e quem é que não tem dívida?”. O normal é se endividar. Quem não tem dívida é tratado como pão duro ou maluco. Endividar passou a ser o certo, acumular capital passou a ser o errado.

quarta-feira, 9 de maio de 2012

A bolsa e seus investidores


Abaixo está uma imagem interessante que retirei da revista Exame, edição 1015 de 02/05/2012:


A fonte da informação é da própria Bovespa.
De acordo com a imagem, o total de investidores na bolsa é de cerca de 570 mil, equivalente a 0,3% da população brasileira. Mas a maioria (80% deles) investe menos de 35 mil reais. A nata da bolsa (60% ou 342 mil investidores) na verdade investe até R$11.500,00.
Ainda temos muito a avançar na renda variável. Acredito que com as recentes quedas da taxa SELIC e com a modificação da poupança, muita gente terá que estudar outras formas de investimento.

Fiquei feliz também de saber que pertenço ao grupo que está perto do topo da pirâmide (os que investem mais de R$35.001), mas ainda estou muuuuuuito longe dos 0,1% que estão no pico.

sexta-feira, 4 de maio de 2012

Economize com o 3P


Você é daquele tipo de pessoa que sai para comprar uma coisa e acaba levando várias outras? Ou daquele tipo de pessoa que gosta de olhar vitrines e acaba levando produtos que não estavam no planejamento?
Todo mundo conhece alguém que trocou o celular, mas nem sabe utilizar todas as suas funções. Isso se chama compra por impulso. Muitas empresas estão preparadas para despertar o impulso compulsivo de compra dos clientes. Um grande exemplo desse tipo de artimanha são os sites de compras coletivas. Uma ou outra oferta são interessantes, mas em sua maioria a pessoa nunca sentiu necessidades reais de consumir. Com isso, no fim do mês acaba sobrando menos dinheiro na conta (muitas vezes falta dinheiro!).
Para estas pessoas que nem sempre conseguem se controlar, proponho que utilizem o sistema 3P.
Este sistema consiste na pessoa fazer três perguntas básicas antes de tomar a decisão de comprar algo. O produto só poderá ser adquirido se ele passar pelas três perguntas. Para facilitar a memorização, todas elas começam com a letra P:

segunda-feira, 30 de abril de 2012

Fechamento - Abril de 2012

Este mês foi bastante movimentado. As notícias externas estão segurando cada vez mais o mercado de ações brasileiro. Janeiro e fevereiro foi uma alegria para quem estava no vermelho. Março foi o mês da freada e em abril o marcha ré começou a mostrar a sua força. Quem brilhou neste mês foi o Tesouro Direto. Quem tem títulos de longo prazo com taxas anteriores às recentes quedas da Selic está rindo de orelha a orelha. O Tesouro Direto está dando um banho nos investimentos mais arriscados. E o próprio Banco Central deu a entender que a meta é baixar a Selic até 8,75 a.a. Se este fato se concretizar, o Tesouro Direto ainda dará muitas alegrias a seus investidores. Além disso, a possibilidade do governo mexer na rentabilidade da poupança fica cada vez mais flagrante. Conseguir rendimentos além da poupança ficará mais fácil.

sábado, 28 de abril de 2012

Planilha de acompanhamento de rendimentos mensais


Se você gostou do sistema de cotas (explicado AQUI e AQUI), poderá baixar uma planilha que estarei disponibilizando para download. Ela simplifica todos os cálculos. Os únicos dados que necessitam ser colocados são o aporte e o valor da carteira:
Aporte: É o valor do dinheiro “novo”. Este dinheiro é aquela parte do salário que você transfere para um investimento.
Valor da carteira: É o valor total que o investimento estará valendo no final do mês, somado com o valor que está parado na corretora.

Calculando de forma correta seus investimentos – parte 2


Na última postagem expliquei como deve ser realizado o cálculo do rendimento de um investimento. O investimento deve ser transformado em cotas para que se possa considerar corretamente os efeitos de tempo e de valor dos aportes. Nesta postagem, me concentrarei mostrar um exemplo de aplicação desta metodologia. Caso não tenha lido a parte 1, ela poderá ser acessada clicando AQUI.

Lembrando que a fórmula para calcular o rendimento é ...
Variação = (situação nova – situação antiga) / situação antiga
... sendo que utilizamos o valor da cota.

sábado, 21 de abril de 2012

Calculando de forma correta seus investimentos - Parte 1


 Na última postagem foi demonstrado que a fórmula mais utilizada entre muitos pequenos investidores é matematicamente incorreta. Ela não trata corretamente o aporte que é feito, o que causa bizarrices no cálculo. Através desta postagem, será mostrada a forma certa de calcular os investimentos.
A fórmula correta de calcular o rendimento de seus investimentos é a mesma fórmula que a matemática utiliza para calcular qualquer variação percentual de qualquer coisa. A fórmula é:

Variação = (situação nova – situação antiga) / situação antiga

quarta-feira, 11 de abril de 2012

Calculando de forma errada seus investimentos


Quem frequenta o blog sabe que há disponível para download uma tabela que auxilia no cálculo correto dos rendimentos. Existem dois motivos principais que me incentivaram a criá-la: (1) observei que há muitos investidores que calculam de forma errada a rentabilidade ou que se enrolam ao calculá-la e (2) por causa da ausência de uma tabela pela internet que apresente este cálculo de uma forma simples e prática. Estou aperfeiçoando esta planilha e pretendo ainda neste mês disponibilizá-la.

Entretanto, tenho em mente que estou lidando com um perfil muito peculiar. Normalmente os investidores são pessoas cautelosas e desconfiadas. É natural essas características despertarem em pessoas que lidam com dinheiro. Muitos querem saber como funciona a tabela e por que seu cálculo é diferente da metodologia usual.

Por causa disso, decidi explicar os dois modos de calcular o rendimento, que chamarei de modo errado e modo certo de calcular. Nesta postagem mostrarei apenas o modo errado, que é comumente utilizado pelos investidores.

sábado, 31 de março de 2012

Fechamento - Março de 2012


Finalmente o mercado de ações freiou e engatou a marcha ré. As boas oportunidades estavam ficando escassas e muitos investidores já estavam se esquecendo de que a bolsa é uma renda variável.

Quanto aos meus investimentos, durante o mês de março iniciei em fundos imobiliários. Comecei pequeno e devagar, para que eu me acostume aos poucos a essa modalidade que é nova para mim. Com isso, minhas atualizações mensais, que antes eram divididas em renda fixa e renda variável, agora serão divididas em seção de ações, Tesouro Direto e Fundos Imobiliários, finalizando com o consolidado do mês.

sábado, 24 de março de 2012

Aporte versus rendimento – Qual o melhor?


Na montagem de uma carteira de investimentos consistente, muitos investidores priorizam os aportes, mas pouco se referem ao rendimento dela. Eles acreditam que à medida em que economizam e se privam de conforto, mais rapidamente serão recompensados. Eles estão com razão, mas inúmeras vezes estes investidores praticam essa crença como uma prioridade, chegando a comprometer profundamente seu próprio estilo de vida. Será que valerá a pena abrir tanto a mão do conforto? E se estes investidores focassem no rendimento e aportassem um pouco menos, qual seria o resultado?

Pensando nisso, realizei algumas simulações com a finalidade de verificar os efeitos dos rendimentos versus os efeitos dos rendimentos.

Para isto, é necessária a adoção de um padrão de aporte e de rendimento para servir de ponto inicial. Foi considerado então um aporte mensal de R$1.000,00 e um rendimento mensal de 1% durante um período de 360 meses (30 anos), sendo que em primeiro lugar é realizado o aporte e depois que é feita a valorização do mês, como podem ver através da tabela abaixo:

domingo, 18 de março de 2012

Livro – Títulos Públicos sem Segredos


O livro “Títulos Públicos sem Segredos” É um guia para investimentos no Tesouro Direto direcionado a investidores comuns. O autor do livro é Fábio Guelfi Pereira, que trabalhou de 2005 até 2010 como analista de Finanças e Controle da Secretaria do Tesouro Nacional, na Gerência de Relacionamento com investidores da Dívida Pública, área que coordena a divulgação do programa Tesouro Direto. Como podem ver, ele é uma pessoa que está literalmente por dentro do assunto.

segunda-feira, 12 de março de 2012

As maiores besteiras ditas sobre investimentos em ações – Parte 2

Na última postagem "As maiores besteiras ditas sobre investimentos em ações – Parte 1", relatei 4 afirmações que no primeiro momento parecem óbvias e incontestáveis, mas quando analisadas se mostraram completamente inúteis. Hoje daremos prosseguimento à serie, com mais 4 afirmativas que nem sempre fazem tão sentido assim. Fiquem à vontade para discordar da postagem ou para reforçá-la:

sábado, 10 de março de 2012

As maiores besteiras ditas sobre investimentos em ações – Parte 1


Ao iniciar no mundo dos investimentos, somos bombardeados por inúmeras afirmações que parecem verdades incontestáveis. Com o passar do tempo, ficamos mais experientes e constatamos que muitas destas afirmações são perigosas ou sem fundamento algum. À primeira vista elas parecem indiscutíveis. Mas quando pesquisadas a fundo, se revelam verdadeiras besteiras.
Essa postagem pretende destrinchar estas afirmações e mostrar que nem sempre o que parece óbvio é a melhor opção a ser seguida. Muitos leitores concordarão com algumas afirmações selecionadas, mas outras serão alvos de polêmica e descontentação. Veja abaixo as maiores besteiras ditas sobre o mercado de ações (parte 1):

quarta-feira, 7 de março de 2012

O que é riqueza financeira

Antes de tudo, o termo “riqueza financeira” não é classificado como pleonasmo (como subir para cima, certeza absoluta, dividir em 2 metades iguais, etc), pois podemos atribuir “riqueza” à diversas categorias. Há, por exemplo, pessoas espiritualmente ricas, substâncias ricas em carbono e ambientes ricos de detalhes. Entretanto, esta postagem se dedica exclusivamente a definir a riqueza financeira com algumas peculiaridades.

Procurando alguma fonte confiável sobre o termo riqueza, me deparei com as seguintes definições do dicionário Houaiss:

1- Característica ou condição do que é rico;
2- Grande quantidade de dinheiro, posses, bens materiais, propriedades etc, afluência material; fortuna.